1

Resumo do Livro Quem Mexeu no Meu Queijo, de Spencer Johnson, em PDF

Essa é uma fascinante parábola que nos leva a refletir sobre a nossa capacidade de reagir às mudanças inesperadas. Conta a trajetória de quatro personagens – ratos e duendes –  que percorrem um labirinto em busca de queijo.

livro quem mexeu no meu queijo

O labirinto é a vida, com suas dificuldades e incertezas. O queijo é o nosso objetivo – trabalho ou qualquer outra fonte de conforto e segurança. Ratos e duendes somos nós – personagens diferentes, com reações e visões diferentes.

O Livro Quem Mexeu no meu Queijo? aborda uma questão central: se o seu queijo fosse movido, qual seria a sua reação? Nessa história de Spencer Johnson, ratos e duendes seguiram caminhos diferentes.

Quem Mexeu no Meu Queijo?

Você também pode baixar este resumo do livro Quem Mexeu no meu Queijo em PDF, aqui ao lado.

Um resumo da parábola

Quem Mexeu no meu Queijo? começa com quatro personagens procurando por queijos, em um enorme labirinto. Uma busca diária. Sniff e Scurry eram ratos e agiam por instinto. Hem e Haw, os duendes, usavam os seus cérebros.

Apesar das diferenças, todos encontraram um posto cheio de queijos. Os duendes mudaram-se para perto da “mina” e relaxaram, acreditando que teriam alimento para o resto de suas vidas. Estavam felizes e seguros.

Os ratos seguiram acordando cedo e percorrendo o trajeto diariamente. Antes de saborearem o queijo, eles penduravam o tênis de corrida no pescoço, caso precisassem deles inesperadamente.

Sniff e Scurry tinham o hábito de farejar o queijo e de inspecionar toda a área. Por isso, eles perceberam que o estoque estava diminuindo e não ficaram surpresos quando o queijo acabou.

Sem pensar duas vezes, eles calçaram seus tênis de corrida e partiram em busca de um novo posto. E encontram um estoque ainda maior.

Os duendes, despreparados, ficaram perplexos, mas não abandonaram o posto vazio. Simplesmente, perguntavam-se: quem mexeu no meu queijo? Eles acreditavam que alguém recolocaria o produto ali. Permaneceram parados, esperando.

Com o passar do tempo, o duende Haw decidiu seguir o exemplo dos ratos e partiu à procura de um novo queijo. Ele avançou por caminhos desconhecidos, enfrentou o medo, a indecisão, a vergonha de errar e foi adiante.

Um dia, Haw também encontrou o novo posto, recheado de queijos. Durante sua trajetória, ele decidiu deixar mensagens pelas paredes do labirinto, compartilhando assim as suas experiências e aprendizados. Haw acreditava que, assim, estaria ajudando quem viesse depois.

Hem não o seguiu e permaneceu estagnado, esperando… Ele se achava velho demais para recomeçar

As mensagens de Haw na busca pelo novo

Quem Mexeu no meu Queijo? reproduz as mensagens que o duende Haw compartilhou, usando as paredes do labirinto. São elas:

  • Se você não mudar, morrerá.
  • O que você faria se não tivesse medo?
  • Cheire o queijo com frequência para saber quando ele está ficando velho.
  • O movimento em uma nova direção ajuda a encontrar um novo queijo.
  • Quando você vence o seu medo, sente-se livre.
  • Imaginar-me saboreando o novo queijo, antes mesmo de encontrá-lo, conduziu-me a ele.
  • Quanto mais rápido você se esquece do velho queijo, mais rápido encontrará um novo.
  • É mais seguro procurar no labirinto do que permanecer sem queijo.
  • Velhas crenças não o levam ao novo queijo.
  • Quando você acredita que pode encontrar e apreciar um novo queijo, muda de direção.
  • Notar cedo as pequenas mudanças ajuda-o a adaptar-se às maiores que ocorrerão.

As principais lições

resumo do livro quem mexeu no meu queijo

O livro Quem Mexeu no Meu Queijo? nos ensina muito e nos leva a refletir sobre como conduzimos as nossas vidas. Tudo com uma linguagem simples, divertida, de fácil entendimento e que prende a nossa atenção. Veja algumas lições valiosas apresentadas por Spencer Johnson.

Defina o seu objetivo

“Se você não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”, já dizia Lewis Carroll. Ter um objetivo claro a seguir não só lhe oferece esperança, mas lhe dá embalo e lhe deixa mais atento para perceber as pistas que apontam o melhor caminho.

Olhe para a frente

Quando a mudança vier e tirar a sua fonte de segurança, aceite-a. Abra mão do que você perdeu, pois, viver no passado é privar-se do futuro. E isso só leva à miséria e frustrações. Pense no que fazer para melhorar sua situação. A única maneira de superar as perdas é olhando para frente. Trace novos planos e saia do lugar.

Monitore a mudança

Quando estamos em nossa zona de conforto, tendemos a evitar o novo, exatamente por medo do desconhecido. Mas a situação pode mudar, apesar da nossa vontade. Assim, é preciso estar sempre atento e preparado para não sermos pegos de surpresa. Cheire o queijo frequentemente, para saber quando ele está envelhecendo.

Supere o medo

O medo é uma grande causa de paralisação. E acaba virando uma grande desculpa para permanecer na sua zona de conforto. Primeiro, saiba que ele existe. Depois, enfrente-o. Não é necessário extinguir o medo para superá-lo. Bastava seguir em frente, mesmo amedrontado, garante o autor de Quem mexeu no meu Queijo?

Não se abale com a solidão

Quando você começar a procurar pelo que quer, é natural que se sinta mais distante daqueles que não compartilham de sua busca. Tudo bem, esteja ciente de que isso faz parte do processo.

Ria de si mesmo

Não se leve tão a sério. Permita-se dar alguns passos para trás e enxergar o cenário completo. pergunte-se: o que você está fazendo está lhe ajudando? Há alguma atitude sua que lhe atrapalha? É bem provável que sim; não faça dela o fim do mundo ou culpe-a por seus fracassos. Abrace-a com carinho e ria de seus defeitos. Essa é a melhor forma de assumi-los e começar a mudá-los.

Assuma os fracassos como experiência

Fracassos são naturais e fazem parte das nossas vidas. Sucessos instantâneos são raros. Aprenda com seus tropeços e desilusões e, assim, você estará cada vez mais preparado para chegar onde quer. Uma importante lição de Quem mexeu no meu Queijo?

Experimente o novo

Ao agarrar-se ao conforto e ao que já se tem, você fecha as portas do novo. Como saber se não há algo melhor por aí, se você nem se dá a chance de experimentar? Quanto mais cedo você se soltar, mais cedo poderá usufruir do novo. Assim, apesar das incertezas, abrace as mudanças como oportunidades de crescimento,

Encontre satisfação no caminho

Mesmo que não viesse a encontrar um Novo Queijo, Haw estava satisfeito com a busca. Caminhava pelos corredores com a visão clara do que queria, porém, aproveitava cada passo dado. Se na corrida para o sucesso você esquecer de apreciar seus passos, é provável que esteja indo para o lugar errado.

Mantenha a mente aberta

Limitar suas crenças é restringir o seu próprio desenvolvimento. Cuidado com aquilo que acredita, pois, é provável que isso ajuste suas percepções de mundo para que obtenha a comprovação. A única forma de crescer é treinar a recepção de novos estímulos sem recusá-los, procurando entendê-los e avaliando com transparência se eles fazem sentido ou não. Não diga “não” ao que foge de suas crenças.

Compartilhe o que sabe

Além de ajudar os outros, compartilhar seus aprendizados serve de lembrete. Ao repeti-los, você garante que não irá esquecê-los. E sustentando a reflexão, pode descobrir ainda novas associações.

Persista

Haw agradeceu por ter continuado em frente, embora sua mente insistisse em construir as mais intrincadas verdades para fazê-lo desistir. Assim, a mensagem do livro Quem Mexeu no meu Queijo? é: não ceda com as dificuldades e as incertezas que aparecem no meio do caminho. Manter o foco no queijo e usar a sua capacidade de rir de sua insensatez podem levá-lo ao amadurecimento e persistência.

Simplifique

Havia algo que os ratos faziam melhor, justamente por não conseguirem pensar em termos complexos: simplificar as coisas. Então, aprenda com o passado e simplifique a sua vida dali pra frente. Assim, você pode ter o melhor dos dois lados. Seja flexível, não se confunda com as crenças assustadoras e adapte-se rapidamente.

Aprenda com as dificuldades

Na parábola Quem Mexeu no meu Queijo?”], o duende Haw escreveu mensagens também na parede do segundo posto do queijo. Ele fez isso para se lembrar sempre do seu aprendizado.

Essas mensagens são exatamente um resumo das lições que acabamos de ver. Confira:

  • A mudança ocorre, continuam a mexer no queijo.
  • Antecipe a mudança, prepare-se no caso do queijo não estar no lugar.
  • Monitore a mudança, cheire o queijo com frequência para saber se está velho.
  • Adapte-se rapidamente à mudança; quanto mais rápido você se esquecer do velho queijo, mais rápido pode saborear um novo.
  • Mudança, saia do lugar assim como o queijo.
  • Aprecie a mudança, sinta o gosto da aventura.
  • Esteja preparado para mudar rapidamente, continuam mexendo no queijo.

A mudança é inevitável

quem mexeu no meu queijo resumo

A conclusão do livro Quem Mexeu no Meu Queijo é clara: você não pode impedir as mudanças em sua vida. Mas você precisa estar preparado para não se abalar com esses movimentos.

Se as coisas mudam, por que você não muda também? Insistir em se apegar ao passado causa sofrimentos. Olhe para frente, enfrente o incerto! Vença o medo e a insegurança! E saboreie o queijo!

Aceitar uma mudança ilumina os cantos escuros do percurso, permitindo que você enxergue as coisas como elas realmente são, sem receios, medos, angústias ou arrependimentos.

Onde você se encaixa?

Agora que você conhece a parábola Quem Mexeu no meu Queijo? e entendeu a moral da história, é hora de trazer a reflexão para o seu caso específico. Pense: com qual personagem você se identifica mais? Ratos ou duendes?

Você age instintivamente em situações de mudanças e parte em busca do queijo novo? Você planeja antes de tomar essa atitude ou tudo ocorre automaticamente?

Pense se você deixa o medo paralisá-lo, como aconteceu com Hem. Ou você se identifica com Haw, que analisa antes de agir, combate o medo e as inseguranças, persiste e sempre aprende com os fracassos e tropeços da vida?

Essa reflexão é um excelente exercício para todos nós.

Citações de Spencer Johnson

Nós selecionamos para você outras valiosas citações do autor que o levarão a refletir um pouco mais. Vale a pena pensar sobre cada uma dela. Vamos lá!

Continue lendo

Se você gostou desse post, certamente irá amar o resumo do livro Quem Mexeu no meu Queijo?, disponível no 12min, na forma de microbook ou audiobook.

No app 12min, além de “Quem mexeu no meu queijo?” você encontra ainda uma variedade de outras obras fascinantes, para ajudá-lo no seu crescimento pessoal e profissional. Quer algumas dicas? Anote aí:

A Arte de Fazer Acontecer – David Allen

A Arte de Fazer Acontecer

Pare de executar um monte de coisas ao mesmo tempo e combata a procrastinação. A proposta é focar na tarefa atual sempre, deixando de lado tudo que possa distrair você.

Mindset – Carol S. Dweck

spencer johnson

O sucesso não depende apenas de nossas habilidades ou talento e sim de como enfrentamos a vida e de como isso depende de duas atitudes mentais: a fixa e a progressiva.

O Ponto de Equilíbrio – Christine Carter

O Ponto de Equilíbrio

A autora busca esmiuçar para nós como descobrir o equilíbrio e mantê-lo para vivermos melhor.

Você curtiu também as outras sugestões de leitura? Se preferir, você pode ir diretamente à plataforma 12Min e escolher a obra que mais lhe interessa. As opções de títulos fantásticos e autores renomados são inúmeras.

Como nos ensina Quem mexeu no meu queijo?, temos que evoluir sempre.

Boa leitura e ótimos aprendizados!




A História da Ambev: conheça mais da história da maior cervejaria do mundo

Você já imaginou ganhar quase R$4 milhões de reais por hora? Apesar de parecer um tanto quanto extravagante, trata-se da história de um dos maiores empreendedores do mundo, principal responsável pela fundação da Ambev.
A história da Ambev é mais recente do que você pode imaginar. Há exatos 19 anos, surgiria da fundição entre a Brahma e a Antarctica a gigante Ambev.
Para sermos mais precisos, a história da Ambev pode se iniciar, na verdade, em 1880, quando a Brahma e a Antarctica ainda eram duas cervejarias independentes.
Alguns anos mais tarde desde a fundição das duas cervejarias, mais precisamente em 2004, a empresa belga Interbew adquiriu os direitos da Ambev. Ambas se fundiram, dando surgimento então à InBev, que atualmente é considerada a maior e mais importante cervejaria do mundo.
Desde os primórdios da história da Ambev, já havia ficado claro que os planos da empresa não tinham limites. Atualmente, ela comanda a maior parte do fluxo de bebidas no Brasil e nas Américas. A quantidade de tipos de cerveja que a empresa produz é, sem sombra de dúvida, incomparável com qualquer outra cervejaria.
A história da Ambev tomou proporções gigantescas. Atualmente, ela está presente em 19 países, sendo que só no Brasil ela detém 32 cervejarias. Ao todo, são 30 marcas e mais de 35 mil colaboradores. Números que, com certeza, elevam a Ambev ao status de maior cervejaria do mundo desde sua fusão com a Interbew.

Quem são os fundadores da Ambev?

história da ambev no brasil
A Ambev surgiu da junção de três sócios: Carlos Alberto Sicupira, Jorge Paulo Lemann e Marcel Herrmann Telles. O brasileiro Jorge Paulo Lemann foi o grande responsável pela junção, e é considerado hoje em dia, pela Forbes, o brasileiro mais rico. Sua fortuna é avaliada em aproximadamente R$81 bilhões de reais.
Jorge Paulo Lemann nasceu para ser empreendedor. Desde 1971 já fez grandes aquisições, como a compra da Garantia, uma corretora da bolsa de valores. Dez anos depois, adquiriu as Lojas Americanas, e alguns anos depois, juntamente aos seus sócios, adquiriu outras empresas.
Após alguns anos, já em 1999, foi o responsável pela junção das duas cervejarias que mais tarde dariam início à história da Ambev. Ao longo dos anos, os sócios passaram a construir e adquirir novos empreendimentos, como a fundação da 3G Capital, nos Estados Unidos, a compra do Burger King, da Heinz e Tim Hortons.
Lemann é, além de bilionário, filantropo. Em 2002, criou a Fundação Lemenn, que tem como objetivo financiar parte da rede de ensino público no Brasil, com a missão de melhorar a qualidade de ensino, oferecendo oportunidades melhores para futuros profissionais.
Carlos Sicupira e Marcel Herrmann também estão na lista dos homens mais ricos do mundo. Marcel conheceu Jorge Lemann ainda na corretora do Banco Garantia, onde mais tarde daria surgimento a um trio que revolucionaria a história da Ambev.

Quais são as marcas da Ambev?

Atualmente, a Ambev possui dezenas de marcas. Abaixo segue uma lista com as principais:

  • Antarctica
  • Brahma
  • Bohemia
  • Budweiser
  • Corona
  • Colorado
  • Kronenbier
  • Goose Island
  • Miller
  • Original
  • Patagonia
  • Patricia
  • Polar
  • Skol
  • Skol Beats
  • Skol Ultra
  • Skol 360
  • Pepsi
  • Guaraná Antarctica
  • Gatorade
  • Soda Limonada
  • Água Tônica Antarctica
  • Sukita
  • H2OH!
  • Citrus
  • Lipton Ice Tea
  • Teem
  • Norteña
  • President
  • Wals
  • Liber
  • Leffe
  • Hertog Jan
  • Puerto Del Mar
  • Adriática

Como você pode ver, cervejas artesanais também entram no hall das marcas da Ambev. Como exemplo, temos a Patagonia. A Ambev é responsável pela fabricação de grande parte das cervejas comercializadas no Brasil e no mundo.

Como a Ambev produz a cerveja?

historia da ambev
Todo o processo funciona de forma simples, mas minuciosa. Tudo começa com a seleção de cereais como o malte, do lúpulo e cevada. Todos os ingredientes são criteriosamente escolhidos.
Após a separação dos ingredientes, todos eles são armazenados em condições ideais e então moídos para que se possa dar início ao processo de produção da cerveja.
Quando os cereais passam por esse processo, acabam liberando amido, uma forma de açúcar. Quando entra em contato com o fermento, passa por reações químicas que produzem água, gás carbônico e álcool.
Após esse processo, começa a nova etapa, a de maturação. É nessa hora que a cerveja fica armazenada em recipientes gigantes e adequados à maturação perfeita da cerveja. É nessa etapa, também, que a cerveja começa a tomar forma, como corpo, aroma, textura, etc.
Após o tempo necessário para maturação, a bebida passa por um processo de filtração. Durante esse processo, todos os resíduos são eliminados, fazendo com que ela fique com uma aparência perfeita para que o consumidor final possa degustá-la com todo o prazer.
Chega então a melhor parte, a hora de degustar a cerveja. Durante essa etapa, ela passa por diversos testes para que então, caso seja aprovada, vá direto para o envase, que pode ser feito em diversos recipientes, como latas de alumínio, garrafas de vidro, barris, etc.
A história da Ambev é surpreendente. Escrito por Cristiane Correa, a obra “Sonho Grande” retrata o momento do nascimento da Ambev, decorrente da fusão entre as duas cervejarias e do início de uma grande e duradoura parceria entre os três sócios.
Toda essa trajetória levou apenas 40 anos para se concretizar e se transformar no que é hoje: um verdadeiro império bilionário. Em menos de quatro décadas, um sonho que ainda estava na prancheta saiu do papel e deu vida a uma das maiores empresas do mundo, criando um legado gigante.
O livro destaca aspectos importantes que levaram os três ao sucesso, como a meritocracia, a seleção da equipe trabalhadora, os investimentos necessários, a mentalidade empreendedora e principalmente a redução de custos.
Os sócios ressaltam ainda que é importante tirar as ideias do papel, mesmo quando parecem malucas. No entanto, não é nenhum erro copiar modelos de sucesso que já se consolidaram no mercado.
Afinal, simplicidade é a palavra-chave para o sucesso!

Sonho Grande
_______________________________________________________________________________

Esse artigo foi escrito pela equipe do blog Homini Lúpulo, o blog especialista em cervejas artesanais.

ambev historia




Como preencher um currículo ideal para aquela vaga de emprego

Primeiro emprego ou não, saber como preencher um currículo ideal é sempre um desafio para quem busca uma oportunidade no mercado. Então, vamos ensinar alguns segredos para você!

O currículo ainda é o documento mais importante na apresentação de um candidato às vagas de empresas. Independentemente de já ter ou não trabalhado, dá para chegar em um ótimo resultado, se você souber como fazer um currículo perfeito.

É exatamente nesta questão que percebemos o quanto jovens ou os mais experientes profissionais esbarram.  Ou seja, informações contraditórias ou desnecessárias, ausência de dados ou características importantes, além da formatação errada, são apenas alguns dos erros mais comuns.

Pensamos, então, em como ajudar você a evitar esses erros e sair daquele modelo trivial. Assim, vamos lhe mostrar o que é preciso para elaborar um currículo simples, objetivo e que colocará você em destaque entre seus concorrentes.

Existe um modelo de currículo ideal?

como preencher um curriculum vitae

Queremos começar respondendo essa questão, porque é bem comum que essa pequena confusão exista. Ou seja, não há um modelo de currículo ideal. Cada empresa tem um olhar diferente e vai desejar formatos, consequentemente, diferentes também.

Então, qual o segredo? A resposta é: conhecer bem a empresa para a qual você está se candidatando. Esse é o primeiro passo de como fazer um currículo perfeito.

Você pode sim manter aquele modelo padrão impresso para emergências, mas se você tem tempo para se preparar, leia mais sobre o local onde quer trabalhar, saiba quais as missões e valores da empresa, conheça o processo seletivo e, então, ofereça tudo isso em seu documento.

Outra dica é conseguir desenvolver o seu poder de persuasão. Isso é válido, principalmente, para profissionais com pouca experiência no mercado que desejam atuar. A forma como você convence seu recrutador de que ele já tem o candidato ideal faz toda diferença.

Currículo ou Curriculum?

Algumas pessoas afirmam que se escreve Currículo e outras já defendem que o termo Curriculum é o que tem a grafia correta. Se você também tem essa dúvida, não precisa se preocupar.

Na verdade, os dois termos podem ser utilizados e são reconhecidos pela gramática portuguesa. A diferença entre eles é que Currículo está em português e Curriculum é a palavra em latim.

Para não errar, há uma regra muito simples. Se você optar por escrever Curriculum em seu documento, jamais esqueça também do termo Vitae. Somente assim o termo estará de fato correto e não prejudicará você, caso o entrevistador leve em conta esse detalhe.

Outra dica importante para esse uso é que você precisa escolher um dos dois termos para utilizar em seu currículo. Jamais comece o documento com um e utilize o outro no meio do texto.

Como preencher um currículo

Entendido as duas dicas acima, agora vamos mostrar como fazer um currículo perfeito e sem erro. Separamos cada parte do seu documento em um tópico com dicas individuais.

Dados pessoais

Sim, eles são essenciais para seu currículo, pois, é como a empresa entrará em contato com você posteriormente para uma segunda entrevista. O erro de muitos profissionais está em exagerar nos dados pessoais, na hora de ver como preencher um currículo.

A não ser em casos onde a empresa solicita a informação, dados como seu CPF e RG não são importantes. Nome dos pais, local de nascimento e outros dados similares também podem ser descartados.

Neste campo você precisa colocar apenas seu nome completo, um telefone e e-mail para contato. É bem relevante destacar o endereço de um perfil de redes profissionais, como o LinkedIn, caso você as utilize.

Você precisa também observar detalhes:

  • Se escolheu colocar esse perfil, também revise-o para saber se todas as informações estão corretas, iguais ao seu currículo e atualizadas;
  • Cuidado com o e-mail que você coloca em seu currículo. O mais indicado é ter um endereço objetivo, com seu nome e sobrenome e de fácil memorização. Apelidos, nomes de personagens e outros tipos podem contar negativamente no processo seletivo.

Mensagem de apresentação para currículo e qualificações profissionais

A mensagem de apresentação é um item que muitos discutem quando o assunto é como preencher um currículo. A nossa dica é que você prepare, com poucas palavras, uma descrição de como você é como pessoa e como profissional. Existem empresas que solicitam uma carta de apresentação, e, somente neste caso, você pode produzir um documento separado e maior.

Dicas importantes:

  • Não produza um texto muito focado em suas qualidades apenas. Aprender a controlar o ego nesse momento é muito importante;
  • Evite informações irrelevantes, como “pontual”, “assíduo ao trabalho”, “proativo” ou outros qualitativos semelhantes. Esses termos acabam por serem redundantes. Mostre o que você tem de diferencial, como por exemplo, qual o seu propósito de vida.

Área de atuação e formação profissional

Aqui, você precisa especificar a sua área de atuação. Defina bem o que você pretende com o currículo. Evite colocar nome de vagas, pois isso pode causar uma desclassificação durante uma seletiva. Coloque informações como “Jornalismo”, “Advocacia”, “Publicidade”, “Enfermagem”. Isso amplia mais as suas chances de ser chamado para uma entrevista.

Na sua formação, não é preciso colocar todo o seu histórico escolar e de graduação, como muita gente faz. Lembre-se da dica que deixamos no início do post: mostre para a empresa o currículo que ela deseja ver.

É importante também você incluir apenas formações que podem ser comprovadas, por meio de diplomas ou certificados. Caso esse seja o seu primeiro emprego e você sente a necessidade de ter algo para preencher neste campo, pode se matricular em diversos cursos online com certificação, para adquirir mais conhecimento na área que deseja atuar.

Cuidado com as experiências profissionais anteriores

Lembra quando falamos que é importante conhecer a empresa para a qual você vai se candidatar? Neste momento essa informação vale ouro! Imagine, por exemplo, que você deixou currículo para uma empresa e, em suas experiências profissionais anteriores, tem um cargo em companhias que ferem essas missões e valores?

Exemplificando melhor. Se você vai trabalhar em uma instituição de defesa dos animais, mas um de seus antigos trabalhos foi em uma empresa que testava produtos nesses bichinhos, as suas chances de conseguir o cargo reduzirão consideravelmente.

Você também não precisa colocar todos os antigos empregos. Um número de dois ou três é o suficiente. Deixe discriminado o nome da empresa, o cargo que você exerceu, o tempo de trabalho e uma pequena descrição das suas funções.

Cursos complementares e idiomas

Essa é uma grande dúvida da maioria dos profissionais. Assim como indicamos mais acima, só coloque informações de cursos que você tem como comprovar a certificação. A escolha de quais serão expostos em seu currículo depende muito da vaga desejada. Destaque aqueles de relevância para a empresa e que você cogita que será uma informação complementar válida para seu entrevistador.

Dicas úteis sobre o que precisa para fazer um currículo

como preencher um currículo passo a passo
  • Observe a linguagem e a gramática. Revise sempre o seu currículo antes de enviar para a empresa. Os erros de linguagem e gramática com certeza contarão de forma negativa para você;
  • Esqueça fotos e recursos gráficos elaborados. As fotos em currículo causam até uma discussão, mas se a empresa não solicitou, você não precisa colocar. Se incluir foto, cuidado com uso de filtros ou outros recursos gráficos para não prejudicar sua imagem;
  • Não é preciso agradecer no final. Um erro também muito comum é um “Atenciosamente” ou similares quando termina a descrição do documento. Esse tipo de cumprimento deve ser colocado apenas em cartas de apresentação;
  • Cuidado também com layouts e formatos excêntricos. É comum ver modelos de currículos muito coloridos ou cheios de firulas na internet. Guarde toda a sua criatividade para o que você vai escrever. Ou seja, o mais indicado é ainda aquele documento em folha branca, letra em fontes simples e sempre preta. Caso você opte por fazer um currículo criativo, esteja confiante de que ele dará certo!

O que, definitivamente, você deve tirar do seu currículo

Você já sabe o que colocar em seu currículo para fazê-lo de destacar no meio de uma pilha de outros documentos dos seus concorrentes. Mas, se você quer mesmo criar uma imagem positiva junto aos recrutadores, tome outro cuidado valioso. Ou seja, elimine de vez algumas informações.

No texto acima, nós já mencionamos algumas dicas de ouro, como não colocar fotos, não encher o documento de cores e firulas, não se exceder na relação e empregos e experiências anteriores etc.

Agora, anote aí outras 3 coisas que você precisa tirar do seu currículo, segundo os especialistas. Veja:

Objetivo

Isso é coisa do passado e ainda pode entediar o recrutador. Então, substitua essa parte chata por uma declaração sumária.

Páginas 2, 3, 4…

A não ser que você tenha algo extremamente relevante a dizer sobre a vaga para a qual está concorrendo, seja sucinto. Resuma suas melhores habilidades, as experiências e projetos de sucesso em apenas uma página.

Interesses pessoais e hobbies

Deixe esses assuntos para o momento da entrevista com o recrutador, caso seja do interesse dele. Acrescentar esses dados somente se justifica se eles impactarem positivamente em suas qualificações para o cargo desejado.

Então, conta para nós nos comentários. Você conseguiu aprender como elaborar um currículo ideal? Ficou bem mais fácil com certeza depois dessas dicas, não é mesmo? Agora, você pode sair na frente!

Para ajudá-lo ainda mais a conquistar um lugar de destaque, que tal aprender um pouco sobre marketing pessoal, com o microbook que você encontra no 12min?

Marketing Pessoal




5 Passos para Montar uma Biblioteca em Casa

Seja onde for, ler é sempre uma maravilha, não é mesmo? Ler expande nossos horizontes, estimula a imaginação, melhora o vocabulário e, de quebra, nos tira da rotina louca por um tempo. Nada como preencher o tempo ocioso com uma boa leitura ou um novo aprendizado ou passar um tempo em uma biblioteca.
Se você dispõe de pouco tempo livre, pode usar o aplicativo do 12min nos intervalos entre os afazeres, nos momentos para relaxar, na hora do almoço ou voltando para casa, no ônibus ou metrô, conhecer grandes obras e garantir um aprendizado por dia.
Porém, se você gostar muito de uma das obras oferecidas e quiser aproveitar todas as ideias do livro, pode comprá-lo na versão física, porque paixão por livros a gente entende completamente e não julga. E é exatamente por isso que preparamos 5 passos para você montar uma biblioteca em casa.

1. Encontre o espaço ideal

como montar uma bliblioteca em casa 12 minutos 1
ODVO Arquitetura e Urbanismo

Não precisa ser um lugar gigantesco como as bibliotecas de filmes (mas tudo bem também, se for). Um espaço na sala de estar ou no home office com uma prateleira espaçosa e uma poltrona confortável para aproveitar a leitura completamente já transformam um pequeno cantinho em uma biblioteca particular.

2. Providencie uma poltrona de qualidade

como montar uma bliblioteca em casa 12 minutos 2
RBP Arquitetura e Interiores

Provavelmente, você vai passar um bom tempo espalhado na poltrona, lendo por quanto tempo tiver disponível. Então, é importante que ela seja de qualidade e muito confortável!

3. Aproveite a luminosidade das janelas

como montar uma bliblioteca em casa 12 minutos 3
Duda Senna

A luminosidade do dia é muito importante para sua biblioteca em casa, pois é mais gostoso ler aproveitando a luz natural. Além disso, você pode também economizar energia.

4. Invista em uma luminária

como montar uma bliblioteca em casa 12 minutos 4
Bruno Gap

Se a leitura se estender por horas a fio e a noite chegar, é bom ter por perto uma luminária bonita e funcional, para iluminar e deixar a área de leitura e a biblioteca mais aconchegantes.

5. Organize e use a criatividade!

como montar uma bliblioteca em casa 12 minutos 5
A sua biblioteca em casa tem que ter a sua cara e ser uma extensão de você. Por isso, encontre inspirações de organização dos livros, busque a prateleira que atenda ao número de volumes que você tem (e os que você quer) e decore de forma criativa e charmosa. Você com certeza vai se sentir muito melhor em um ambiente assim.
Aprendeu os passos para montar uma biblioteca em casa? Agora só falta organizar um clube do livro, como fez o próprio Mark Zuckerberg – veja as dicas de leitura que ele deu!

____________________________________________________________

como montar uma biblioteca em casa logo viva decora  Texto escrito pela equipe da Viva Decora.




10 motivos para você aprender a escrever bem

Muitas pessoas concordam que escrever bem é uma arte. Mas talvez essa seja uma das principais barreiras para tentarem se aperfeiçoar e dominar essa habilidade.
Você provavelmente já ouviu frases como “escrever não é para mim” ou “para fazer isso é preciso ter o dom”, e pode ser que você até já tenha dito algo parecido.
Mas será que é realmente assim? Na verdade, a escrita é uma arte que pode —  e deve  —  ser aprendida e aperfeiçoada.
Desistir de aprender a escrever bem significa fechar as portas para muitas oportunidades incríveis, tanto pessoais quanto profissionais.
Quer saber de que oportunidades estou falando? Então veja 10 motivos pelos quais vale a pena aprender a escrever bem!

O que, exatamente, está envolvido em escrever bem?

Antes de nos aprofundar nas razões para você aprender a escrever bem, é importante esclarecer o que, exatamente, está envolvido nisso.
A ideia de escrever bem pode ter diferentes significados para cada pessoa, mas neste artigo ela tem o sentido de contar histórias interessantes e relevantes, que sejam úteis e agradáveis para os leitores.
É claro que isso envolve um bom uso das normas gramaticais, mas não se limita a elas. Um texto pode ser gramaticalmente perfeito e ainda assim não ser bem escrito.

10 motivos para você aprender a escrever bem

Agora que ficou claro o que significa escrever bem, vamos pular direto para os 10 motivos que devem levar você a aprender essa habilidade que pode mudar a sua vida.
Basicamente, ao aprender a escrever bem você encontra oportunidades que de outra forma seriam mais difíceis, ou até inviáveis, como:

1. Ganhar dinheiro com blog

Ganhar dinheiro e até viver de blog, é um sonho profissional para muitas pessoas. Mas esse não precisa ser apenas um sonho!
É perfeitamente possível criar um blog de sucesso!
Mas como você deve imaginar, escrever bem é um dos requisitos para ganhar dinheiro com blog. Afinal, a frase “conteúdo é rei” não foi cunhada à toa.
Por melhor que seja o layout, a pesquisa de palavras-chave ou a escolha dos temas, as pessoas não vão se engajar se o conteúdo for mal produzido e desinteressante.
Então, se você quiser transformar o sonho de ter um blog rentável em realidade, é indispensável aprender a escrever bem.

2. Trabalhar como freelancer

Outra oportunidade que se abre para quem sabe escrever bem é a de trabalhar como redator ou revisor freelancer.
Com a crescente demanda por conteúdo de qualidade, cada vez mais empresas estão buscando pessoal capacitado para exercer essas funções (nós somos uma delas!).
Mas o trabalho como freelancer é muito amplo, e pode envolver uma série de atividades, incluindo algumas que não estão diretamente relacionadas com produção de conteúdo.
Nesses casos, é até possível atingir certa medida de sucesso. Mas você consegue se lembrar da definição de boa escrita que estamos usando nesse post?
Com uma boa habilidade de escrita, você poderá promover o seu trabalho de maneira mais completa e chamar a atenção de clientes melhores.

3. Fazer Marketing de Conteúdo com sucesso

O Marketing de Conteúdo é uma das estratégias mais valiosas que qualquer empresa ou profissional pode usar hoje, e seus benefícios já não são mais segredo para ninguém.
Por conta disso, há grandes chances de que, em um momento ou outro, você tenha de trabalhar em uma estratégia desse tipo, seja produzindo conteúdo ou auxiliando de alguma forma quem faz isso.
Mas se não souber escrever bem, qual o real valor que você vai conseguir gerar para a empresa? Que resultados será capaz de apresentar?
Por outro lado, ter a escrita apurada aumentará muito suas chances de fazer um bom trabalho e até se destacar nas tarefas recebidas.
Por consequência, isso o habilitará a trabalhar com Marketing de Conteúdo em qualquer tipo de empresa, ou seja, aumentará muito suas chances de ter sucesso na carreira.

4. Encontrar melhores oportunidades na carreira

Quem escreve com habilidade também faz melhor uso do marketing pessoal, que pode ser muito útil para criar oportunidades melhores na carreira.
Isso pode ser feito de várias formas, como manter um blog pessoal, criar um projeto interessante e torná-lo disponível para outros ou simplesmente por se destacar no dia a dia do trabalho.
O fato é que pessoas que sabem fazer um bom marketing pessoal e se aproveitam da escrita para isso chamam mais facilmente a atenção de quem está em posições de liderança nas empresas.
Isso pode representar promoções, ofertas de emprego, ofertas de cursos e treinamentos diferenciados e outros benefícios que levarão ao seu crescimento profissional.

5. Se comunicar melhor com outros

Além dos benefícios profissionais, já bem destacados até aqui, é sempre bom levar em conta o que isso pode trazer de benefício a nível pessoal.
De forma geral, saber escrever bem certamente vai ajudar você a se comunicar melhor com outros. Não sabe o que uma coisa tem a ver com outra?
Ao produzir conteúdo, seja ele qual for, precisamos pensar nas pessoas que vão consumi-lo. Como elas pensam? De que forma encaram o assunto? Por que entendem a situação assim?
Em outras palavras, o escritor precisa de empatia, a habilidade de se colocar no lugar de outra pessoa.
E quando isso se torna um hábito, é mais fácil demonstrar a mesma qualidade ao se relacionar com outros de forma direta.

6. Aumentar a capacidade de aprendizado

Se você já ouviu alguém dizer que uma das formas de aprender a escrever bem é por ler muito, saiba que é a mais pura verdade!
Mas o que eu não sei é se você já ouviu que escrever também vai ser de ajuda na hora da leitura. Ficou surpreso? Pois é, quem tem o hábito de escrever consegue compreender melhor o que lê.
Aliás, você vai compreender melhor não apenas o que ler, mas qualquer forma de aprendizado que consumir, seja por meio de áudio, vídeo ou imagens.
A razão dessa melhora é que o hábito (tanto de ler quanto de escrever) torna mais fácil assimilar as informações recebidas e aplicá-las no dia a dia.

7. Lidar melhor com problemas

Resolver problemas, em especial quando estamos falando de marketing, muitas vezes requer um pensamento analítico e, ao mesmo tempo, capacidade de inovar.
Escrever ajuda a estimular essas duas habilidades, além de contribuir para que você mantenha a concentração necessária na solução, em vez de se deixar levar pelo problema.
Em um ambiente corporativo dinâmico, em que os prazos são sempre apertados e a cobrança por resultados costuma ser grande, permanecer calmo e pensar nas soluções com agilidade é um recurso e tanto.
Mais do que isso, os problemas pessoais e imprevistos da vida pessoal também exigem inteligência emocional e equilíbrio, que vem de saber resolver problemas.

8. Aumentar o poder de persuasão

Quantas vezes por dia você precisa convencer alguém de algo?
Passar um conceito novo que o chefe faria bem em implementar, ou aquele favor que um colega não está muito disposto a fazer, mas que salvaria o dia são algumas das batalhas diárias que temos de enfrentar.
Sabia que aprender a escrever bem pode ajudar você nisso também? Ao produzir conteúdo, estamos de uma forma ou outra tentando convencer alguém de algo.
Este artigo mesmo quer lhe convencer a melhorar sua capacidade de escrita.
E é preciso encontrar bons argumentos para levar os leitores a se convencerem de que a ideia proposta realmente vale a pena.
Pensando bem, escrever é um exercício de persuasão. Quanto melhor você se sair na escrita, mais habilidoso se tornará em convencer outros.

9. Estimular a criatividade

Se já é sabido que ler estimula a criatividade, por nos colocar em contato com diferentes universos e situações, nos fazer viajar por diversas épocas e lugares, escrever nos leva ainda mais longe.
Afinal, é você que tem a missão de fazer com que seus leitores raciocinem, imaginem ou se convençam da sua mensagem, e precisa criar formas interessantes de fazer isso.
A criatividade que vem de produzir conteúdo bem escrito pode ajudar em muitas situações, seja para resolver os maiores problemas de trabalho ou apenas para se divertir no fim de semana.

10. Melhorar o foco

Foco é uma das qualidades mais importantes que podemos desenvolver. Quer um exemplo?
Reveja as 9 dicas anteriores, e vai conseguir rapidamente perceber que o foco se encaixa em cada uma delas. Logo, fica evidente que a escrita ajudará você a melhorar seu foco.
Ele é essencial para definir metas, e mais ainda para cumpri-las. Foi importante para trazer você até este ponto da leitura, e será mais ainda para levá-lo a agir com base no que encontrou nela.
Foco
Aprender a escrever bem leva tempo, exige muita prática e tem suas dificuldades. Mas vimos motivos mais do que suficientes para embarcar nessa jornada. O melhor de tudo é que você tem todas as ferramentas à disposição para alcançar esse objetivo.
E aí, aceita o desafio? Então veja este guia que vai ensinar alguns dos passos mais importantes para te ajudar a escrever bem e obter resultados com seu conteúdo!
________________________________________________________________________________
Esse post foi escrito pela equipe do Marketing de Conteúdo.