[Webinar] Entendendo o Growth Hacking com Bernardo Jaber

Já ouviu falar em growth hacking? Esse termo está em alta e tende a ser cada vez mais abordado, principalmente quando trata-se de empresas inovadoras.

Com a parceria Webinsider + 12min, toda semana lançamos uma webinar com a participação de um empreendedor ou algum nome forte em sua área de atuação. Nesta semana, o bate-papo foi com Bernardo Jaber, Gerente de Marketing da Xerpa e um dos maiores especialistas do Brasil quando se fala em Growth Hacking.

A Xerpa é uma plataforma completa de RH, que surgiu com o intuito de desburocratizar processos e centralizar informações.

Durante a conversa, Bernardo Jaber contou sobre sua trajetória até se tornar um growth hacker e deu dicas de como se especializar na área. Além disso, falamos sobre os desafios implementar a cultura de Growth Hacking em uma empresa e até demos exemplos de growth na prática.

Veja o Webinar Webinsider + 12min Entendendo o Growth Hacking na íntegra:

 

Gostou? Então, deixe seu comentário aqui embaixo e inscreva-se no canal do 12min no YouTube para conferir todos os próximos webinars 🙂

[Webinar] Empreendendo de Zero a Um com João Augusto Campos

Tem vontade de empreender, mas não sabe por onde começar? Com a parceria Webinsider + 12min, toda semana lançamos uma webinar com a participação de um empreendedor ou algum nome forte em sua área de atuação.

Para o bate-papo desta semana, convidamos João Augusto Campos, CEO do Nectar CRM, uma plataforma completa para quem quer crescer.

Durante a conversa, João contou sua trajetória como empreendedor e a história do Nectar. Por melhor que seja, empreender, principalmente no Brasil, não é nada fácil. Neste webinar, entenda também quais são os principais desafios dessa jornada e algumas dicas para quem quer encará-la. Ter mentores para o seu negócio, por exemplo, pode ser um bom começo.

Veja o Webinar Webinsider + 12min Empreendendo de Zero a Um na íntegra:

 

Gostou? Então, deixe seu comentário aqui embaixo e inscreva-se no canal do 12min no YouTube para conferir todos os próximos webinars 🙂

[Webinar] A Importância do Marketing e RP com Pedro Filizzola

Com a parceria Webinsider + 12min, toda semana lançamos um webinar com a participação de um empreendedor ou algum nome forte em sua área de atuação.

O nosso papo desta semana foi com Pedro Filizzola, CMO da Samba Tech – empresa líder na América Latina em soluções para vídeos online. O Pedro começou sua jornada como estagiário e hoje, além de CMO, é referência no Brasil quando se fala de marketing digital e relações públicas. Sua trajetória de carreira coincide com a trajetória da Samba Tech e é sobre isso que conversamos.

No papo, você também irá conferir os desafios de crescimento enfrentados por ele e pela Samba, bem como hacks de marketing, RP e produtividade, e, claro, dicas de leitura sobre o assunto!

Veja o Webinar Webinsider + 12min A Importância do Marketing e RP com Pedro Filizzola na íntegra:

Gostou? Então, deixe seu comentário aqui embaixo e inscreva-se no canal do 12min no YouTube para conferir todos os próximos webinars 🙂

👉 Ganhe 7 dias de acesso grátis ao app 12min! Compartilhe algum dos webinars com a hashtag #12min

[Webinar] Desvendando o CRO com Rafael Damasceno

Com a parceria Webinsider + 12min, toda semana estamos lançando um webinar com a participação de um empreendedor ou algum nome forte em sua área de atuação.

O nosso 2º webinar foi com Rafael Damasceno, fundador da Supersonic. A Supersonic é uma empresa especializada em CRO (Conversion Rate Optimization) e o Rafael foi o primeiro a trazer esse conceito para o Brasil.

No papo, Damasceno explora esse conceito, discute a importância de um site na estratégia de uma empresa e ainda conta um pouquinho sobre a sua experiência como empreendedor. De quebra, ele dá várias dicas de leitura sobre otimização de conversão!

Confira o Webinar Desvendando o CRO com Rafael Damasceno na íntegra:

Gostou? Então, inscreva-se no canal do 12min no YouTube para conferir todos os próximos webinars 🙂

Webinar Webinsider + 12min convida Vitor Peçanha

Tem vontade de empreender, mas não sabe por onde começar? Com a parceria Webinsider + 12min, toda semana lançaremos uma webinar com a participação de um empreendedor ou algum nome forte em sua área de atuação.
Para começar com o pé direito, o nosso 1º Webinar Webinsider + 12min foi com Vitor Peçanha, co fundador e head de customer success na Rock Content. Para quem não conhece, a Rock Content é a empresa que é uma das maiores referências em marketing de conteúdo do Brasil.
Durante o papo, Vitor Peçanha falou um pouco sobre sentir o momento certo para a decisão de empreender, contou como foi o nascimento de sua empresa e citou os principais aprendizados adquiridos nesse processo.
Além disso, a conversa foi para o campo da cultura corporativa, algo que é muito forte na Rock Content e deve ser um dos pilares de qualquer negócio que visa se perpetuar no mercado. Afinal, já parou para pensar em como é difícil cultivar essa cultura em todos os funcionários e fazer com que os novos já entrem com a mesma mentalidade?
Para finalizar, Peçanha deu diversas dicas de produtividade e contou um pouquinho sobre seus livros favoritos, como “A Arte de Fazer Acontecer” e o de sua própria autoria, “Obrigado Pelo Marketing”.
Confira o webinar na íntegra:

 
Gostou? Então, deixe seu comentário aqui embaixo e inscreva-se no canal do 12min no YouTube para conferir todos os próximos webinars e até outros vídeos com dicas de leitura 🙂

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas – Ensinamentos do Livro

Você provavelmente gostaria de conhecer mais pessoas e fazer novos amigos, certo? E o que acha de ser capaz de influenciar quem está à sua volta? Essa é uma habilidade espetacular, que pode transformar a sua vida tanto no aspecto pessoal quanto profissional. É por isso que resolvemos trazer para você os ensinamentos do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.
Esse livro, escrito por Dale Carnegie, é um clássico. Para você ter ideia, ele teve a sua primeira publicação na década de 40 e está na sua 51º edição. Mas não pense que está ultrapassado, porque ele permanece atualíssimo!
O livro é dividido em princípios, que são regrinhas simples, que, quando seguidas, fazem com que você seja mais admirado e capaz de saber como influenciar pessoas e fazer amigos.
Preparado?
resumo do livro como-fazer-amigos-e-influenciar-pessoas-12-minutos

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas

Como lidar com pessoas

Princípio 1: nunca critique, condene ou reclame!
Sabe aquela pessoa que vive reclamando da vida? Para ela, sempre tem algo ruim. Criticar os outros, então, se tornou rotina. E isso afeta aqueles que estão ao redor! Todos ficam para baixo e as vítimas da crítica ficam ressentidas e com o orgulho ferido.
No livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Carnegie sugere que comecemos a observar se nós temos esse hábito e nos colocar no lugar do outro. Nós também temos nossos defeitos, não é? Esse autoconhecimento é muito importante e pode ser treinado!
Princípio 2: demonstre sua apreciação pelas pessoas.
Se você quer convencer uma pessoa de fazer algo, você deve despertar o desejo nela. E quer forma melhor de motivar e incentivar alguém do que demonstrando sua apreciação?
Mas atenção! Nada de bajulação. Estamos falando de elogios sinceros.
Princípio 3: atente-se ao objetivo do outro.
Nunca se esqueça de que o que você quer não é necessariamente o que o outro também quer. As pessoas têm objetivos diferentes, então, se você quer convencer alguém, primeiramente, coloque-se no lugar dele.

Como fazer com que os outros gostem de você

Princípio 1: demonstre interesse.
Esse primeiro princípio parece simples, mas muitos o deixam de lado. Em Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Carnegie afirma que se você quer que os outros gostem de você, você deve mostrar que faz questão deles também! Inclusive, sem deixar de lado os “menos importantes”.
Cumprimente todos e olhe nos olhos.
Princípio 2: sorria, você está sendo observado.
Afinal, um sorriso não custa nada a ninguém e deixa todos à sua volta mais felizes. Isso sem contar que uma pessoa que demonstra felicidade acaba se sentindo mais feliz também. Pode experimentar!
Princípio 3: lembre-se dos nomes.
Já reparou que a palavra mais bonita para nossos ouvidos é o nosso próprio nome? Pois é. E isso vale para todos! Se você quer conquistar as pessoas, chame-as pelo nome sempre que possível.
Princípio 4: saiba ouvir e demonstrar interesse pelo que os outros têm a dizer.
Se couber, faça perguntas e ouça atentamente a resposta. Nunca interrompa.
Princípio 5: procure saber sobre os interesses do outro.
Isso é essencial para que, em uma conversa, você possa abordar esses assuntos e garantir a atenção do outro. Além de uma boa conversa, você aprenderá sobre novos temas.
Princípio 6: faça com que o outro se sinta importante.
No livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Carnegie nos alerta que é bem comum as pessoas se sentirem superiores umas às outras. Portanto, para mostrar que você não é assim, abuse das palavrinhas mágicas, seja generoso e elogie.

Como convencer os outros

Princípio 1: evite discussões.
Como bem disse Dale Carnegie, a única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a.
Uma pessoa que perde uma discussão nunca é realmente convencida e influenciada por você. Além, claro, do ressentimento gerado. Isso não é nada bom! Lembre-se de que “quando um não quer, dois não brigam”. Em último caso, se surgir uma discussão, ouça o outro lado e admita que você pode estar errado.
Princípio 2: nunca diga ao outro que ele está errado.
Pegando um gancho no princípio anterior, as pessoas não gostam de saber que estão erradas, muito menos gostam de ser apontadas pelo erro.
Se você discorda de uma opinião alheia, só exponha o seu lado se o outro realmente quiser saber sua opinião. E, ainda assim, faça de maneira sutil, dizendo algo como “posso estar errado, mas eu penso diferente de você”.
Princípio 3: exponha seus erros.
Nem sempre você está certo, não é mesmo? E, ao perceber o erro, a tendência de muitos é se justificar. Não caia nessa! Seja honesto consigo mesmo e com os outros.
Princípio 4: não imponha, seja amigo.
Dale Carnegie acredita que a gentileza e a amizade são sempre mais fortes do que a própria força. Ou seja, não tente impor nada. Quando você se mostra uma pessoa amiga e sincera, as pessoas tendem a concordar com você e cooperar.
Princípio 5: faça o outro dizer “sim”.
Transformar um “não” em um “sim” é muito difícil. Então, sempre comece uma conversa com os pontos com os quais você e o outro concordam. Faça as perguntas certas, que naturalmente levam a pessoa a dizer “sim”. Com o encaminhar da conversa, você verá que ficará mais fácil conquistar o outro.
Princípio 6: fale pouco.
Em Como Fazer Amigos e Influenciar pessoas, Dale Carnegie também expõe que quando as pessoas acreditam que estão certas, tendem a falar demais, sempre tentando convencer os outros.
O que nos é proposto é justamente o oposto. Ouça bastante, não discorde e encoraje a pessoa a continuar. Deixe que ela fale até se satisfazer. Só fale de você e de seus feitos se te perguntarem.
Princípio 7: esqueça que a ideia foi sua.
Às vezes, precisamos esquecer quem foi realmente o pai da ideia para focar nos resultados. As pessoas, no geral, valorizam mais as ideias que são delas. Assim, faça suas sugestões, mas deixe que o outro tire suas próprias conclusões. Isso será um estímulo à ação.
Princípio 8: coloque-se no lugar do outro.
Ao se perguntar “como eu reagiria se fosse o outro?”, você começa a entender melhor as motivações dele. Logo, você saberá como dirigir melhor a conversa e se tornará mais fácil ser tolerante e compreensivo.
Isso é a empatia, um dos princípios da inteligência emocional!
Princípio 9: seja solidário.
Todas as pessoas precisam de solidariedade e atenção. Diga sempre “eu entendo” ou “eu também me sinto assim”. Você pode, inclusive, usar isso para transformar uma hostilidade em amizade.
Princípio 10: busque apelar a motivos nobres.
Segundo Carnegie, a maioria das pessoas é honesta e quer honrar seus compromissos. Logo, na maior parte das vezes, as pessoas vão agir favoravelmente se sentirem que você as considera honestas, corretas e justas.
Princípio 11: seja dramático e saiba expor a verdade.
Muitas vezes, falar a verdade não basta. Você deve contá-la de forma vivida, interessante e dramática, para chamar a atenção do outro.
Portanto, aprenda a expor melhor suas ideias, a fim de tocar os corações das pessoas.
Princípio 12: seja desafiador.
Todos nós temos um desejo de conquistar e gostamos de uma competição. Então, se nenhum dos princípios deu certo até agora, lance um desafio.

Como ser líder

Princípio 1: elogie antes de criticar.
Como líder, você com certeza vai passar por inúmeras situações em que terá que fazer críticas construtivas. Uma boa dica nesse caso é começar a conversa com um elogio. Ele funcionará quase que como uma anestésico.
É como disse Ben Horowitz em seu best seller The Hard Things About Hard Things, trata-se da estratégia do “shit sandwich” (isso mesmo, sanduíche de merda). Você começa com um elogio, faz a crítica e depois elogia novamente. Só tome cuidado com executivos maduros. Como o próprio Horowitz explica, eles tendem a encarar esta abordagem como ensaiada e não sincera, por isso ela funciona melhor com colaboradores mais juniores.
Princípio 2: critique indiretamente.
Como é bem sabido, a maior parcela da população tem dificuldades em lidar com críticas. Assim, Carnegie sugere que sejamos mais indiretos no momento da crítica. Uma dica é substituir o “mas” ou o “porém” por “e”. Isso irá gerar uma sensação de desafio.
Princípio 3: comece falando dos seus erros.
Uma maneira de falar com o outro sobre os defeitos dele é começar falando dos seus. Em Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, o autor nos sugere que sejamos humildes e mostremos que nós também cometemos erros no passado. O outro ficará bem mais aberto a receber nossas críticas.
Princípio 4: não dê ordens.
O que pode parecer contraditório de início, na verdade, não é. Um líder, claro, precisa delegar funções. Mas o que nos é proposto aqui é, ao invés de dar ordens, fazer perguntas como “o que você acha de fazermos [esforço desejado]?”.
Essa estratégia estimula a criatividade e a proatividade.
Princípio 5: não passe por cima dos sentimentos do outro.
Ao invés de enfatizar a falta de capacidade do outro, enfatize a falta de experiência. É importante que ele não perca a auto-estima.
Princípio 6: incentive para o sucesso.
Mesmo ao menor sinal de progresso, incentive. Isso estimula o outro a progredir mais. Lembra dos elogios que você recebeu ao longo da vida que o fizeram evoluir como pessoa? É exatamente isso.
Princípio 7: dê ao outro uma boa reputação.
Se você tratar o outro dando a ele uma reputação, ele viverá à altura. Para isso, trate-o como se ele tivesse uma habilidade que você quer desenvolver, sempre o estimulando.
Princípio 8: torne as falhas fáceis de serem corrigidas.
Mostre sempre que você confia na capacidade do outro de se desenvolver. Mostre que é fácil corrigir uma falha do outro, de forma que ele não perca a motivação.
Princípio 9 deixe o outro feliz por seguir seus conselhos.
Que tal dar autoridade para quem aceita suas decisões? O reconhecimento estimula o desenvolvimento.

Trechos do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas

Aqui vão algumas frases do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas que são bem interessantes:

  • “Tente a sua sorte! A vida é feita de oportunidades. O homem que vai mais longe é quase sempre aquele que tem coragem de arriscar.”
  • “Você nunca alcança o sucesso verdadeiro a menos que você goste do que está fazendo.”
  • “A felicidade não depende do que você é ou do que tem, mas exclusivamente do que você pensa.”
  • “Muitas das coisas mais importantes do mundo foram conseguidas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver mais nenhuma esperança de sucesso.”
  • “A crítica é fútil, porque coloca um homem na defensiva, e, comumente, faz com que ele se esforce para justificar-se. A crítica é perigosa, porque fere o precioso orgulho do indivíduo, alcança o seu senso de importância e gera o ressentimento.”
  • “As pessoas que sorriem tendem a dirigir, ensinar e vender com muita eficiência, além de criar filhos mais felizes. Existe mais informação num sorriso do que numa expressão carrancuda.”

Como fazer amigos e influenciar pessoas na era digital

resumo do livro como fazer amigos e influenciar pessoas 12 minutos 2
Essa obra é essencial para quem quer aprimorar suas relações interpessoais. Claro que não dá para imaginar que vai ser tudo mil maravilhas! Os conhecimentos apresentados em Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas funcionam grande parte das vezes e para a grande maioria das pessoas, mas não garantimos 100% de eficácia.
Principalmente na era que estamos vivendo, onde o comportamento das pessoas tem mudado. De acordo com o livro Marketing e Comunicação na Era Pós-Digital, nós nem sequer vivemos mais na era digital, mas na pós-digital. Para o autor, Walter Longo, essas mudanças estão atingindo o consumo e transformando novamente as relações entre marcas e pessoas, empresas e comunidades, gestores e colaboradores.
E isso é fato. Não foi atoa que, recentemente, lançaram um complemento à obra de Dale Carnegie: Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas da Era Digital. Um dos grandes ensinamentos dessa obra é complementar ao princípio que diz que devemos falar menos e ouvir mais. O autor afirma que as pessoas, mais do que nunca, querem ser ouvidas. Por isso há tanta exposição na internet!
E como você ja deve saber, as ferramentas web já antecipam e sugerem coisas que possam ser relevantes para você, considerando seus hábitos de navegação. Se antes os algoritmos eram criados para seguir as pessoas, agora eles acompanham o tempo todo o usuário, a fim de aumentar cada vez mais a relevância do que aparece para você. Encontrar o que você busca ficou muito mais fácil, mas, consequentemente, menos desafiador – e você se lembra que falamos em um dos princípios acima que as pessoas gostam de um desafio e do prazer da conquista, não é?
Além disso, com esse avanço tecnológico, muitas conversas deixaram de ser face a face para se dar através de redes sociais. Por um lado, isso torna mais difícil aplicar algumas das técnicas de Carnegie, afinal, por mensagem é muito complicado – para não dizer impossível! – expressar suas emoções.
Por outro lado, as pessoas continuam sensíveis a críticas, carentes de motivação e de boa reputação, interessadas em pessoas honestas e solidárias, e por aí vai… Portanto, aí está uma excelente oportunidade para tentar colocar a mão na massa com os conhecimentos adquiridos aqui!
Com o passar do tempo, você vai ganhando experiência e aprimorando a prática. Quando você menos esperar, esses princípios do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, de Dale Carnegie, se tornarão um hábito positivo na sua vida. Você se tornará cada vez melhor em entender, lidar e influenciar as pessoas.
E aí, gostou de aprender como fazer amigos e influenciar as pessoas? Dá um pulinho na plataforma do 12Minutos para ler o microbook completo ou ouvir o audiobook Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.
Agora, você vai gostar de dar uma lida no nosso post sobre os erros de linguagem corporal. Eles também influenciam muito nos nossos relacionamentos!

Descubra: Um hábito de 30 segundos para uma produtividade estratosférica

Cada vez ouvimos mais sobre produtividade, não é mesmo? Há uma série de técnicas e metodologias diferentes que fazem você ser mais produtivo. E que, de fato, funcionam.
Mas, dessa vez, quero lhes apresentar um hábito super simples, que pode realmente transformar sua vida de forma muito positiva, indo até além do aumento de produtividade.
Estava lendo um caso a respeito de um avô que conversava com seu jovem neto, quando dali surgiu um ensinamento muito interessante. Se trata de um simples hábito, que lhe toma apenas 30 segundos.

O hábito dos 30 segundos

O avô aconselhou o neto a toda vez que terminar uma reunião, finalizar a leitura de um livro ou algo de importante acontecer na vida dele, tomar exatamente 30 segundos – nem mais, nem menos! – e escrever sobre aquilo.
E tem que ser imediatamente depois! Se você esperar algum tempo, pode começar a se esquecer de alguns fatos ou não saber mais distinguir o que é mais importante para ser escrito. Afinal, para gastar os exatos 30 segundos, será necessário fazer alguma escolhas com relação ao que vale mais a pena escrever.
E (atenção!) não estou falando de tomar notas, como fazemos durante uma reunião, mas de escrever o que vier em sua mente sobre aquele acontecimento, após o seu encerramento.
Acredite, isso vai ser muito bom para você e vou te explicar o por quê!

Quais os benefícios

  • As experiências se tornam mais ricas

Com o passar do tempo, você conseguirá absorver muito mais de cada experiência. E a prática dos 30 segundos se tornará mais fácil e até mais divertida! Isso te ajudará cada vez mais e, aos poucos, se tornará um hábito.

  • Você aprende a escutar melhor e fazer perguntas melhores

Ao se preocupar com o que você deverá escrever, você começará a prestar mais atenção nas suas experiências. Assim, começará a ouvir melhor. Consequentemente, poderá fazer perguntas melhores. E quem não gosta de ser ouvido, não é mesmo?
Isso se tornará comum para você, em qualquer ocasião.

  • Você conseguirá ajudar mais as pessoas

Aos poucos, no processo de definição do que vai escrever nos 30 segundos, você vai começar a perceber que está escrevendo principalmente sobre aquilo que importa para os outros. Interessante, não?
Mesmo que esse não seja o objetivo desse hábito, vai perceber que ele vai te ajudar a compreender melhor a necessidade dos outros, tornando mais fácil ajudá-los a resolver os seus problemas.

  • Você aumenta a produtividade

Por último – e não menos importante -, esse simples hábito vai te ajudar a aumentar sua produtividade!
Escrever por si só já é um hábito que faz muito bem para a memória. E com tudo no papel, de forma organizada, fica até difícil se perder, né?
Além disso, como já dissemos, esse hábito vai ser muito bom para aumentar o seu foco, sua concentração nas atividades, já que você tentará absorver o máximo possível de cada experiência, pensando no que vai escrever depois sobre ela!
Aprendeu? Faça o teste por alguns meses e depois conte pra gente o resultado. Você vai se surpreender!
Se você gostou desse artigo, também vai gostar de descobrir como aumentar a produtividade com a prática da meditação no trabalho!

Como alcançar seu potencial máximo com Malcolm Gladwell

Todos nós temos um grande potencial, mas que muitas vezes está oculto. Então, como alcançar seu potencial máximo? Como utilizar suas fraquezas para aumentar a produtividade? Como disseminar suas ideias? Como utilizar o inconsciente a seu favor? Malcolm Gladwell é um jornalista britânico, crescido no Canadá, colunista no The New Yorker desde 1996 e responde a todas essas perguntas em seus 5 livros best-sellers.
Neste post, vamos te contar lições que podem ser aprendidas em algumas das obras de Gladwell e que farão você alcançar o seu máximo e verdadeiro potencial. Vamos nessa?

malcolm galdwell Outliers-12-minutos

“Quem nós somos não pode se separar de onde nós viemos.”

Do livro: Fora de Série
Malcolm Gladwell pesquisou a história de grandes personalidades bem sucedidas como Bill Gates, os Beatles e Mozart, para provar que ninguém ‘se faz sozinho’. Para ele, o lugar onde você nasceu, seu grau de instrução e a maneira como seus pais te educam influencia muito em quem você é. Isso pode, por exemplo, gerar mais ou menos oportunidades para você. Por isso, nunca separe quem você é de onde você veio! Até mesmo a sua atitude é influenciada pela sua cultura, já pensou nisso?
Ainda nessa obra, o autor sugere que você deve investir ao menos 10 mil horas da sua vida praticando, desconstruindo a ideia de que algumas pessoas nascem gênios. Apesar da genética influenciar, de fato, a sua inteligência, a genialidade é resultado de dedicação extrema à prática.
Sendo assim, somente porque você não nasceu de um berço de ouro, não significa que seu destino não é o sucesso. Continue praticando e você poderá se desenvolver em qualquer atividade.

malcolm gladwell blink-12-minutos

“Pode haver tanto valor na piscada de um olho quanto em meses de análise racional.”

Do livro: Blink

Nosso cérebro se baseia em duas estratégias para tomar decisões: a análise consciente de informações (processamento racional e lento) e a análise inconsciente (que consome pouca energia e que dura um piscar de olhos).
Através de uma série de análises, Malcolm Gladwell nos prova em seu livro Blink que nosso inconsciente é mais poderoso do que imaginamos. Muitas vezes, ele percebe algo no ambiente antes mesmo do nosso consciente. Por isso, devemos dar valor a nossa intuição também.
Não que devamos nos atentar sempre à intuição. Cuidado! Afinal, pode acontecer, por exemplo, de fazermos julgamentos errados das pessoas. Isso nos traria resultados desastrosos também. Um exemplo de uso ruim da intuição é quando nos deixamos levar por preconceitos. No programa de televisão The Voice, os jurados ficam de costas para o candidato justamente para não se deixarem levar pela intuição.
Por esse motivo, Malcolm Gladwell tenta nos ensinar a utilizar a intuição quando ela deve realmente ser utilizada.

malcolm gladwell o-ponto-da-virada-12-minutos

Use o poder dos conectores para fazer com que sua grande ideia cresça.

Do livro: O Ponto da Virada

Nesse livro, Malcolm Gladwell compara os fenômenos sociais a infecções virais (como a própria gripe). Para ele, há o chamado ponto da virada, aquele momento único no tempo, em que uma ideia já disseminou tanto, que nada mais pode pará-la. Mas como fazer com que sua grande ideia chegue lá?
Para o autor, o crescimento de sua ideia parece depender de atingir o tal ponto da virada. Dentre diversos fatores que podem contribuir para um crescimento desenfreado, estão os conectores – pessoas chave. Na maioria das vezes, basta atingir essas pessoas, as quais têm alto poder de persuasão e uma ampla rede de contatos, que sua ideia irá bombar!

malcolm gladwell Davi_e_Golias_12-minutos

“Coragem não é algo que você já tem que faz você bravo quando chegam tempos difíceis. Coragem é o que você conquista quando você enfrentou tempos difíceis e descobre depois de tudo que eles nem eram tão difíceis.”

Do livro: Davi e Golias

A história bíblica de Davi e Golias simboliza a batalha entre os mais fracos e os gigantes. O que parecia impossível acontece com mais frequência do que você imagina.
Nessa obra, Malcolm Gladwell fala muito sobre aceitar as nossas fraquezas e até mesmo saber trabalhar com elas. Elas podem ser um diferencial! Por isso é muito importante se conhecer bem, não se comparar com os padrões aceitos e ter cuidado com aquilo em que você é bom em demasia. Inclusive, muitas vezes, as coisas boas nascem de coisas ruins, porque as pessoas perseveram.
Dentre os vários exemplos citados no livro, está a história de um imigrante que recebeu o desafio de treinar uma equipe de basquete, sendo que pouco conhecia sobre o esporte. Algo especial aconteceu. A falta de conhecimento dele deu ao time uma vantagem estratégica e permitiu que ganhasse o título de basquete colegial nacional naquele ano. Ele sabia que seu time não era tão talentoso quanto os demais e por isso não podia competir usando o jeito tradicional de jogar. Por isso, seu time marcava os oponentes de forma fechada, botando pressão sempre, tentando evitar que a bola voltasse para o campo de defesa. Essa é a mesma estratégia que Davi usou para vencer o gigante e ela funciona. Isso deixa claro que é necessário conhecer nossas fraquezas e pensar fora da caixa para poder criar vantagem nos nossos conflitos improváveis.
Esses caras conquistaram coragem, pois conseguiram enfrentar tempos difíceis.

Gostou do post?

Outra maneira de alcançar seu potencial máximo é com exercícios de autoconhecimento.
Lições aprendidas? Essas são apenas algumas das brilhantes ideias de Gladwell. Lendo os nossos microbooks, você poderá aprender muito mais!
Ainda não conhece o 12’? Baixe o app na Play Store ou na App Store e bons aprendizados!
Agora eu agradeceria MUITO se você pudesse deixar um comentário, marcar aquele seu amigo que pode se interessar ou mesmo compartilhar esse post!

21 livros para serem lidos até os 21 anos

21 anos. Época de faculdade, sair muito com os amigos, viajar, curtir. Você já está a poucos passos da vida adulta, então, seja bem-vindo a essa nova fase!
Mas temos que lhe dizer que não é nada fácil. Com o bônus, vem o ônus.
Portanto, para te ajudar e comemorar essa transição, listamos aqui 21 livros que você não pode perder e que, provavelmente, vão guiar sua vida daqui para a frente de forma muito positiva. Vamos lá?

Você provavelmente já ingressou no mercado de trabalho, certo? E também já sabe a importância de empreender, em qualquer que seja o ambiente. Em Paixão por Vencer, você vai conhecer a história de Jack Welch, que se aposentou após 20 anos como CEO da GE. Esse cara, ao se desligar da empresa, recebeu o maior bônus da história – 417 milhões de dólares – por mérito próprio. Lendo esse livro, você vai aprender sobre seu estilo honesto e direto, que se tornou referência em gestão, sempre mantendo o foco nas pessoas, no trabalho em equipe e nos lucros.
remote-12-minutos

Mais um livro para quem está ingressando no mercado de trabalho. A 37signals é uma empresa onde a maior parte da equipe nunca aparece. Em Remote, Jason Fried vai te convencer de que trabalhar de casa é uma ótima opção e lhe explicar como fazê-lo, bem como mostrar as suas vantagens e desvantagens.
Para ele, as vantagens são maiores. O trabalho remoto aumenta a produtividade, reduz gastos com aluguel e melhora a capacidade de realizar negócios nos mais diversos fuso horários.
inspired-12-minutos

Nesse livro, você vai aprender as melhores práticas das maiores empresas de tecnologia do Vale do Silício. Marty Cagan é um dos caras mais influentes no mundo quando o assunto é gestão de produtos e, em Inspired, ele compartilha seus aprendizados sobre como entregar produtos de alta qualidade que as pessoas amam.
the-subtle-art-of-not-giving-a-fuck-12-minutos-21anos

Mark Manson acredita que, para termos sucesso em nossas vidas, devemos começar admitindo e aceitando que temos falhas e somos seres limitados. Segundo ele, somente aceitando nossos medos poderemos encontrar coragem e perseverança. Esse livro não é mais um livro de auto-ajuda, pelo contrário! Mark propõe ideias completamente novas e que vão dar uma sacudida na sua cabeça.
mindfulness-12-minutos-21-anos

Vivemos em um mundo frenético. E nossa geração, principalmente, anda atolada em problemas como ansiedade e dificuldade de concentração. Portanto, um livro sensacional que você não pode perder é o Mindfulness. Nele, você aprenderá um conjunto de práticas simples e poderosas, que o ajudarão a controlar melhor o seu pensamento, se libertar da ansiedade excessiva e ser uma pessoa mais atenta e concentrada.
Davi_e_Golias_12-minutos-21-anos

Esse livro é baseado na famosa história bíblica, na qual o jovem Davi derruba o gigante Golias com apenas uma pedra e uma funda. Malcolm Gladwell propõe uma nova interpretação sobre o que é ser discriminado e subestimado, e analisa fatos ocorridos na vida de anônimos e famosos, para nos levar a enxergar o favoritismo com outros olhos. Muito interessante!
o-poder-do-agora-12-minutos-21-anos

Você, que anda muito ansioso, com a cabeça muito no passado ou no futuro, vai pirar com esse livro! Sabemos que isso é muito comum nesse momento da vida, então sugerimos o livro O Poder do Agora. Eckhart Tolle vai te ajudar na busca de felicidade e harmonia, através de um manual prático para viver o momento presente. Afinal, para mudar nossas vidas, precisamos começar agora.
em-busca-de-sentido-12-minutos-21-anos

Difícil essa fase dos 21 anos, não é mesmo? Você está começando sua vida profissional, ainda com muitas incertezas na vida e muitas mudanças para enfrentar. O livro Em Busca de Sentido já vendeu mais de 10 milhões de cópias no mundo todo e se trata da experiência vivida pelo autor em um campo de concentração nazista. Viktor conta como sua perspectiva mudou desde então. Ele concorda que não podemos evitar o sofrimento, mas sugere que encontremos um sentido nele.
o-poder-do-hábito-12-minutos-21-anos

Charles Duhigg, em seu livro O Poder do Hábito, aborda sobre o impacto dos seus hábitos em quem você é e no que você é capaz de alcançar. O mais interessante nesse livro é ir lendo e pensando nas melhores práticas que você pode implementar na sua rotina. Afinal, somos criaturas de hábitos.
getting-real-12-minutos-21-anos

Se lembra daquela empresa onde quase todos os funcionários nunca aparecem? Pois foi o pessoal de lá que escreveu esse livro também. Para quem vive plugado na internet, essa leitura vale muito! Esse livro não é técnico, mas é um livro de ideias. Tudo sobre aplicativos Web. Portanto, se você é um empreendedor, designer, programador, executivo, comerciante ou um jovem de 21 anos viciado na web, você vai curtir essa obra.
inteligencia-emocional-12-minutos-21-anos

Tenha você um alto QI ou não, saiba que há outro fator, talvez até mais importante, que tem sido muito mais buscado nos jovens atualmente. Trata-se do QE, o quociente da inteligência emocional. Nesse livro, Daniel Goleman conta que esses dois quocientes não são opostos, mas complementares, e que o QI isoladamente não pode ser considerado preditor de sucesso das pessoas. Mergulhe nessa leitura e você vai aprender o papel da inteligência emocional nas nossas vidas, como desenvolver a auto-motivação e até a usar o QE nos seus relacionamentos!
a-arte-de-fazer-acontecer-12-minutos-21-anos

Você certamente anda atolado de coisas, acertei? Faculdade, estágio/trabalho, casa, família, amigos… querendo abraçar o mundo com as pernas! Mas você já ouviu falar no método GTD? Se não, você não sabe o que está perdendo. É uma baita estratégia para aumentar sua produtividade – mantendo sua vida organizada -, que vai transformar sua vida para sempre.
como-fazer-amigos-e-influenciar-pessoas-12-minutos-21-anos

Outra dificuldade que encontramos aos 21 anos é a de convencer as pessoas de que somos capazes. Para isso, o próximo livro da nossa lista de sugestões é o clássico Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas. Nele, você aprenderá também a defender melhor as suas ideias. Carnegie fornece técnicas e métodos simples para que qualquer pessoa alcance seus objetivos pessoais e profissionais.
como_fracassar_em_quase_tudo-e-ainda-ser-bem-sucedido-12-minutos-21-anos

Muitas vezes, nós falhamos mesmo depois de ter seguido todos os procedimentos e traçado todos os objetivos e metas. Scott é um cara que já fracassou em muita coisa na vida e resolveu contar as suas histórias até chegar no sucesso. E nós, alcançaremos o sucesso? Descubra lendo esse livro!
as-armas-da-persuasão-12-minutos-21-anos

Esteja você em um ambiente pessoal ou profissional, estamos sempre tentando convencer as pessoas de nossas ideias e vontades, não é? Que tal, então, aprender um pouco de persuasão? Nessa obra, de Robert Cialdini, revela os resultados de uma pesquisa feita com seus pacientes, a qual indica o que faz as pessoas mudarem de ideia. Recomendamos essa leitura!
the-virgin-way-12-minutos-21-anos

Richard Branson é simplesmente um dos empresários mais bem-sucedidos do mundo. O mais bacana é que ele nunca teve medo ou vergonha de se arriscar, mesmo se os outros achassem suas ideias loucas. Saiba como pensar fora da caixa e descubra como extrair o melhor de você com o criador da Virgin!
a-startup-enxuta-12-minutos-21-anos

Já pensou ou está pensando em ter seu próprio negócio? Afinal, você é jovem e está na idade ideal para começar. Se a sua resposta foi sim, você precisa ler esse livro! Descubra como empreendedores usam a inovação contínua para criar negócios bem sucedidos com A Startup Enxuta, livro escrito por Eric Ries – um dos maiores pensadores do movimento das startups de tecnologia do mundo.
rework-12-minutos-21-anos

Esse livro é mais uma dica para quem quer empreender no seu próprio negócio. Em Rework, os autores fogem dos conselhos tradicionais e desafiam a abordagem convencional, com uma linguagem simples e prática. Vamos começar a colocar a mão na massa? Rework vai te ajudar!
nocaute-12-minutos-21-anos

Gary Vaynerchuk é uma lenda nas redes sociais. Em Nocaute, ele dá uma série de dicas e conselhos sobre como se portar nesse ambiente digital e vencer a competição. Muitas empresas planejam de forma errada sua estratégia de marketing nas redes sociais. Descubra o porquê nesse incrível livro e aprenda também a como se relacionar bem com o seu cliente nesse meio.
Mindset-12-minutos-21-anos

Você com certeza sonha em ser bem sucedido. Em Mindset, a renomada psicóloga Carol Dweck revela o resultado de anos de estudo e nos conta o poder que tem a nossa atitude mental. Afinal, para se ter sucesso, não basta ter habilidades ou talento; é necessário saber enfrentar bem as diversas situações que vivenciamos. Para isso, a autora ainda explica que temos duas atitudes mentais: a fixa e a progressiva. Entenda do que se trata cada uma delas e a importância de escolher uma das duas para se obter sucesso na vida em todos os âmbitos.
pai-rico-pai-pobre-12-minutos-21-anos

E, para finalizar nossa lista, não poderia faltar um livro sobre finanças pessoais. Segundo Robert Kiyosaki, dizer que ‘para ser rico é necessário um alto salário’ é uma grande falácia. Nesse livro, você aprenderá a lidar melhor com seu dinheiro e será desafiado a pensar fora da caixa, mudando sua mentalidade sobre o assunto. Leia essa obra e faça o dinheiro trabalhar para você!
E aí, jovem, gostou das nossas sugestões de livros?
E você, quais livros já leu? Qual(is) nos sugere para incrementar essa lista?
Agora eu agradeceria MUITO se você pudesse curtir, compartilhar esse post e até comentar marcando aquele seu amigo que pode se interessar!
PS: No 12’ temos uma série de conteúdos bem bacanas sobre diversos assuntos, em texto e áudio. Baixe o nosso app na Play Store ou na App Store e bons aprendizados!
Happy reading!

Manual de investimentos: como ganhar dinheiro investindo?

Você com certeza já ouviu muita bobagem por aí envolvendo investimentos. Alguns falam que o Tesouro Direto vale muito a pena, outros criticam a escolha. Mas há muitas oportunidades boas de fazer sua grana crescer. Para saber quais são, que tal um manual de investimentos?
Neste post, vamos esclarecer uma série de dúvidas comuns e apresentar as melhores formas de investimento conforme o seu perfil. Para finalizar, vamos também recomendar algumas leituras fantásticas, caso queira se aprofundar no assunto.
manual de investimentos

Mitos sobre como e onde investir dinheiro

Alguns boatos que rolam entre quem ainda não entende muito bem do assunto. Cuidado com essas afirmações!

A melhor forma de ganhar dinheiro é especulando na Bolsa de Valores ou em Bitcoin

É fato que é possível ganhar muito dinheiro especulando na bolsa. Mas também é possível perder muito. Investir em ações envolve uma série de fatores e muito estudo. Se você quer um retorno financeiro alto, vai ter que estar disposto a encarar um risco alto também.

Os analistas de corretoras são as pessoas que vão te indicar o melhor investimento

Os analistas de corretoras nos cobram uma série de taxas para auxiliar os nossos investimentos. As taxas variam conforme o investimento, podendo ser taxa de corretagem, taxa de custódia e/ou taxa de administração. Logo, provavelmente o corretor irá apresentar a você o investimento que trará para ele a melhor taxa. Por isso, é importante estudar (e ler este manual de investimentos!) antes de escolher onde investir.

Imóvel é sempre um bom investimento

Investir em crédito imobiliário (LCI) realmente costuma render mais que a poupança, e com a vantagem de que sobre esse investimento não incide imposto de renda. Contudo, dizer que esse é sempre um bom investimento é relativo. O mercado imobiliário foi bastante abalado pela crise que o país vem enfrentando desde 2016. Apesar da melhora no setor em 2017, sempre é bom ficar de olho na taxa de rentabilidade e nos riscos que o investimento oferece, destacando o risco de crédito – que é a capacidade do emissor de pagar os títulos.

Poupança é o investimento mais seguro que existe

Quem não sabe muito bem como investir dinheiro acaba colocando suas economias na poupança. Assim como qualquer outro investimento, a poupança apresenta riscos. Trata-se novamente do risco de crédito. É claro que as chances do banco quebrar ou não arcar com os seus compromissos são pequenas. Isso, sem contar que há o chamado fundo garantidor de crédito (FGC), que falaremos mais a frente. Mas a grande desvantagem da poupança é que ela tem rendido menos do que a inflação. E há outros investimentos em renda fixa que são tão seguros quanto a poupança, rendendo mais!

Não se perde dinheiro em renda fixa

Essa é uma das dicas mais importantes deste manual de investimentos: embora a renda seja fixa, há riscos. São eles: risco de crédito, de mercado (oscilações no rendimento, no caso de renda pós-fixada ou indexada, o que pode fazer com que você ganhe mais ou menos dinheiro) e de liquidez (dificuldade de se conseguir encontrar compradores potenciais para um determinado ativo no momento e no preço desejados). O risco que poderá o fazer perder seu dinheiro é o mesmo risco que citamos acima (de crédito), da instituição quebrar e você não receber o seu dinheiro. Mesmo assim, alguns investimentos em renda fixa também contam com o FGC.

Quando se está em dúvida entre dois investimentos, basta comparar a rentabilidade dos dois

Todo investimento envolve riscos. Logo, não basta comparar a rentabilidade entre eles. Continue lendo este manual de investimentos que você vai entender um pouco mais das diferenças entre cada investimento.

É preciso muito dinheiro para começar

Mais um mito para a lista. Para realizar determinados investimentos, realmente é necessário uma quantia relativamente alta. Contudo, há opções para quem não tem como investir dinheiro em grande quantidade, como é o caso de alguns de renda fixa, que, para investir, são necessários somente R$50,00.

Verdades sobre como e onde investir dinheiro

Nem tudo é mentira. Existe muita sabedoria por aí, especialmente neste manual de investimentos. Selecionamos as maiores verdades que vão ajudá-lo a entender melhor como investir dinheiro.

Atualmente, colocar dinheiro na poupança significa perder poder de compra

A poupança tem rendido menos do que o crescimento da inflação. Por isso, se diz que investir na poupança é perder o poder de compra, ou seja, é preferível gastar o dinheiro do que mantê-lo parado nesse investimento.

Existem investimentos isentos de imposto de renda

Verdade. Legal, não? Se você investe em LCI, LCA ou recebe dividendos, você não precisará pagar imposto de renda sobre o rendimento. Mas atenção à taxa oferecida para esses investimentos! Faça as contas, porque talvez ainda valha a pena optar por um investimento sobre o qual incide imposto de renda, mas que o rendimento é bem melhor.

A corretora pode ganhar dinheiro mesmo se você perder

Mesmo que a corretora possua analistas excelentes e honestos, uma coisa é fato: eles cobram taxas. Essas taxas muitas vezes independem do seu ganho. Em outras palavras, enquanto a corretora está ganhando dinheiro, você pode estar perdendo. Mais uma vez a necessidade de ler um manual de investimentos..

É muito importante diversificar seus investimentos

Como você já aprendeu, cada investimento possui diferentes riscos. Logo, uma sugestão que oferecemos é dividir seu dinheiro em diferentes investimentos. Assim, você dilui os riscos.

O melhor momento para se comprar uma ação é quando o preço dela cai

Uma verdade que poucos sabem. Quando os preços sobem, pensamos que a ação está em alta e acabamos comprando. O mesmo vale para a queda: quando a ação está em queda, achamos que a empresa está mal das pernas e acabamos vendendo. Mas deveria ser justamente o oposto! As ações vivem oscilando e, se elas estão em queda, é um possível sinal de que em breve vão subir, por isso, compre! De quebra, você vai comprá-las por uma pechincha. E, quando as ações estiverem lá em cima, provavelmente logo vão cair, por isso, venda. Você vai conseguir um bom preço por elas!
“Se investir é entretenimento, e se você está se divertindo, provavelmente  você não está ganhando dinheiro. O bom investimento é chato”
Como muito bem disse o investidor George Soros, um bom investimento é chato. Isso porque exige estudo e acompanhamento. Se você tem dinheiro e quer diversão, seu lugar é em um cassino! Afinal, é preciso muita sorte para ganhar dinheiro sem estudar e se dedicar. Ele até escreveu um livro, Soros, que vale a leitura!

Se você comprou um título, não precisa ficar com ele até o vencimento

Alguns investimentos contam com a vantagem de que você pode retirar o seu dinheiro quando quiser. Alguns outros você compra com o intuito de manter a longo prazo. Mas a maioria deles é ao portador, ou seja, não nominais. Logo, a única coisa que você precisa fazer para ter o seu dinheiro de volta é encontrar um comprador. Uma corretora pode te auxiliar nisso! Mas mais uma vez pedimos atenção: o imposto de renda incide sobre esses títulos conforme o tempo de investimento – vide tabela a seguir. Portanto, pode não compensar comprar esses títulos se você não tem a intenção de mantê-los por um longo prazo.

Prazo Alíquota do IR
Até 180 dias 22,5%
181 a 360 dias 20%
361 a 720 dias 17,5%
Acima de 720 dias 15%

Guarde essa tabela. Ela será necessária mais a frente!

Boas práticas para investir dinheiro

Quem sabe onde e como investir dinheiro cria boas práticas, ou regras, que ajudam a investir com mais consciência e segurança. Veja algumas delas abaixo.

  • As projeções não são 100% confiáveis, conforme explica Benjamin Graham, em seu livro O Investidor Inteligente. Muitos investidores presumem, de maneira errada, que o que aconteceu no passado se repetirá no futuro.
  • Não invista com seu banco: geralmente os gerentes de banco cobram taxas bem mais altas do que corretoras.
  • Vá a mais de uma corretora e compare as taxas cobradas e as oferecidas: como já falamos aqui, as corretoras podem oferecer o que é melhor para elas e não o que é melhor para você. Escolher uma corretora é como escolher um banco. Vá a mais de uma, pesquise e não deixe de negociar as taxas! Mais uma vez, como explica Benjamin Graham, a decisão final deve ser sempre do investidor.
  • Depois de escolher onde investir, acompanhe as oscilações das taxas com paciência e disciplina: Nada de investir e esquecer o seu dinheiro lá! Dependendo das taxas, você pode tirar o seu dinheiro de um local e colocar em outro, por exemplo.
  • Estude: mais uma vez, não se esqueça de estudar antes de escolher o investimento. As corretoras não vão saber qual é o melhor investimento para você e por isso vá negociar com o manual de investimentos em mente.
  • Se planeje: defina suas próprias metas: Para que você está investindo? Quanto tempo você quer deixar o seu dinheiro investido? Qual a rentabilidade esperada? Qual o valor você pretende alcançar ao final do investimento?
  • Aproveite a tecnologia: atualmente, há uma série de apps que o ajudam a gerir seus investimentos. Recomendamos o Investing e o Renda Fixa. Além disso, todas as corretoras contam com o home broker (e algumas até com o mobile broker, para celular), através do qual você mesmo pode realizar seus investimentos em qualquer lugar, online.
  • Mmantenha-se informado: fique sempre por dentro das notícias e saiba o que está afetando o mercado. Isso pode fazer você optar ou não por um investimento.

Onde investir dinheiro

Existe uma série de opções de investimentos. De curto, médio e longo prazo, com taxas pré ou pós fixadas, com diferentes retornos, riscos e custos. Se você tem um perfil mais conservador, como a maior parcela da população, pode procurar por investimentos de renda fixa e que contam com o Fundo Garantidor de Crédito, que lhe garante a devolução de até R$250.000,00 do valor aplicado, no caso da falência do emissor do título. Mas, lembre-se, normalmente, um investimento com menor risco vai também lhe apresentar um menor retorno.
Agora, se você quer um alto retorno e está disposto a enfrentar alguns riscos, indicamos as próprias ações ou as debêntures.
Aqui vamos listar os principais investimentos e explicá-los melhor.

Fundos de investimentos

Fundos de investimentos são um tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores (cotistas), para investir em uma carteira composta por diversos ativos, de diferentes mercados. Lembra o que falamos sobre diluir os riscos? Por isso é tão legal investir em fundos. Esses ativos podem ser de renda fixa, títulos públicos, câmbio, derivativos, ações, etc.
Para a existência de um fundo (que deverá ser registrado na Comissão de Valores Mobiliários), são necessários alguns profissionais: administrador, gestor, distribuidor, auditor independente e custodiante.

  • As taxas cobradas são de administração, de performance e de saída (em alguns casos).
  • A tributação depende do tipo do fundo. Se for em ações, há a incidência de alíquota de IR de 15%. Nos demais tipos de fundos, a tributação segue a tabelinha que apresentamos acima. Para resgates feitos em um período inferior a 30 dias, incide o IOF.

Ações

As ações são frações da empresa. Quando você as compra, se torna um sócio. São títulos de renda variável. Existem dois principais tipos de ações: preferenciais e ordinárias. As preferenciais são aquelas que têm preferência no recebimento dos dividendos, mas que não lhe dão direito a voto na companhia. As ordinárias são o oposto – lhe concedem direito a voto, mas não preferência no recebimento de dividendos.
Para investir em ações não é preciso muito dinheiro para começar, você receberá dividendos periodicamente, provavelmente contará com uma boa rentabilidade e poderá comprar mais ou até vender as que já possui no momento em que você quiser (desde que esteja no horário do pregão).
Mas para se aventurar nesse âmbito, você vai precisar mais do que um manual de investimentos: manter-se bem informado sobre as oscilações do mercado e ter um pouco de feeling ajuda muito.

  • Serão cobradas as taxas de corretagem e de custódia.
  • O IR é cobrado apenas na saída do investimento e se o resgate for maior do que R$20 mil.
  • Os riscos que ele envolve são o risco de mercado e o risco de liquidez.

Títulos públicos federais

Tratam-se de ativos de renda fixa que possuem a finalidade de captar recursos para o financiamento da dívida pública e de atividades do governo (educação, saúde, infra-estrutura). Existem títulos com juros pré-fixados (já se sabe a taxa de remuneração no momento do investimento) ou pós-fixados (a taxa oscila e só será conhecida no momento do resgate).

  • Apresentam risco de crédito baixo, por possuir a garantia total pelo Tesouro Nacional.
  • Sobre esses investimentos incide o IR, conforme tabela.
  • Dependendo do título, pode haver taxa de custódia.

CDBs

Os Certificados de Depósitos Bancários são títulos de renda fixa, emitidos pelos bancos, a fim de captar dinheiro. Também existem CDBs com taxas pré ou pós fixadas.

  • Esse investimento apresenta somente o risco de crédito, mas possui garantia pelo FGC.
  • Incide o IR, conforme tabela.
  • Não há custos.

Letras de câmbio

Assim como os CDBs, as letras de câmbio são títulos de renda fixa, mas emitidos por uma própria instituição financeira. Elas podem ter rentabilidade pré ou pós-fixada e também possuem garantia pelo FGC. A rentabilidade é boa, mas o investimento mínimo costuma ser em torno de R$30.000,00 e pode haver um período de carência.

  • Apresenta risco de crédito.
  • É cobrado IR, conforme tabela.

Debêntures

Investir em debêntures significa investir em empresas. Grandes empresas, ao necessitar de capital de giro ou dinheiro para um investimento específico, emitem debêntures. Esses títulos são de renda fixa e de longo prazo. Algumas debêntures são conversíveis em ações (não muito indicadas por Benjamin Graham, em O Investidor Inteligente). O investimento mínimo está na casa dos milhares. A grande desvantagem é que não são garantidas pelo FGC, mas apresentam uma série de outras garantias:

  • Real – é garantida a devolução do capital através dos bens da companhia. O valor é limitado em 80% dos bens
  • Flutuante – há um privilégio sobre os ativos da companhia, mas limita-se a 70% desses ativos
  • Sem garantia
  • Quirografária – não há preferência sobre o ativo do emissor e o valor de emissão é limitado ao capital social integralizado da companhia

As debêntures:

  • São tributadas conforme a tabela do IR.
  • Apresentam risco de crédito, risco financeiro, risco monetário e risco cambial.

LCIs e LCAs

As Letras de Crédito Imobiliário e as Letras de Crédito do Agronegócio são bem parecidas do ponto de vista do investidor. Ambas são investimentos de renda fixa e isentos de imposto de renda. Se estiver em dúvida entre esses dois investimentos, procure pela melhor rentabilidade. Aqui existem também letras pré e pós fixadas.

  • Pode haver cobrança de taxa de custódia.
  • Apresenta risco de crédito e risco de liquidez (uma vez que o resgate do dinheiro só pode ocorrer no vencimento).

Derivativos

É um investimento de renda variável. Trata-se de um ativo financeiro (ou valor mobiliário) cuja característica de negociação deriva de outro ativo. Há uma série de contratos de derivativos, mas aqui vamos falar dos 3 principais:

  • Futuro: um comprador e um vendedor assumem o compromisso  de negociar uma commodity em uma data futura. Não há inicialmente o desembolso de dinheiro, apenas o compromisso de negociação.
  • Opções: negociações do direito de compra ou venda de determinado ativo.
  • Termo: deriva das negociações com ações na BM&FBovespa.

Aprofundando os estudos do manual de investimentos

Conforme já falamos aqui, é necessário sim estudar para investir. Nem que seja para mostrar para o seu corretor que você tem conhecimento do produto no qual está escolhendo investir. Por isso, aqui recomendamos 5 livros excelentes para você começar:
manual de investimentos

O Investidor Inteligente, de Benjamin Graham

Esse livro é uma das obras favoritas de Warren Buffet. Se você quer investir na bolsa, não perca essa leitura! O autor ensina como utilizar as ferramentas de análise adequadas e a maximizar a sua chance de ter bons retornos.
manual de investimentos

Investimentos: Como administrar melhor seu dinheiro, de Mauro Halfeld

Você sabe como administrar bem o seu dinheiro? Mauro Halfeld contempla temas como a compra de imóveis, o orçamento pessoal e os investimentos. Ele dá diversas recomendações, apresenta casos e nos conta o seu método de fazer seu dinheiro crescer com o passar dos anos.
manual de investimentos

Investimentos Inteligentes, de Gustavo Cerbasi

Saber investir é fundamental. Nesse livro, o consultor financeiro Gustavo Cerbasi apresenta, com uma liguagem acessível, as melhores formas de investimento. Ele também aborda os obstáculos enfrentados e melhores práticas para um investidor iniciante.
manual de investimentos

Ações comuns, lucros extraordinários, de Philip Fisher

Esse livro também é um clássico para quem quer investir em ações. O consultor de investimentos Philip Fisher conta seu método para escolher e aplicar seu dinheiro nesse tipo de investimento. Muito interessante!
manual de investimentos

Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker

Você já pensou por que algumas pessoas parecem acumular riqueza com facilidade enquanto outras estão sempre quebradas? Esse livro não se trata propriamente dos tipos de investimentos como falamos aqui, mas de um modelo proposto por T. Harv Eker propõe, no qual você é capaz de combinar seu jogo mental e suas ferramentas para se tornar realmente rico.

Gostou desse post?

Se você curtiu esse post, eu agradeceria muito se você pudesse deixar um comentário, marcar aquele seu amigo que pode se interessar ou mesmo compartilhá-lo!
PS: No 12minutos, temos conteúdos MUITO bacanas sobre esse assunto, em um formato super fácil de consumir, em texto e áudio. Baixe o app na Play Store ou na App Store e bons aprendizados!
Happy reading!