1

[2019] Como Estudar Para o ENEM: Material Grátis Para Você!

O ENEM está chegando e, para muitos dos estudantes, a ansiedade também. Para você saber como estudar para o ENEM, preparamos uma série de dicas e um material grátis para você.

Ingressar em uma faculdade não é tarefa fácil. São muitos candidatos e os fatores medo, estresse, insegurança e ansiedade batem à porta.

As provas do ENEM 2019 ocorrerão nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos. Imaginamos que você já tenha começado seus preparativos, porém é sempre válido buscar as melhores formas de estudar, não é mesmo? Afinal, ter foco e disciplina com os estudos é não é para qualquer um.

De início, essa preparação para a prova pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não precisa ser tão sofrido assim. Afinal, nossas dicas e o nosso material grátis vão garantir que a sua produtividade vá nas alturas!

Preparado?

Dicas para estudar para o ENEM: entendendo a prova

como estudar para o enem 2019

Para começar com o pé direito, vamos entender como funciona a prova e o que estudar para o ENEM 2019. As provas são divididas em 5 áreas de conhecimento:

  1. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  2. Ciências Humanas
  3. Ciências da Natureza
  4. Matemática
  5. Redação

Fora a redação, são 180 questões. Levando em consideração esse alto número, a nossa primeira dica é: leia. Leia atentamente cada enunciado, compreendendo e interpretando a questão antes de responder. Todas as perguntas precedem um pequeno texto, o qual as contextualiza.

Como estudar para o ENEM: o material de estudo

É de suma importância verificar as fontes dos materiais que você adquire. Elas devem ser confiáveis e prover materiais elaborados por quem realmente entende do assunto! Afinal, não muito adianta estudar 8 horas por dia se o seu material não condiz com o que é exigido na prova, seja em termos de conteúdo ou de linguagem.

Por isso, além dos livros, apostilas e simulados que você já deve ter, o 12min preparou uma playlist de microbooks especial e GRATUITA para quem saber como estudar para o ENEM.

Nela, você encontrará diversos resumos de livros que vão te preparar para o grande dia!

Como se não bastasse, o app 12min conta com uma categoria específica para os candidatos da prova.

Gerencie o seu tempo

o que estudar para o enem 2019

Crie hábitos e estabeleça rotinas. Tenha horários pré-definidos de estudo e não se saboteie. Além de garantir que você estude diariamente por um horário que você acredita ser interessante, o estabelecimento de rotinas auxilia na sua concentração.

E isso vale para todas as matérias! Crie um quadro de horários para cada área do conhecimento, estabelecendo prioridades.

Outra dica importante é começar aos poucos. Possivelmente, você não está acostumado com muitas horas de estudos diárias. Portanto, comece com menos horas e vá aumentando o ritmo devagar. A Matriz de Eisenhower pode te ajudar nessa!

Desenvolva conhecimentos gerais

Principalmente para a etapa da redação, é essencial estar ligado nos livros e nas notícias que acontecem no Brasil e no mundo.

Além de serem possíveis temas de redação, as notícias, bem como qualquer outro tipo de leitura, o ajudarão a desenvolver sua capacidade de argumentação.

Tenha um material de revisão

Uma sugestão que costuma ser útil para muitas pessoas é desenvolver materiais de revisão. Ou seja, enquanto você for lendo e estudando conteúdos mais densos, vá anotando tópicos sobre o que pensa ser mais importante. Assim, quando chegar mais próximo da data, você poderá apenas revisitar o que você mesmo escreveu.

Além de facilitar os estudos, escrever auxilia muito na fixação do conteúdo!

Inclusive, se você não é muito fã do papel, há uma série de ferramentas que podem te ajudar a arquivar anotações sobre os estudos, como é o caso do Evernote.

Pausa para relaxar

dicas para estudar para o enem

Por último, mas não menos importante, você que está buscando como estudar para o ENEM sozinho, principalmente, deve saber a importância de fazer pausas.

Não se esqueça nunca de que o descanso também é extremamente importante para os seus estudos. Uma noite de sono mal dormida, por exemplo, pode atrapalhar sua concentração, aumentar seu nível de estresse e ansiedade, e ainda impedir uma boa fixação do conteúdo estudado.

Da mesma forma, tem dias que simplesmente não acordamos bem. Estudar, principalmente se você está por conta própria, exige extrema dedicação e disciplina. Então, se você acordou com o pé esquerdo, respire fundo, caminhe um pouco e tente retomar a leitura. Se nada der certo, descanse um pouco mais, relaxe, medite.

Só tenha muita atenção para o quesito procrastinação! Suas horas de descanso não devem tomar mais tempo do que seus estudos. O foco aqui é primordial.

Como estudar para o ENEM 2019: material grátis

O que achou das nossas dicas até agora?

Conforme prometemos, preparamos especialmente para vocês, candidatos, um material gratuito sobre como estudar para o ENEM 2019. Confira e depois nos conte o que achou!

E lembre-se: o app 12min já conta com centenas de resumos de livros de não ficção, inclusive a categoria exclusiva para quem vai fazer o ENEM. São best sellers excelentes para você focar nos estudos até (muito em breve!) na faculdade.

Bons estudos e boa prova!




Recrie a sua Primeira Impressão

Eu tinha escrito metade desse texto, quando eu lembrei de uma história.
Eu morava em Ouro Preto, cidade universitária no interior de Minas Gerais.

Eu lembro que era época de formatura, e a cidade estava bem mais agitada do que o comum, se você já foi em uma cidade universitária, deve saber do que estou falando.

Inclusive se tiver curiosidade de saber como saí de umas das maiores cidades do mundo para empreender no interior de minas, fiz um texto contando essa história.
O que aprendi, um ano depois de sair de São Paulo para empreender no interior de MG.

Era interessante pensar que as mesmas pessoas que antes iam para festas, faculdade e até ao trabalho da forma mais “confortável” possível, agora se preocupavam em estar bem vestidas, arrumadas, e a parte engraçada é que eu não conseguia reconhecer muitas dessas pessoas na formatura.

E por que eu estou contando essa história?

Você já parou pra pensar quantas vezes você foi para algum lugar e não estava oferecendo o seu melhor?

Eu sei que parece um pouco clichê “Seja sua melhor versão”

Mas pensa comigo, sabe quando você conhece alguém e logo de cara você julga uma pessoa sem nem conhecer?

Com certeza você já fez isso, mesmo que seja em um nível inconsciente.

Isso acontece o tempo todo, por que é o mecanismo que o cérebro usa para guardar informações.

Será que você está aproveitando isso ao seu favor?

O que as pessoas pensam quando olham para você, antes mesmo que você possa falar qualquer coisa, se apresentar ou até mesmo dizer oi?

Muitas vezes traçamos metas e objetivos bem estruturados, trabalhamos duro para isso, mas não conseguimos atingir nossos objetivos, e pode ser culpa da sua imagem.

A nossa comunicação acontece não só em nível oral, mas principalmente de forma não verbal, nosso corpo está toda hora passando informações através de gestos, sinais e emoções.

E para que você possa sempre comunicar algo coerente aos seus objetivos e aproveitar as oportunidades,  é importante estar preparado para criar uma primeira impressão significativa, forte e positiva.

Ok, Diego. Mas agora é tarde, todos já me conhecem e têm uma impressão formada sobre mim. O que eu posso fazer?

Simples, recrie a sua primeira impressão.

Como recriar sua primeira impressão?

Da mesma forma que o cérebro vai “arquivando” informações na primeira impressão a todo momento ele revisa essas informações, validando e checando, isso acontece porque o cérebro por natureza busca a coerência.

Exemplo, sabe aquela pessoa que usou óculos a vida toda, e um dia ela começa a usar lente de contato, depois de um tempo você já nem consegue lembrar como era quando ela usava óculos?

Funciona dessa forma, a circuitaria cerebral “atualiza” as informações sobre um respectivo assunto e mantém aquilo como “nova verdade”.

Fiz uma lista com 7 dicas práticas que se aplicadas de maneira corretas vão trazer um resultado significativo para você.

Vamos lá.

1 –  Vá com calma!

Pode parecer a dica mais simples mas é realmente importante, muita gente tende a querer realizar grandes transformações, para causar impacto, isso pode ser bastante tentador, afinal acaba sendo provocativo e no começo dá o que falar.

Mas é uma armadilha, primeiro porque deixa muito claro sua intenção, e nesse momento pode acabar atrapalhando, e vou explicar o motivo.

Lembra que eu falei que o cérebro busca sempre a coerência?

Pois é. A partir do momento que você causa um impacto na sua imagem e no seu comportamento as pessoas ao redor começam a se questionar sobre essa mudança, e isso a curto e médio prazo não é interessante por gerar desconforto e desconfiança.

Se você usou tênis,  jeans e camiseta a vida toda pra ir ao trabalho e um dia vai de Terno, certamente causará estranhamento nas pessoas, e até ser fruto de piada.

Vá inserindo os elementos de um novo visual e novos comportamentos aos poucos, e isso será assimilado de forma imperceptível.

Logo algum tempo depois as pessoas nem se lembraram de como você se vestia, mas e quando pensarem sobre isso, vão sentir uma sensação que você já deve ter escutado.

“Nossa, tal pessoa está diferente, mas não sei dizer exatamente o que”.

Segundo, por que se por algum motivo você não manter a consistência no seu plano de recriar uma nova impressão você coloca em cheque tudo que fez.

E a segunda vez é sempre mais difícil

2 – Tenha clareza sobre o que quer comunicar

O erro mais comum das pessoas não é não comunicar nada, e sim comunicar o que não quer, ou pior ainda, comunicar tanta coisa que ninguém entende.

Lembre-se sempre: “O cérebro busca coerência”. Se você comunica muita coisa, você passa informações confusas.

Você precisa ser e ter objetivo, e para isso precisa entender seu ponto de partida e o ponto de chegada. É como um GPS, é impossível traçar uma rota e um caminho correto e mais rápido se você não tiver um ponto de partida e um de destino.

Por tanto saiba o que sua imagem diz sobre você, e a partir disso comece a mudar o que é necessário para se posicionar de forma correta e coerente com os seus objetivos.

3 –  Vista-se para o sucesso

Existe uma frase bem famosa que diz:

“Vista-se para o emprego que você quer, não para o que você tem”.

E eu acredito muito nisso. Se for lida de uma forma mais ampla, ela não fala só sobre o que vestir, mas como se portar, como agir, você precisa se posicionar um nível acima, mesmo não estando nele.

Se você quer ser Diretor Financeiro vista-se como os melhores diretores financeiros se vestem.

Se você quer ser Gerente do seu setor, busque referências de como os Gerentes mais reconhecidos se vestem e se comportam.

Caso queira se aprofundar sobre isso, tenho um post que ajuda você a encontrar de forma explicada e prática qual roupa é adequada para o seu objetivo

Vista-se para o sucesso, 8 passos para melhorar sua imagem!

A vestimenta correta é capaz de passar a mensagem correta, isso vai te deixar preparado para aproveitar oportunidades que poderiam estar fora do seu alcance.

Mais que isso te coloca em visibilidade, e te traz mais confiança, o que nos leva a nosso próximo item da lista.

4 – Seja confiante

Eu sempre insisto nesse item. Uma pessoa confiante é capaz de inspirar pessoas, e de conseguir realizações incríveis.

Entenda que as pessoas buscam conforto e segurança, e isso é um padrão. Isso vem do subconsciente e está atrelado à nossa genética, é uma memória comportamental que ainda é resquício do tempo das cavernas.

Ou seja uma pessoa com uma comunicação confiante e coerência é capaz de oferecer segurança e conforto a seu interlocutor.

E isso não é só no âmbito profissional, é em qualquer tipo de relação humana, seja romântica, financeira, familiar. Observe ao seu redor as pessoas que você se relaciona ou adquire serviços, todas de alguma forma te oferecem segurança e conforto e por isso você faz transações sejam financeira, emocionais ou comerciais.

– Mas Diego eu não sou uma pessoa que inspira confiança, e agora?

Fique tranquilo, confiança não é um comportamento nato, e pode ser adquirido por qualquer pessoa desde que tenha compromisso e as ferramentas corretas.

Existem formas científicas validadas de como se tornar mais confiante.

Aqui tem um conteúdo que vai te ajudar nessa jornada

-> 7 passos para se tornar mais confiante

5 – Seja coerente

Segundo o dicionário:

Coerência

substantivo feminino

  1. 1.
  2. qualidade, condição ou estado de coerente.
  3. 2.
  4. ligação, nexo ou harmonia entre dois fatos ou duas ideias; relação harmônica, conexão.

A coerência é um elo entre o que você é e quem você diz que é. Se esses dois itens não estiverem alinhados, você está sendo incoerente. Não adianta usar roupas esportivas todo dia e “pagar” de esportista, se você não praticar esportes.

Não quer dizer que você tenha de ser um atleta profissional, mas fica nítido quando uma imagem é forçada. Você precisa aos poucos ir construindo sua imagem de forma que em algum momento o que você é e o que você quer ser se tornem um só.

Então mesmo que no começo possa parecer mais distante, se você seguir o primeiro passo e ir aos poucos inserindo um novo visual e um novo comportamento em um momento, você irá se tornar o que está buscando.

E a partir desse momento, isso torna-se sua essência.

6 – Escute as pessoas

Quando falo isso em palestras sempre me perguntam por que isso é importante na construção de uma imagem forte e positiva, que é o necessário para se criar uma boa impressão.

E o fato é que o ser humano quer ser ouvido, repare que em nosso cotidiano cada vez fica mais difícil as pessoas esperarem sua vez para falar, mais ainda encontrar alguém que esteja disposto a te ouvir de verdade.

As pessoas querem falar de si, e muitas vezes escutam apenas para responder.

A sua atenção vale dinheiro, empresas pagam fortunas, estratégias para obter sua atenção. Portanto as pessoas querem ser ouvidas. Faça isso, e elas se sentiram confortáveis com sua presença.

Você mesmo já deve ter se sentido desconfortável em uma situação onde a pessoa não para de falar, e você só quer que ela cale a boca. Se torna chato conversar com uma pessoa assim.

Então comece a ouvir o que as pessoas falam, intérprete e questione o necessário, mas pratique a escuta ativa.

7 – Dê atenção a sua linguagem corporal

Um aperto de mão firme (eu disse firme, não forte) assim como um sorriso, é um ótimo cartão de visitas, passa a mensagem de firmeza e confiança.

Mas existem outros pequenos gestos e sinais que podem ser explorados para imprimir uma imagem positiva nas pessoas.

A linguagem corporal quando usada da maneira correta é capaz de influenciar as pessoas, e até mesmo te agregar autoridade perante o interlocutor.

Quando você negligencia a comunicação não verbal, você pode dar a entender que é uma pessoa, ansiosa, fracassada, preguiçosa e isso sem dúvida não é bom para sua imagem!

Compreender e explorar a linguagem corporal, aplicando esse conhecimento a seu favor é uma ferramenta muito poderosa para recriar sua imagem perante outras pessoas.

Para quem quiser se aprofundar no mundo da linguagem corporal indico a leitura do microbook baseado no livro Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal:


Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal

Bônus: Torne-se uma pessoa interessante

Dizem que a gente sempre precisa dar mais do que promete, e aqui não seria diferente, essa é uma dica extra.

Nós somos o resultado das experiências que vivemos, dos livros que lemos, das viagens que fazemos. Consuma conteúdo de qualidade, faça cursos, conheça novos lugares, novas pessoas, novas músicas.

Todas essas experiências são importantes para mais do que apenas parecer, você de fato construa uma imagem de sucesso.

E você tem mais alguma dica pra compartilhar com a gente? Comenta aqui embaixo e vamos evoluir juntos.

Se você tiver alguma dúvida, ou quiser se aprofundar mais sobre o mundo da imagem e marketing pessoal, mande um DM no Instagram @diegodisse será um prazer conversar sobre o assunto.

__________________________________________________

Esse artigo foi escrito por Diego Melo.




Descubra a Matriz de Eisenhower e organize-se melhor

Se você precisa melhorar a sua capacidade de decisão, não perca tempo. Vá direto para a Matriz de Eisenhower. Essa metodologia, extremamente eficaz, ajuda a dispersar as nuvens no meio do percurso, permitindo uma visão clara do que é mais importante. Assim, é possível tirar do caminho tudo o que não é relevante para se alcançar um objetivo.

Mas o que é a Matriz de Eisenhower

Matriz de Eisenhower

A Matriz de Eisenhower é uma ferramenta de gerenciamento do tempo, que ajuda a priorizar a sua lista de tarefas de maneira fácil e eficaz. Com ela, você garante que o mais importante não será prejudicado pelas questões inesperadas e urgentes.

Para isso, basta priorizar suas tarefas dentro de cada quadrante para saber onde, quando e quanto tempo demandará cada atividade.

A origem do nome

Dwight D. Eisenhower foi o 34º Presidente dos Estados Unidos, de 1953 a 1961. Antes disso, ele serviu o exército americano como general e como Comandante Supremo das Forças Aliadas, durante a Segunda Guerra Mundial. Eisenhower foi, ainda, presidente da Universidade de Columbia e o primeiro comandante da OTAN.

As inúmeras responsabilidades e decisões difíceis a serem tomadas a todo instante o levaram a criar uma metodologia de priorização pela urgência e importância. Afinal, era preciso se concentrar em muitas tarefas, mas ele sabia que não podia fazer tudo de uma só vez.

A sua metodologia de gerenciamento de tempo, batizada de Matriz de Eisenhower, ficou famosa no mundo inteiro. Ainda hoje, é amplamente utilizada, não apenas no mundo dos negócios, mas para organizar a vida pessoal e familiar também.

Como é a estrutura da Matriz de Eisenhower

Matriz de Eisenhower

Tudo o que você tem que fazer em sua vida se encaixa em um dos quadrantes da  Matriz de Eisenhower. É uma metodologia simples de ser usada. Conheça os quadrantes:

  • Quadrante 1: tarefas urgentes e importantes – Faça agora
  • Quadrante 2: tarefas não urgentes, mas importantes – Planeje e Agende
  • Quadrante 3: tarefas urgentes e não importantes – Delegue
  • Quadrante 4: tarefas não urgentes e não importantes – Elimine

Nesse post, vamos detalhar um pouco mais cada um desses quadrantes, para que você aprenda de fato a tirar proveito dessa matriz de priorização.

Uma característica interessante da Matriz de Eisenhower é que ela pode ser usada de maneira ampla, por exemplo, definindo as prioridade maiores, mas, também, para os planos diários ou menores.

Urgente versus importante

“O que é importante raramente é urgente, e o que é urgente raramente é importante”. Como presidente dos Estados Unidos, Dwight D. Eisenhower, conhecia bem as limitações de tempo. Ele usou isso a seu favor. Faça o mesmo.

Urgentes são as coisas que geram necessidade de resposta, como telefonemas, notícias, e-mails etc. Já as tarefas importantes são aquelas que contribuem para os seus valores, missão e visão em longo prazo.

Parece simples, mas quando se trata do cotidiano, com o monte de atribuições que caem sobre a nossa cabeça, aí fica um pouco mais difícil separar as coisas. É então que entra em campo a Matriz de Eisenhower, com uma estrutura que nos permite tomar decisões assertivas a todo instante.

Quadrante 1 – Urgente e importante

Matriz de Eisenhower wikipedia

Aqui, estão as tarefas que devem ser feitas imediatamente. 

Em prol da produtividade, pergunte a si mesmo se não está puxando muita coisa para o seu lado, com a finalidade de parecer mais valioso aos olhos da organização e se não está assumindo mais do que é possível. Muitas vezes, o equilíbrio entre o quadrante 1 e 2 é a melhor solução.

Se você usar corretamente a Matriz de Eisenhower, poderá descobrir que muita tarefa urgente não é mais tão urgente e elas podem ser colocadas em segundo ou terceiro plano. Com organização e planejamento do seu tempo, você não terá que fazer nada de última hora.

Quadrante 2: Importante e não urgente

a Matriz de Eisenhower e o gerenciamento do tempo

Aqui devem ser colocadas todas as tarefas que você acha que deveria estar fazendo, mas, como elas nunca são urgentes, geralmente ficam esquecidas. São as atividades que geram felicidade, satisfação e sucesso e que, portanto, são importantes para uma pessoa.

O problema é que na hora de priorizar tarefas, nunca sobra tempo para essas atividades. Isso ocorre porque a maioria da pessoas não tem um propósito de vida definido ou porque todas as outras coisas parecem ser mais importantes.

A nossa tendência é desviar a atenção para as coisas urgentes. Mas essas tarefas importantes da vida não podem ser adiadas eternamente. Portanto, decida quando. Uma sugestão é encaixar algumas delas na rotina matinal, assegurando-se de que elas serão executadas antes que o dia fique sobrecarregado demais.

Quadrante 3: Urgente e não importante

Matriz urgente importante

É hora de delegar para outras pessoas. Esse quadrante trata de tarefas como atender telefone, responder e-mails e mensagens imediatamente etc. Elas não produzem resultado mensurável e funcionam como distrações que prejudicam a produtividade.

Em outras palavras, são tarefas que precisam de sua atenção agora, mas que não contribuem para atingir suas metas de longo prazo.

Então, ao invés de ficar apagando pequenos incêndios a todo instante, capacite sua equipe, dando-lhe oportunidades de tomar decisões sobre pequenas tarefas. Muitos funcionários usarão isso para ganhar respeito na organização.

Quadrante 4: Não urgente e não importante

Matriz de prioridades

Sabe aquelas atividades que sugam o seu tempo e não levam a nada? Pois, é aqui que elas devem entrar. Inclui tudo o que pode ser feito mais tarde, sem nenhum prejuízo para você ou para o seu negócio.

Essas atividades nos fazem desperdiçar o nosso precioso tempo, enquanto poderíamos estar focados no que é urgente e importante. Quer alguns exemplos: checar mensagens do Facebook ou passear pelo Instagram.

Todos concordam que, de vez em quando, precisamos de um “recreio”. Isso é saudável e produtivo. O quarto quadrante não trata disso, mas de coisas que realmente não têm nenhum benefício real.

Você não precisa cortar de vez as tarefas do quarto quadrante. Mas fique atento para que elas não ocupem tempo demais, prejudicando alcançar os seus objetivos. Selecione uma e reserve para ela poucos minutos por semana.

Crie a sua Matriz de Eisenhower

urgente importante
  • Com a sua lista em mãos, anote “Urgente” perto das tarefas que precisam ser executadas imediatamente e “Importante” para o que realmente importa. Alguns itens podem ter as duas marcações ou nenhuma delas.
  • Desenhe sua própria Matriz de Eisenhower, categorizando as suas tarefas, isso é, distribuindo-as nos quatro quadrantes.
  • Para o primeiro quadrante, avalie se uma organização do tempo eliminaria a urgência das tarefas.
  • Identifique todas as tarefas que você quer incluir no segundo quadrante e encontre uma maneira de trabalhar pelo menos três delas em sua rotina diária. Dê atenção a esse item.
  • Analise suas atividades do terceiro quadrante e seja firme para tirar da sua lista todas as tarefas que não somam benefício à sua vida.
  • Certamente você não quer excluir todas as atividades do quarto quadrante. Mas você pode, por exemplo, perceber que está gastando tempo demais checando o Facebook e outras mídias sociais e precisa investir em outras coisas importantes.
  • Depois de categorizar suas tarefas, é necessário priorizá-las dentro de cada quadrante. A dica é usar o calendário.
  • Certifique-se de que você esteja sendo realista ao construir a sua Matriz de Eisenhower. Conheça os seus limites
  • Reserve tempo para relaxar e recuperar as energias.

Mudança de hábito

Se você quer mesmo organizar o seu tempo e a sua vida, precisará investir em mudanças de hábitos. Afinal, os hábitos fazem parte da fundação das nossas vidas, nossas empresas e são responsáveis por uma grande parte dos resultados que obtemos.

O livro O Poder do Hábito: Porque Fazemos o Que Fazemos na Vida e Nos Negócios, de Charles Duhigg, pode ajudá-lo muito nesse desafio.

Segundo o autor, nosso cérebro funciona como uma máquina e a todo instante busca maneiras de reduzir os esforços e automatizar as rotinas. Tudo isso para economizar energia.

O funcionamento de um hábito segue um fluxo de três etapas, que são:

  • Gatilho: alguma coisa que acontece e o cérebro entende como um chamado para entrar no modo automático e escolher qual a rotina usar;
  • Rotina: é uma ação física, emocional ou mental, que é automaticamente acionada pelo gatilho;
  • Recompensa: um estímulo positivo que ocorre e diz ao seu cérebro que aquela rotina funciona e por isso deve ser armazenada.

Assim, é imprescindível entender como os gatilhos dos hábitos são acionados e como funcionam as recompensas. Ao desenvolver essa habilidade, você estará apto a alterar, adaptar e criar novas rotinas.

Agora, imagine você controlando os seus hábitos e dominando a Matriz de Eisenhower! Bom demais, não é mesmo!

Continue aprendendo

Gerenciamento de tempo e produtividade são temas que interessam a todas as pessoas. Você pode aprender cada dias mais. Os livros são seus grandes aliados.

A equipe do 12min selecionou 1 dica superinteressante pra você. Veja:

A Arte de Fazer Acontecer – Uma fórmula para estabelecer prioridades e entregar soluções no prazo – Davi Allen

Mesmo pessoas que não são estressadas conscientemente sempre estarão mais relaxadas e produtivas, se aprenderem a focar na sua tarefa atual, sem distrações. Para isso, o autor propõe um método que ele chamou de GTD – Getting Things Done (Deixando as coisas prontas).

Esperamos que você tenha curtido esse post. Deixe aqui o seu comentário. E boa leitura!




Aprenda como controlar a falta de concentração no trabalho

O filho que você deixou em casa com febre, contas para pagar, reunião da escola… E ainda tem o telefone que não para de tocar, o alarme do celular que apita a todo momento, as chamadas do Facebook, do WhatsApp… e as mensagens do e-mail que pingam incessantemente, excesso de tarefas… enfim, são inúmeros os motivos que nos levam à falta de concentração no trabalho.

falta de concentração no trabalho

Algumas pessoas ainda sofrem de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), o que faz do foco uma tarefa ainda mais árdua. No entanto, independentemente da origem da falta de concentração no trabalho, os prejuízos desabam sempre na produtividade e na qualidade das atividades a serem realizadas.

Segundo os especialistas, existem estímulos externos (ruídos, por exemplo) e internos (sonhar acordado) que roubam a nossa atenção, criando dificuldade de concentração. Isso ocorre na vida pessoal e profissional.

Se a falta de concentração é um problema na sua vida profissional, imagina o prejuízo para uma empresa, com um batalhão de funcionários “viajando” a quilômetros de distância, enquanto deveriam estar se dedicando ao trabalho.

A realidade é que, com tantos fatores distraindo a nossa atenção, a falta de concentração, atualmente, destaca-se entre os maiores problemas no mundo corporativo.

No entanto, se você quer cair fora desse time que não consegue aterrissar, tome uma atitude. Você pode escolher investir na sua produtividade e na sua imagem profissional.

Você deve estar se perguntando: afinal, como se concentrar no trabalho com esse mundo de distrações e preocupações fervilhando em nossas cabeças? A resposta está a seguir.

9 dicas para combater a falta de concentração no trabalho

falta de concentração no trabalho

1. Planeje o seu dia

Para você não ficar confuso com o monte de atividades a realizar, planeje o seu dia, antes de realmente botar a mão na massa.

Tenha agenda

Anote tudo o que você precisa fazer, das pequenas atividades até o projeto mais importante. Especifique horário e tempo de conclusão para cada tarefa.

Para organizar as anotações, crie uma agenda. Ela pode ser eletrônica, inclusive, por meio de voz, e até mesmo aquelas tradicionais. Isso não faz diferença. Desenvolva o hábito de usá-la diariamente.

A agenda vai organizar o seu tempo também, e manterá você direcionado para o que deve realizar naquele dia.

Crie lembretes

Com a falta de concentração, você tem grande chance de esquecer até mesmo de checar a agenda. Então, crie artifícios para lembrá-lo, alguns minutos antes daqueles compromissos mais importantes.

Esses lembretes podem ser por meio do alerta da própria agenda eletrônica, aplicativos ou aqueles papeizinhos coloridos no computador. Você tem outra ideia? Ótimo. Utilize a ferramenta que funciona para você.

Faça anotações

Nosso cérebro roda direitinho com duas atividades complicadas ao mesmo tempo. Mas, se acrescentar mais uma, a situação se complica. A pessoa perde o controle de uma das tarefas e os erros começam a surgir.

Assim, não confie somente na sua memória. Além da agenda, crie o hábito de anotar as informações mais importantes, como por exemplo, o que foi falado e decidido numa reunião e, até mesmo, os recados.

Pense positivo

Pessimismo leva à desmotivação, que por sua vez resulta em distração. Tente não ficar pensando o tempo todo em coisas ruins ou nos problemas. Desvie sua atenção para o trabalho e para as conquistas.

2. Invista no seu ambiente de trabalho

Cuide-se para não se perder ainda mais na bagunça da sua mesa. O seu local de trabalho tem que ser organizado, limpo e confortável, para que você possa manter o foco em suas atividades e não seja prejudicado com a falta de concentração. Veja o que você pode fazer:

  • Evite amontoar papéis e outros objetos que você tem certeza que não precisará deles no futuro. Ou seja, se não tem mais validade, jogue no lixo.
  • Não guarde alimentos perecíveis nas gavetas. Isso é perfeito para proliferação de insetos, sem contar o mal cheiro.
  • Faça as anotações em geral, inclusive os recados, em um caderno. Assim, você reúne tudo no mesmo lugar e evita um monte de papel espalhado em cima da mesa. Aqueles papéis que você nunca encontra quando precisa.
  • Aliás, rotina é uma palavra-chave para quem pretende evitar a falta de atenção no trabalho. Manter cada coisa no seu devido lugar evita o estresse e a pressão de ficar procurando por algo. Isso vale não apenas para as anotações, mas para os documentos, chaves, celular, notebook, canetas, pastas….
  • Se você tem dificuldade de concentração em locais barulhentos, solicite ao chefe um espaço tranquilo. Se o problema for o colega ao lado, que é ruidoso demais, converse com ele.
  • Tem gente, ao contrário, que não odeia o silêncio. Se for o seu caso, leve um fone de ouvido e ouça música, caso o seu colega ao lado seja quieto demais.
  • Tenha atenção ao quesito conforto, para combater a dificuldade de concentração. Por exemplo, a cadeira deve ser macia e permitir que você coloque os pés no chão. Caso contrário, não ficará ali por muito tempo. Os cuidados valem para a altura da mesa, temperatura ambiente e ventilação, alcance do telefone etc.
  • Aposte em imagens que você gosta para combater a falta de concentração. Paisagens, por exemplo, ajudam a manter o foco. Coloque-as no computador, na mesa ou na parede.

3. Defina prioridades

Tudo bem que a sua lista de tarefas é grande e o tempo curto demais. Mas, você não vai conseguir se concentrar o suficiente para ter uma boa performance, se estiver fazendo um monte de coisas ao mesmo tempo. Excesso de atividade é uma distração forte.

Priorize o que é mais importante. Em seguida, trabalhe as atividades emergenciais e, finalmente, as pormenores.

Tem funcionário que movimenta o dia inteiro, com um monte de atividades e, ao final do dia, se dá conta de que não fez nada.

Use a Matriz de Eisenhower como sua aliada

A Matriz de Eisenhower é uma ferramenta de gerenciamento do tempo, que ajuda a priorizar a sua lista de tarefas de maneira fácil e eficaz. Com ela, você garante que o mais importante não será prejudicado pelas questões inesperadas e urgentes.

Ou seja, a Matriz de Eisenhower ajuda você a ter uma visão clara do que é mais importante. Assim, é possível tirar do caminho tudo o que não é relevante para se alcançar um objetivo.

Tudo está dividido em quatro quadrantes:

  • Quadrante 1: tarefas urgentes e importantes – Faça agora
  • Quadrante 2: tarefas não urgentes, mas importantes – Planeje e Agende
  • Quadrante 3: tarefas urgentes e não importantes – Delegue
  • Quadrante 4: tarefas não urgentes e não importantes – Elimine

Urgente versus importante

Urgentes são as coisas que geram necessidade de resposta, como telefonemas, e-mails etc. Já as tarefas importantes são aquelas que contribuem para os seus valores, missão e visão em longo prazo.

Parece simples, mas quando se trata do cotidiano, com o monte de atribuições que caem sobre a nossa cabeça, aí fica um pouco mais difícil separar as coisas. É então que entra em campo a Matriz de Eisenhower, uma poderosa e eficiente ferramenta contra a falta de concentração no trabalho.

4. Elimine ou reduza as distrações

falta de concentração

A falta de atenção no trabalho, na maioria das vezes, vem de distrações que estão por todos os lados, a todo momento. Elas afetam de forma generalizada, até mesmo os funcionários mais focados. Os outros então… A boa notícia é que essas distrações podem ser controladas.

  • E-mail: A não ser que você esteja esperando alguma mensagem importante para o trabalho do momento, não fique abrindo a sua caixa de entrada a cada segundo. O ideal é checar a sua conta de duas a três vezes ao dia. Ou você pode agendar seu email para baixar as mensagens em horários específicos e, assim, programar-se para ler tudo junto.
  • Celular: Desligue o celular ou desative o som. Você pode até mesmo tirar o telefone fixo do gancho, se a atividade que estiver desenvolvendo exigir alto grau de concentração.
  • Computador: Dependendo da atividade, você pode desligar o computador, sem prejuízo algum para o seu desempenho.
  • Rede Social: Esqueça que você tem conta no Facebook, Instagram, WhatsApp etc, enquanto estiver no trabalho. Rede social é um grande vilão da produtividade.
  • Jogos eletrônicos: Não tem como se concentrar no trabalho com esses brinquedinhos consumindo toda a nossa atenção. Mantenha-os desligados, enquanto estiver na empresa.
  • Websites: Bloqueie sites e e-mails inúteis. Eles também são responsáveis pela falta de concentração.
  • Relógios “inteligentes”: Eles podem dispersar você. O mesmo vale para as pulseiras e monitores de atividades.
  • Bate-papo: Conversas informais e brincadeiras entre colegas de trabalho criam dificuldade de concentração. Deixe isso para o horário do cafezinho. Enquanto estiver trabalhando, seja amigável, mas não permita que bate-papo prejudique o seu rendimento.
  • Problemas extras: Dificuldades que extrapolam a tarefa que está realizando no momento (prazos, novos clientes etc) ou até mesmo os questões pessoais sugam a sua atenção. Estabeleça horário específico para cuidar desses assuntos.

5. Divida os grandes projetos em partes pequenas

Projetos muito grandes podem deixá-lo sobrecarregado, causando estresse e ansiedade. Consequentemente, você sofrerá com a falta de concentração.

  • Um jeito de contornar esse problema é realizar o trabalho em etapas, de forma que você possa gerenciar cada uma delas. Mas, não se esqueça: uma coisa de cada vez.
  • Se você tem dificuldade para trocar a marcha e engatar em uma atividade diferente, dê uma pequena pausa. Mas, não mude de uma tarefa difícil para outra mais complicada ainda.
  • A ideia é alternar atividades mais difíceis com aquelas que exigem menos atenção, permitindo que seu cérebro descanse.
  • Quando o bicho estiver pegando com o excesso de trabalho, avalie se realmente todas as atividades devem ser concluídas naquele momento ou se alguma coisa pode ser remanejada em sua agenda.

6. Defina um local específico para trabalhar

Não fique pulando de lá pra cá, a todo momento. Por exemplo, um dia você trabalha no seu escritório, no outro decide ir para a cantina, depois prefere fazer as atividades em casa… Se você não quer ter problemas com a falta de concentração, evite isso.

Mudar o local de trabalho com frequência deixará você mais vulnerável a distrações. Por outro lado, se você criar o hábito de trabalhar sempre no mesmo lugar, sua mente se acostumará com o ambiente à sua volta e sua produtividade, certamente, será maior.

7. Descanse

falta de atenção e concentração no trabalho

Cansaço pode levar sua produtividade a níveis abaixo de zero. Não se permita chegar a esse ponto. Comece dormindo bem. Isso vai ajudá-lo após horas de trabalho estressante e o manterá em forma para recomeçar no dia seguinte.

No entanto, você não precisa esperar a noite chegar para dormir e descansar. Quando a energia começar a falhar, faça um breve intervalo. Levante, caminhe um pela sala, vá ao toalete, beba água…

A pausa no horário de trabalho deve ser curta. Se você parar e se envolver em um bate papo informal no corredor por longo tempo, certamente, perderá a concentração.

8. Delegue sem ansiedade

Você não precisa fazer tudo sozinho quando trabalha em equipe. Divida responsabilidades, concentrando-se no seu ponto forte. Você vai ganhar tempo, ficará menos cansado e ainda terá a produtividade aumentada.

Quando se delega alguma atividade, é importante que cada pessoa da equipe saiba exatamente o que se espera dela e o prazo de entrega do trabalho. Assim, o grupo fica comprometido com os resultados.

9. Cuide da sua saúde

Se você não investir na sua saúde, não chegará a lugar algum. É preciso cuidar do corpo e da mente.

  • Café da manhã: concentrar-se no trabalho com fome é missão quase impossível. Então, tome um café da manhã caprichado e faça as refeições do dia, no horário. Coma alimentos saudáveis
  • Beba água: no sufoco do trabalho, a gente acaba se esquecendo de beber água. Isso é um erro, porque a desidratação gera fadiga, irritabilidade, redução do ritmo e, portanto, falta de concentração.
  • Mexa-se: atividade física regular é ótimo para o corpo e para a mente. Outra coisa boa é levantar-se de vez em quando, durante o trabalho, para esticar os músculos e relaxar.
  • Relaxamento: procure por técnicas de relaxamento e pratique-as regularmente. Meditação, exercícios de autoconhecimento e Ioga são excelentes opções. Mas você pode escolher qualquer outra coisa que lhe acalme e seja prazeroso.

Se você se concentrar nessas dicas, terá ganhos de produtividade excepcionais. E você deve ainda investir em leitura. O mercado está cheio de bons títulos e autores fascinantes que vão ajudá-lo a alavancar a sua carreira. Uma grande quantidade deles está no 12min.

Veja as dicas que o 12min selecionou para você:

Foco – Daniel Goleman

Foco

Foco é uma habilidade chave para ser bem-sucedido, produtivo e ter relacionamentos pessoais e profissionais duradouros.

O Poder do HábitoCharles Duhhigg

O Poder do Hábito

Entender os nossos hábitos é o primeiro passo para sermos capazes de transformar nossas vidas, ampliar a produtividade e os resultados nos negócios.

Mindset – Carol Dweck

Mindset

O sucesso não depende unicamente das nossas habilidades ou talentos, mas também da forma como enfrentamos a vida.

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente EficazesStephen R. Covey

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes

Se você realmente quer mudar seu destino, você precisa mudar seus hábitos e seu caráter, trabalhando de dentro para fora.

Boa leitura e ótimos aprendizados!




5 ferramentas de gerenciamento de projetos para se organizar

ferramentas de gerenciamento de projetos

Dizer que você precisa de “ferramentas de gerenciamento de projetos” pode parecer algo chato de fazer, que vai tomar seu tempo e sua energia. Mas a verdade é que quando você se vê cheio de listas de tarefas e não sabe por onde começar a cada manhã, é porque precisa se organizar. E nada melhor do que contar com um bom app para isso.

Isso não vale apenas para a sua empresa. Qualquer tempo desperdiçado na sua vida é tempo desperdiçado de produção no trabalho. Por isso, não pense que gerenciar um projeto como a reforma da sua cozinha ou seu desafio de leitura é desnecessário.

A seguir, vamos falar um pouco sobre o que é um bom gerenciador de projetos e listar nossos 5 favoritos. Cada um tem funcionalidades específicas, que podem ou não ser úteis para você. Por isso, escolha aquele que você mais se sinta motivado a utilizar. Boa leitura!

O que é uma boa ferramenta de gerenciamento de projetos

Várias ferramentas de gestão de projetos estão disponíveis gratuitamente ou por um preço justo. As funções variam muito, com cada uma tendo um foco diferente. Você tem que saber quais tipos de características precisa mais para saber qual será a sua preferida.

Algumas são melhores para gerenciar equipes. Permitem criação de tarefas para todos, determinação de prazos e responsáveis e rastreiam o tempo de trabalho. Mesmo assim, todas podem ser utilizadas individualmente.

Há também as que organizam o projeto de uma forma visual. Permitem que você tenha uma ideia geral do estado das coisas para não ficar perdido. Inclusive, uma das melhores partes de usar uma ferramenta de gerenciamento de projetos é sempre saber quais são os próximos passos.

Nem sempre uma ferramenta com muitas funcionalidades é boa. Quando há muita coisa a fazer você pode acabar tendo preguiça e deixando de atualizar. E aí a lógica do uso se perde. O preço também deve ser levado em conta – para que pagar caro em uma ferramenta que oferece aplicativos de celular se a equipe não precisa?

Para quem vai usar o gerenciador de projetos junto com a equipe, uma das funções mais importantes é a clareza da comunicação entre as pessoas nas tarefas. O upload de arquivos pode ser principal para você e desnecessário para quem usa o Dropbox. E por aí vai.

Por isso, leve sempre em conta a sua necessidade. Facilitamos um pouco para você e colocamos aqui 5 das nossas opções favoritas de ferramentas de gerenciamento de projetos. Confira!

Asana

ferramentas de gerenciamento de projetos

O Asana foi lançado em 2011 e desde então passou por várias atualizações e melhorias. Com apps para Android e iOS, ele é um gerenciador de projetos mais focado no trabalho de equipes.

É possível adicionar vários detalhes a cada tarefa: comentários, arquivos, checklists, prazo e responsável.

Cada tarefa pode ser separada por projeto e é possível visualizar um calendário completo com todas as tarefas entregues ou pendentes. A criação das tarefas também é bem fácil, basta dar enter para criar uma nova. Vários atalhos de teclado funcionam bem.

A comunicação do time é bastante facilitada. Cada integrante pode deixar comentários nas tarefas. O gestor ainda pode alterar todas as características de cada uma, passando de um membro para outro. Isso evita threads intermináveis de e-mail que embaralham as informações.

Se você quiser utilizar individualmente, ainda será uma boa ferramenta de gestão de projetos. Inclusive, você pode usar a mesma conta do Asana para os projetos do trabalho e os pessoais. Basta trocar o modo para “personal projects” (projetos pessoais) para não criar uma confusão e tarefas.

Equipes com menos de 15 integrantes utilizam o Asana gratuitamente. Acima disso, os preços variam – quanto mais pessoas, mais barato, começando com pouco mais de 4 dólares por pessoa por mês.

Trello

gerenciamento de projetos

Se você gosta de organizar suas tarefas de uma forma totalmente visual, o Trello é o gerenciador de projetos para você. Ele também é mais focado em empresas e times, mas assim como o Asana, funciona individualmente.

Ensinamos aqui como usar o Trello.

Podemos dizer que o Trello é digitalização dos post-its. Você cria boards (quadros) dentro de projetos e cada um é preenchido por cards (tarefas). Dentro de cada card, é possível fazer comentários, upload de arquivos, marcar pessoas, separar por tags e outras funções.

O Trello é bem leve e tem aplicativos para para iPhone, iPad, celulares, tablets e relógios Android e tablets Kindle Fire. Permite pesquisa entre todos os boards e definição da cor de cada projeto. Chega até a ser divertido de usar.

Para fazer integrações com outros aplicativos e criar a supervisão dos times é preciso pagar versão premium, que custa U$9,99 por pessoa por mês.

Microsoft OneNote

ferramentas de gerenciamento de projetos

O OneNote é a ferramenta para anotações do Microsoft Office e é muito boa para essa função específica. Mas não faz só isso.

O programa também pode ser um gerenciador de projetos, tanto profissionais quanto pessoais. Vários templates disponíveis para download podem ajudar a facilitar a visualização do status das tarefas.

Uma forma de liberar as funções mais bacanas é criar integrações com outras aplicações. O OneTastic, por exemplo, adiciona calendário, ferramentas de edição de imagens, novos estilos de formatação do texto, entre outros.

Para fazer upload dos arquivos, o OneNote também faz integração com o SkyDrive, o que também evita que você perca qualquer arquivo.

Ele também tem aplicativo para iPad, iPhone e aparelhos Android, além do software para desktop. Ao contrário do que você pode estar imaginando, não é necessário adquirir junto com todo o pacote Office. Ainda assim, pode sair um pouco salgado: 70 dólares, quando comprado individualmente.

Azendoo

ferramentas gerenciamento de projetos de ti

Este também é um serviço híbrido: gerenciador de projetos e de tarefas. Isso quer dizer que além de dar noção do projeto e seu status, também serve para garantir a produtividade de todos no time.

As integrações são muitas: cerca de 80. São apps que muitos times utilizam, como Dropbox, SkyDrive, MailChimp e Buffer.

Neste gerenciador de projetos, é possível checar as tarefas de outros membros, comentar em cada uma delas, fazer upload de arquivos e ter uma visão geral dos projetos.

Já para comunicação dos membros, ele traz alguns extras: permite criação de enquetes e mensagens privadas ou para equipes inteiras.  Para quem gosta de funções divertidas, o Azendoo suporta GIFs, emojis e personalização de links.

Sua interface é parecida com a do Asana. Só é um pouco mais caro: qualquer tamanho de time precisa pagar para utilizar a ferramenta de gestão de projetos e custa mais de 6 dólares por pessoa por mês.

Harvest

ferramentas gestão de projetos

O Harvest é a escolha certa para quem quer uma ferramenta de gerenciamento de projetos que foca no rastreamento de tempo e budgeting. Além de um software mais centrado em equipes.

Os relatórios do Harvest são os melhores por causa da facilidade que ele oferece na hora de contar o tempo de produtividade de cada membro. Você ainda consegue configurar o faturamento de cada projeto – ele envia um e-mail caso algum ultrapasse o valor máximo.

Esse entendimento profundo em relação às horas trabalhadas tem sido cada vez mais exigido de gestores. E por ter uma interface amigável, ele pode ser a saída para evitar dificuldades na hora de adicionar ou subtrair tempo de cada tarefa.

É bom lembrar, entretanto, que esse gerenciador de projetos só funciona quando tem internet. Entretanto, pode ser acessado por aplicativo em dispositivos Android ou iOS, além do desktop.

Mesmo com esse foco em horas, o Harvest também é uma ferramenta de gerenciamento de tarefas útil. Só não é bom escolhê-lo caso você não precise contar o tempo – pois a funcionalidade pode atrapalhar o workflow.

O preço é fixo: 12 dólares por pessoa por mês. Para evitar comprar sem testar, você pode começar pelo trial de 30 dias.

Menção honrosa: Evernote

Já falamos aqui sobre o Evernote como aplicativo para organizar suas listas de tarefa. Mas ele também pode ser usado como gerenciador de projetos por meio dos cadernos. Basta separar as tarefas entre eles designando cada projeto.

Tudo o que você coloca no aplicativo é pesquisável – e essa é só mais uma função entre tantas outras que o Evernote oferece. Para usar com seu time, você precisa desembolsar 5 dólares por mês.

Se uma das suas tarefas é ler aquele livro que está parado há muito tempo, sugerimos que procure por ele na plataforma do 12min. Lá é possível encontrar resumos das melhores publicações sobre negócios do mundo, incluindo uma seção inteira sobre Produtividade.

E para se organizar, você também vai precisar de foco:

Foco

Remova as distrações no trabalho

Agora que você conhece as melhores ferramentas de gerenciamento de projetos, fique atento a outra questão importante que pode minar a sua produtividade. Estamos falando das distrações. Elas estão por todos os lados, a todo instante.

Ou seja, de nada vai adiantar você ter tudo anotado e planejado, se ficar se distraindo com coisas que não têm nada a ver com o seu trabalho. Assim, além de foco, você precisa se concentrar no que estiver fazendo.

Veja algumas dicas para você se livrar das distrações mais comuns, que sugam o seu tempo e comprometem os seus resultados:

Celular: a não ser que ele seja extremamente necessário para o seu trabalho, mantenha-o desligado ou no silencioso. Se for possível, esqueça que ele existe enquanto estiver trabalhando.

E-mail: você recebe mensagens na sua caixa postal a todo instante. Se parar toda hora pra vê-las, no final do dia terá perdido um tempo precioso. Sem contar que isso quebra a sua concentração.

Rede Social: supere aquela vontade de acompanhar em tempo real tudo o que se passa no Facebook, Instagram, WhatsApp etc. Caso contrário, você não terá tempo suficiente para suas atividades profissionais.

Jogos online: você não deveria se dedicar a joguinhos no local de trabalho. Deixe-os para os horários de intervalos ou melhor, quando estiver em casa.

Conversas paralelas: você não precisa se isolar da equipe, mas evite brincadeiras e conversas paralelas a todo instante e que não tenham relação com o trabalho.

Telefone: chamadas incessantes desviam a sua concentração do trabalho e o fazem perder tempo. Se for possível, silencie o aparelho ou até mesmo desligue-o por um determinado período.

Enfim, a dica é reservar um horário específico todos os dias para checar as mensagens, ligações do celular, e-mail e mídia social.

Então, você gostou das 5 ferramentas de gerenciamento de projetos que apresentamos nesse post? Ou você conhece outras tão legais como essas? Compartilhe conosco a sua experiência!




Aprenda como ser um bom vendedor e ultrapasse suas metas

Tem gente que nasce com o dom para vendas marcado no DNA. Mas são poucos. A maioria das pessoas precisa aprender e desenvolver as habilidades de como ser um bom vendedor. E se você é uma delas, fique com a gente, porque vamos falar de dicas valiosíssimas que o ajudarão a comemorar o sucesso.

como ser um bom vendedor

Para se chegar ao topo, a primeira coisa a se fazer é estabelecer as suas metas para um determinado período de tempo. Depois, sim, você vai trabalhar para atingir os alvos e ir cada vez mais longe.

10 dicas de como ser um bom vendedor

1. Ouça as dúvidas e necessidades do seu cliente

como ser um bom vendedor

Se você quer saber como ser um excelente vendedor? Então, vai aqui uma regra básica: aprenda a ouvir mais do que falar. Identifique os gargalos do seu cliente, estude a situação e veja como o seu produto/serviço o ajudará a vencer as dificuldades. Apresente soluções.

2. Vá atrás de novas oportunidades

Não fique dependendo apenas dos clientes que você já tem para alcançar as suas metas. Ou seja, faça tudo para conservá-los, sim, mas invista seu tempo também na prospecção. Trabalhe nisso regularmente, porque essa é uma dica valiosa de como ser um bom vendedor.

3. Prometeu, cumpra!

Não tente fechar uma venda com promessas que não podem ser entregues. Nesse caso, é melhor prometer menos e depois surpreender positivamente o seu cliente, com um pouco mais.

4. Tenha autoconfiança

como ser um bom vendedor

Você somente terá sucesso se acreditar no seu potencial e transmitir para os outros sua confiança. Esse é um item fundamental no manual de dicas para ser um bom vendedor, porque trata-se de uma tarefa que só você pode fazer. Mas não basta investir na autoconfiança. Você precisa, também, conhecer a fundo o seu produto/serviço e ter convicção de que ele realmente é uma boa opção para o cliente.

5. Não aceite o primeiro não

Como ser um bom vendedor se você não tem persistência? Quem já trabalha com vendas sabe que é comum ouvir um “não” logo de cara. Não pegue isso como pessoal e jamais desista tão rápido. Pelo contrário, assuma esse “não” como um obstáculo que pode ser superado. Se você usar todo o seu talento de vendedor, poderá convencer o cliente do valor do seu produto/serviço para ele.

6. Invista em uma proposta de valor

como ser um bom vendedor

Uma política de redução de preços e descontos nem sempre é uma boa estratégia para se conquistar um cliente. Segundo o livro “A Venda Desafiadora”, o segredo está em focar no valor que o produto/serviço oferece para a pessoa. Com isso, é possível manter os preços no patamar real, aumentando os lucros e deixando claro que o preço é inegociável. Pesquisas apontam que 81% dos vendedores consideram que a capacidade de vender valor acima do preço é a principal característica dos profissionais de sucesso.

7. Conheça o seu cliente

Você precisa se colocar em posição de destaque em relação aos demais concorrentes. Mas como impactar o cliente? O primeiro passo é deixar claro que você conhece o negócio dele e pode lhe oferecer ideias, informações e apoio valiosos. Passe a imagem de que você entende do assunto tanto ou mais do que ele. Pra isso, estude o seu cliente, o negócio em questão e o mercado, antes da reunião.

8. Invista pesado nas apresentações

O manual de como ser um bom vendedor coloca a apresentação com um diferencial para o profissional que busca alcançar ou até mesmo superar as metas. E para isso, esqueça o discurso padrão. Ao contrário, prepare abordagens personalizadas, focadas nas necessidades de cada cliente em especial. E treine antes de se encontrar com cada um deles. Enriqueça sua apresentação com ingredientes como empatia e visão

9. Ofereça informações na dose certa

como ser um bom vendedor

Ao se encontrar com o cliente, não coloque um monte de informações sobre a mesa de uma só vez, logo no início. Os autores de “A Venda Desafiadora” ensinam que você deve, primeiramente, prender a atenção das pessoas à sua frente para, somente depois, mostrar seu conhecimento com informações específicas sobre a empresa e os obstáculos que ela enfrenta.

10. Mantenha-se na mente do cliente

Use a criatividade, mas encontre um jeito de não deixar que o cliente e o cliente em potencial se esqueçam de você. Apele também para as ferramentas tradicionais, como e-mail, email marketing, correio tradicional, rede etc. Ofereça valor em seus produtos/serviços e lembre-se que um ou dois contatos não são suficientes para se obter sucesso.

Dicas para o empreendedor

como ser um bom vendedor

O empreendedor não pode deixar o desafio de impulsionar as vendas nas mão das suas equipes. A empresa também deve estar sempre atenta a novas formas de superar metas. Vejam algumas dicas:

    1. Amplie o seu alcance. Para isso, debata com sua equipe quais os possíveis novos mercados que podem ser segmentados.
    2. Invista na ativação de vendas como fórmula para melhorar a produtividade de vendas. Pesquisas mostram que 59% das empresas de alto desempenho têm uma função de ativação de vendas definida. O mesmo ocorre com 72% de todas as instituições que registram receitas acima de 25% do que foi planejado.
    3. Utilize conteúdos relevantes como ferramenta de apoio para sua equipe de vendas. Mantenha todo esse material com acesso fácil, sempre que o profissional precisar dele. Pesquisas apontam que 67% dos times de alto desempenho criam conteúdos importantes para os clientes.
    4. Mantenha os times de vendas e marketing alinhados, trabalhando juntos, como parceiros e não como concorrentes ou inimigos. Eles devem compartilhar metas e resultados.

Continue aprendendo, sempre

Você curtiu as nossas dicas de como ser um bom vendedor? Mas nós não terminamos aqui. Agora, vamos falar de aprendizagem continuada.

Tenha em mente que o mundo dos negócios muda constantemente, em ritmo acelerado. Então, para se tornar um campeão de vendas, adapte-se a isso ou será jogado para escanteio.

Não importa se você é o dono do negócio ou um colaborador. Todo mundo precisa se atualizar sempre. E ninguém precisa voltar para a escola ou gastar rios de dinheiro para se manter em dia, porque existem incontáveis recursos, muito deles gratuitos.

Por exemplo, na internet você encontra os TEDs, webinars ou podcasts. Existe ainda uma infinidade de treinamentos e cursos de aperfeiçoamento. As próprias empresas disponibilizam oportunidades valiosas para você se manter atualizado com o que há de mais novo no momento.

E você, ainda, pode recorrer aos livros. O mercado editorial está recheado de boas opções. Se você não tem muito tempo para ler, o 12min pode ser sua aliada. A plataforma oferece o resumo das mais valiosas obras, para serem lidos em apenas 12 minutos cada.

Veja uma sugestão de leitura que a equipe do 12min separou para você:

Vender é Humano – Daniel H. Pink

como ser um bom vendedor

Surpreenda-se com o seu poder de convencer os outros.

Vender é HumanoBoa leitura e lembre-se de praticar tudo o que aprender!




Google Alerts: 12 usos que você pode não conhecer

Você conhece todas as ferramentas do Google? Com certeza, já usa o Google Calendar e o Drive, pelo menos. Mas você pode estar perdendo uma das features mais legais do gigante da tecnologia, o Google Alerts.

Criado em 2003, o serviço de notificação avançou bastante desde então. Várias funcionalidades foram adicionadas e nem todo mundo está a par de todas elas.

Os alertas do Google podem ser utilizados como monitores de notícias, como a maioria das pessoas conhece, mas seus usos vão além disso.

Neste artigo, você vai entender o que é essa grande ferramenta e quais são as formas mais legais de usá-la. Boa leitura!

Como funciona o Google Alerts

google alerts

Para acessar o Google Alerts, clique aqui. A página que vai se abrir é bem clean e simples, mas não se engane: é possível fazer muito com apenas essa interface. Ao criar alerta no Google, você passa a receber e-mails sempre que um novo link sobre aquele tópico aparece. Isso tem muitas formas de utilização, que veremos a seguir.

Para criar alerta no Google, digite qualquer tópico na caixa de busca do topo. Os alertas podem ter configurações específicas que você pode alterar a qualquer momento em cada um deles. Altere:

  • A frequência de e-mails.
  • Os tipos de sites exibidos (notícias, blogs ou qualquer lugar da web?).
  • Idioma.
  • Origem geográfica.
  • Quantos resultados deseja visualizar de uma vez.
  • Quais das suas contas recebem o alerta.

Pronto, clique em criar alerta e você já sabe o básico 😉

Agora que você já sabe como funciona o Google Alerts, confira as coisas mais legais que ele oferece.

Saiba o que estão falando sobre você e sua empresa

google alerts como usar

Você pode programar o Google Alerts para avisar quando um link com seu nome vai ao ar. Se você estiver logado na sua conta do Google, ele oferece a opção de pesquisar seu nome logo de cara.

Para a sua empresa, essa técnica é ainda mais útil. Você recebe em tempo real, no seu e-mail, as notícias que falam do seu produto ou serviço, como um clipping. É bom ficar de olho nisso para não perder nenhuma crítica ou elogio, por exemplo.

Para testar, criamos um alerta sobre o próprio Google. Os resultados são bem variados, oferecendo notícias sobre a empresa, seus últimos produtos e campanhas. O e-mail vem em forma de feed, com o título do link, o início do texto e botões de compartilhamento.

Monitore seus competidores

Além de monitorar a sua marca, você pode também criar alerta no Google para seus competidores. Fique sabendo que tipo de conteúdo estão produzindo e o que a imprensa está falando deles.

Você terá uma boa noção sobre as estratégias de marketing da competição. Não que seja necessário copiar as ações, mas ficar sabendo delas assim que acontecem é vantagem competitiva.

Monitore as perguntas do seu nicho de mercado

O sonho de todo empreendedor é saber exatamente o que a sua persona precisa. Às vezes, nem mesmo o público sabe da sua necessidade, o que faz essa informação ser difícil de alcançar de forma assertiva.

Por isso, procure monitorar perguntas relacionadas ao que você faz e para as quais você tem resposta. Vale tanto para fóruns, como o Quora, quanto para blogs ou sites. Responder ainda ajuda sua estratégia de link building, se houver.

Encontre oportunidades de guest post

Ainda para quem trabalha especialmente com marketing de conteúdo, ter uma estratégia de guest posting, a prática de publicar conteúdo seu em outros sites, é excelente.

Coloque um alerta no Google Alerts que indique quando sites do seu segmento adicionam páginas de contato com a nota “envie sua sugestão de conteúdo para publicarmos”, ou variações. Ou então, toda vez que um blog colocar a tag “publi post”, por exemplo, você pode receber um alerta para enviar a sua ideia também.

Mantenha-se informado com o Google Alerts

Outra sugestão é criar alertas sobre determinado tema para não perder nenhuma notícia. Você pode usar em conjunto com o Google Trends, que dá uma lista das histórias mais importantes das últimas 24 horas. Saiba sobre o que as pessoas estão comentando e programe o Google Alerts para enviar atualizações para sua caixa de entrada.

google alerts feed
Os assuntos do momento no Google Alerts que envolvem o Oscar e programas da Rede Globo.

Se você é maníaco das notícias, pode criar alerta no Google Alerts para enviar atualizações toda vez que um site publica sobre o assunto. Ou, se preferir, selecionar a opção de receber um resumo diário ou semanal.

Se você mudou de cidade e quer se manter informado sobre o que acontece lá, pode programar para receber as notícias locais. Assim como a pesquisa normal do Google, você pode colocar mais termos e refinar a busca.

Ou ainda, se trabalha com conteúdo e precisa de ideias novas sempre, pode criar alerta no Google com os temas. Se escreve sobre tecnologia, por exemplo, pode receber as últimas novidades direto no e-mail só utilizando essa palavra.

Já imaginou que facilidade para a sua estratégia? Outra dica é monitorar seu próprio blog adicionando nas opções para aparecerem somente “os melhores conteúdos”. Assim, toda vez que você receber um alerta sobre um post seu, vai saber que o conteúdo está sendo levado em conta pelo Google como um dos melhores.

Quando você seleciona para receber apenas notícias, o Google Alerts já faz uma seleção do que é mais confiável e de qualidade. Mas, no e-mail do alerta, você tem a opção de marcar determinados sites como irrelevantes e não receber mais nada deles. Prefira sempre os relatórios de agências de notícia, como e Reuters ou Associated Press.

Economize dinheiro com o Google Alerts

Cupons de desconto nem sempre são fáceis de achar. Você pode estar perdendo promoções incríveis sem saber, pagando mais caro em determinados produtos. Crie um alerta das suas lojas preferidas e espere antes de comprar.

Se você está de olho em algum produto específico, pode programar o Google Alerts sempre que um loja disponibiliza, para comparar o preço.

E não só economizar, mas receber uma notificação quando há produtos novos. Sabe aquela loja de roupas que você gosta muito? Toda vez que há uma coleção nova, você pode receber um e-mail.

É diferente das newsletters, porque você pode selecionar um período personalizado de envio. Ao invés de ser refém da loja e receber e-mails toda vez que eles disparam, pode utilizar os alertas do Google para avisá-lo apenas uma vez por mês, por exemplo.

Evite plágio de conteúdo

Se você tem um blog ou escreve para a internet, a chance de plágio sempre existe. Muitos sites copiam conteúdo na íntegra, em busca de uma posição melhor nos mecanismos de busca. Para evitar que isso aconteça, crie alertas do Google com trechos os seus textos.

Assim, sempre que um site publica suas palavras, você fica sabendo na hora. Não esqueça de colocar aspas, para que a pesquisa selecione os links com a frase exata.

Serve ainda para aqueles que tentam parafrasear o que você escreve. Imagine que você escreveu um conteúdo viral que foi muito compartilhado. O sucesso vai chamar as pessoas que fazem cópias. Por isso, mantenha o alerta com o assunto, assim, se alguém falar sobre o que você escreveu sem dar crédito, você será notificado.

Procure emprego

google alerts

Todos sabem que na hora de se candidatar a uma vaga, os primeiros candidatos têm mais chances, já que seus currículos são visualizados primeiro.

Se você está procurando por recolocação, pode programar um alerta sobre novas vagas disponíveis na sua área.

Se você já tem em mente um lugar que gostaria de trabalhar, é um ótimo recurso para saber primeiro quando vagas em aberto são divulgadas.

Isso é ótimo também para freelancers. Você pode utilizar o Google Alerts para receber um e-mail toda vez que um novo projeto que tem a ver com suas habilidades for submetido nas plataformas.

Pode ser algo como “Contentools” + “Empreendedorismo”. Claro, isso só serve caso a plataforma permita a pesquisa via Google Alerts.

Use para o entretenimento

Mas como nem tudo na vida é trabalho, você pode programar o Google Alerts para ficar sabendo da data de lançamento de filmes e séries, além de saber o que está em cartaz. Coloque um alerta dos seus blogs favoritos sobre o assunto.

Se o seu interesse é saber sobre notícias e reviews de livros, nós te damos algumas dicas:

The Guardian Books
Tem só críticas de livros e notícias últimos lançamentos, tudo separado por categoria. O Guardian também tem um podcast sobre o assunto.

NY Times Books
Quem se liga em best sellers não pode perder a seleção do NY Times, publicação mais respeitada da área.

Goodreads Blog
O Goodreads é uma plataforma que serve para você listar suas leituras e fazer seus próprios comentários. No blog, informações sobre lançamentos, entrevistas com autores e notícias sobre a comunidade.

Saiba tudo sobre alguém famoso

É possível também criar um alerta para receber notícias sobre alguma personalidade. Pode ser da moda, esporte ou política – você recebe alertas de todas as notícias sobre a pessoa. Fizemos um teste Elon Musk (a biografia dele está no 12min)

google alerts como ativar
Alerta do Google Alerts sobre Elon Musk

O próprio Google Alerts app dá sugestões de busca na página inicial, que vão de Justin Bieber a Lula.

Eventos de Networking

Networking é fundamental para o seu negócio ou sua carreira profissional. Assim, uma boa dica é configurar o Google Alerts para lhe informar sobre todos os eventos que possam ser relevantes para você. Dessa forma, além de ficar sabendo o que está acontecendo em sua área de interesse, você não perde as datas desses encontros.

Manter o contato com outros empreendedores ou pessoas que se interessam pelo mesmo assunto que você vai ajudá-lo a expandir seus conhecimentos e até mesmo abrir portas para novos clientes e para o crescimento do seu negócio.

Ou seja, você tem muito mais a ganhar com um networking.

Lançamentos de livros

Para quem gosta de ler e não abre mão de estar por dentro dos principais lançamentos editoriais no mundo inteiro, o Google Alerts é uma ferramenta de ouro. Você pode programá-lo para lhe enviar emails sobre as novidades a respeito de autores ou temas que são do seu interesse.

Aliás, se você é amante dos livros ou precisa desenvolver habilidades para crescer pessoalmente e profissionalmente, o 12min também é um aliado de peso. Isso porque a plataforma disponibiliza microbooks das mais procuradas obras e renomados autores. Você pode acessar os conteúdos, também, no formato audiobook.

Dê a sua opinião

E aí, o que achou? Tem mais alguma ideia de usos legais do Google Alerts? Conta pra gente!

Estamos trabalhando para melhorar cada vez mais a plataforma 12min. Procuramos nos informar bem sobre os últimos lançamentos de livros e quais são tendência do momento. Para isso, seu feedback é muito importante! Não deixe de nos contar o que achou e se tiver alguma ideia de livro que ainda não está lá, estamos abertos a sugestões na nossa lista de desejos.

Se você ainda não conhece o 12min, uma boa sugestão de microbook para começar é:

Tools of Titans




O que é Kindle: Tudo o que você precisa saber antes de comprar um (+ hacks)

Você se imagina carregando uma mala cheia de livros quando vai viajar? Nós achamos que não. Então queremos que você saiba tudo sobre Kindle para ter mais praticidade nesses momentos.

Por mais que os livros físicos não tenham sumido completamente, ler ficou muito mais prático depois do surgimento dos e-readers. O leitor Kindle da Amazon, ainda é o mais conhecido de todos. Lançado em 2007, o dispositivo se tornou indispensável para leitores ávidos. Com diversas versões disponíveis no mercado, pode ser um pouco difícil escolher sem antes pesquisar um pouco.

Por isso, facilitamos para você e preparamos esse guia completo com tudo o que você precisa saber antes de comprar Kindle!

Kindle: Como funciona?

Kindle como funciona

Um Kindle é um dispositivo eletrônico portátil, portanto pequeno, para leitura de livros, via tecnologia sem fio. As obras são compradas como versões Kindle de “e-books” no site da Amazon.

Além disso, você pode baixar no Kindle todo tipo de documento em PDF. Isso faz dele um dispositivo ideal de leitura, seja como entretenimento ou para o trabalho também. Para baixar os livros, geralmente, as pessoas usam uma conexão Wi-Fi. Mas os últimos modelos vêm com tecnologia avançada de telefonia móvel, o que possibilita o download de livros, onde você estiver. Você também pode baixar livros para um PC ou Mac e transferi-los para o Kindle, usando um cabo USB.

O leitor digital Kindle oferece uma plataforma que funciona como uma loja virtual, bem parecido com o Google Play e o iTunes, por exemplo. Ali, você pode realizar buscas pelos títulos de sua preferência ou por categorias.

Por que um Kindle?

Na era da popularização dos tablets, ter um e-reader parece até desnecessário. Na verdade, tudo depende da sua necessidade e do seu objetivo. Os tablets são funcionais para diversas ações, inclusive para leituras. Mas o Kindle acaba levando vantagens sobre outros quesitos. Veja alguns exemplos:

  • Bateria. Para quem gosta de passar horas lendo, a bateria do Kindle é muito mais longa. Ela chega a durar mais de um mês. Você não terá problemas, como por exemplo, naquele voo mais longo precisar parar sua leitura porque a bateria do aparelho descarregou;
  • Leitura. Tudo no Kindle é próprio para a leitura, desde o tamanho e peso até uma das características principais: a luz interna;
  • Iluminação da tela. A  iluminação e as cores de um e-reader são feitas para a leitura e costumam ser mais gentis com os olhos, evitando a vista cansada por mais tempo. Se você quiser ler em espaços abertos e muito iluminados, com um tablet é quase impossível.
  • Várias opções de modelos e preços. Você pode escolher aquele que melhor se encaixa em suas necessidades e no seu bolso. Você encontra desde um modelo simples e básico até os modelos mais sofisticados, com luz embutida, maior resolução, tampa de carregamento e outras vantagens.
  • Você pode escolher conexões Wi-Fi ou Wi-Fi + 3G. A exceção é o Kindle padrão, que é vendido apenas em uma versão Wi-Fi.
  • Os Kindles são projetados para o tipo de leitura digital, imitando um livro físico. Eles oferecem contraste de texto nítido e permitem que os usuários visualizem a última página que leram, mesmo depois de uma pausa.

Você encontra muitas outras funções do Kindle. Veja as dicas desse vídeo:

Kindle Life Hacks

Agora que você já descobriu um pouco mais o que é Kindle, queremos apresentar os modelos disponíveis no mercado.

Modelos Kindle: Qual é o melhor?

Hoje a Amazon disponibiliza 4 modelos diferentes de Kindle. Neste momento que queremos que você saiba tudo sobre Kindle, conhecer cada um deles é essencial. O poder de leitura, durabilidade e as funções se diferenciam um pouco.

Os preços variam de R$ 299,00 a R$ 1.149,00 e, além de estar disponível no site da Amazon, o Kindle pode ser adquirido em outras grandes lojas como Ponto Frio e Walmart.

O tamanho da tela, a capacidade de armazenamento e o acesso Wifi são características presentes nos quatro modelos. Algumas outras características mudam e queremos destacá-las mais abaixo.

Kindle – R$299

Kindle modelos

O modelo mais clean da Amazon, lançado em 2016, não deixa a desejar.  Entre as principais características, destacamos:

  • Tela de 6 polegadas, com densidade de 167 pixels por polegada (ppi);
  • O aparelho não tem iluminação de tela, parecendo mesmo o papel;
  • Por não ter iluminação embutida, é indicado somente para leitura durante o dia;
  • Sem reflexo, mesmo sob a luz do sol;
  • A bateria desse modelo é uma das mais duráveis – segundo a Amazon, dura “semanas”;
  • A tela é sensível ao toque;
  • Função Page Flip, para folhear o livro sem desmarcar a página que está lendo;
  • Armazenamento de 4 GB e conectividade via Wi-Fi;
  • Ele pesa apenas 161g;
  • Disponível nas cores preta e branca;
  • Segundo a Amazon, tem mais de  1,6 milhão de títulos por menos de R$ 10.

Kindle Paperwhite R$479

Kindle Paperwhite

Paperwhite hacks:

  • É o modelo mais pesado, com 217g na versão 3G;
  • O aparelho tem dimensões de 169 x 117 x 9,1 mm;
  • Sensível ao toque;
  • A luz interna conta com 4 LEDs, possibilitando a leitura em ambientes escuros;
  • Tela de 6 polegadas que não reflete a luz;
  • O controle de brilho é feito manualmente;
  • Tem quase o dobro da densidade de pixels, que resulta em letras mais bem definidas;
  • A conexão com a internet viabiliza o download de ebooks diretamente no Kindle;
  • Existem duas versões: só com Wi-Fi e com Wi-Fi e 3G;
  • O Paperwhite tem uma função só dele que é o 3G gratuito;
  • Possui o diferencial que é a resolução de 300 ppi, contra 167 do Novo Kindle;
  • Existem duas opções de cores: preta e branca.

Kindle Voyage R$899

Kindle Preço

O Voyage também vem com características exclusivas:

  • É o mais fino entre os modelos relacionados – 7,6 mm;
  • Ele tem mais LEDs do que o Paperwhite – são 6 lâmpadas, que detectam a luz ambiente e se adaptam para exibir a quantidade ideal de brilho;
  • Display touch e não reflete luz;
  • É equipado com a iluminação automática, que muda conforme o ambiente;
  • Para virar as páginas, ele tem a tecnologia PagePress – basta pressionar a borda do aparelho para mudar;
  • É o primeiro Kindle à prova d’água;
  • Armazenamento também de 4 GB;
  • É vendido na cor preta, com conexão Wi-Fi.

Novo Kindle Oasis – R$1.149

kindler

Modelo mais caro dos quatro, o Kindle Oasis também tem a bateria mais potente, além de outras características:

  • Modelo mais avançado no Brasil;
  • Tela de 7 polegadas;
  • 12 LEDs da tela, com sensor que adapta o brilho automaticamente;
  • Tem botões para facilitar a mudança de páginas;
  • Armazenamento de 8 GB;
  • Bateria de 1.000 mAh, com duração de até seis semanas, como os demais modelos;
  • Seu peso é 20% menor do que o Voyage, com 131g;
  • Modelo à prova d’água –  resiste até dois metros de profundidade, por no máximo 60 minutos, em água doce;
  • Cor preta.

Agora que você conhece tudo sobre Kindle, é preciso considerar, além do limite de preço, quais são realmente suas necessidades. Não tem muito acesso a redes WiFi e vai precisar da função de 3G? Compre um Paperwhite. Quer o modelo mais leve possível? Escolha o Oasis.

Para qualquer um que você escolher, não deixe de comprar uma capa para proteger sua aquisição. Só o Kindle Oasis já vem com uma, mas é possível adquirir capas para Kindle, na loja da Amazon.

Duração da bateria e iluminação de fundo

Com um Kindle, você não vai precisar ficar com o aparelho preso na tomada ou recarregando constantemente. Como citamos antes, a durabilidade da bateria do aparelho pode chegar a um mês, dependendo da sua frequência de leitura e de como se usa o Kindle.

Se você, por exemplo, ler 30 minutos por dia, com o brilho no nível 10 – para aqueles aparelhos com tela com brilho – e com a internet desativada, a duração pode chegar a 8 semanas.

A iluminação de fundo só não está disponível no Novo Kindle. Versões mais novas dos outros modelos trouxeram a iluminação na parte superior da tela, ao invés de ser atrás, o que evita ainda mais a vista cansada.

Formatos suportados e como fazer conversões

Quando você compra um e-book na loja da Amazon, ele já vem com o formato do Kindle. Dentro do próprio site é possível enviar diretamente para o Kindle, sem precisar conectar o cabo USB.

Para quem já tem livros em outros formatos e quer visualizá-los no e-reader, o Kindle suporta os arquivos do tipo .mobi, .prc, .txt, e .tpz. O Kindle lê .pdf ou .epub, por exemplo, mas somente após você realizar uma conversão.

O melhor programa atualmente para fazer isso é o Calibre. Além de conversões, ele é um gerenciador de e-books que trabalha com quase todos os formatos e para todos os e-readers disponíveis.O programa ainda oferece uma biblioteca em nuvem que você pode acessar de qualquer lugar, além da possibilidade de baixar artigos da web e transformá-los em e-book.

Outras formas de transferir arquivos

Além de comprar ebook Kindle na loja da Amazon e transferir com o Calibre, você pode passar os textos para seu Kindle com o cabo USB ou direto da biblioteca da Amazon.

Mas o que nem todo mundo sabe é que quando você se cadastra na Amazon é criado um e-mail do seu Kindle. Você pode enviar arquivos para esse email e eles são adicionados na biblioteca automaticamente. Para descobrir qual é o seu, clique aqui.

O e-mail também permite a transferência a partir de outras plataformas. O 12min possui uma biblioteca de microbooks que também podem ser lidos a partir do seu Kindle. Se o Kindle é bom, com o 12min fica melhor ainda!

Biblioteca gratuita e Kindle Unlimited

como comprar livros no kindle

A Amazon ainda oferece um clube de associados, o Kindle Unlimited, onde você paga apenas 20 reais por mês e tem acesso aos mais variados títulos, muitos gratuitos, inclusive. A Amazon oferece 30 dias grátis para experimentar o serviço.

Além desse clube, o site já possui uma coleção de e-books gratuitos para você começar a montar a sua biblioteca no Kindle.

Os ebooks ficam disponíveis para o usuário em qualquer dispositivo que tenha o aplicativo Kindle. Desta forma, é possível ler os seus livros também em celulares e tablets, por exemplo.

Se você ainda não conferiu a lista gratuita da loja da Amazon, dê umas voltas por lá. Com certeza, vai encontrar obras incríveis. Obras como A Bíblia do Crowdfunding, do Scott Steinberg, e How to Work for Yourself, do Brian Cohen, podem ser lidos sem pagar nada.

Lá você também encontra obras na lista das mais vendidas com preços muito baixos. Por exemplo: O Empreendedor Diário, do S. J. Scott, por apenas R$1,99 e Foco de Mestre, I. C. Robledo, por R$5,99.  

Explorando ainda mais o seu Kindle

Kindle X-Ray

O recurso X-Ray permite que você examine idéias, tópicos, figuras históricas, personagens fictícios e lugares, de forma rápida. Basta tocar na parte superior da tela para exibir a barra de ferramentas de leitura secundária. Depois, toque no botão Raio-X para fazer a sua pesquisa. Esse recurso não está disponível para todos os livros.

Recomendações Goodreads

O Goodreads é como um clube de livros. No Kindle, toque no botão Goodreads, na barra de ferramentas e crie a sua conta Goodreads. Os livros que você colocar em sua lista “Goodreads Want to Read” aparecem na página inicial do seu Kindle, facilitando assim o acesso a eles. Você ainda pode visualizar o que os amigos estão lendo, suas opiniões sobre os livros e ler um resumo antes, para se certificar se aquele conteúdo de fato lhe interessa.

Leitura em família

tudo sobre kindle

O Kindle oferece a opção da Biblioteca da Família. Ou seja, você pode compartilhar livros com o pessoa de casa. Para isso, vá para Menu> Configurações> Biblioteca de famílias e famílias> Adicionar uma nova pessoa> Adicionar adulto. Digite seu endereço de e-mail e senha para a Amazon e autorize as duas contas a compartilharem informações de pagamento. No caso de crianças, vá em Biblioteca de família e família> Adicionar uma nova pessoa Adicionar> criança. Digite a senha de controle dos pais, o nome da criança, aniversário e sexo.

Empréstimo de livros

Você pode emprestar livros Kindle para seus amigos, mesmo que eles não tenham um dispositivo. Cada empréstimo tem um prazo de 14 dias. Mas fique ligado, porque nesse período, o título não fica disponível para você. Para emprestar, entre na página do livro e clique em “Empréstimo deste livro” no canto superior esquerdo> menu de três pontos (…) no lado esquerdo> “Emprestar este título” na janela pop-up. Coloque o endereço de e-mail do destinatário e clique em “Enviar agora”. No entanto, nem todos os livros do Kindle estão disponíveis para empréstimos.

Adicionar ou excluir livros em sua coleção

Para isso, pressione o ícone da coleção. Assim, aparecerá uma janela pop-up. Toque em Adicionar / Remover Itens. Além disso, você pode excluir uma coleção inteira.

Captura de tela

Toque simultaneamente no canto superior direito e no canto inferior esquerdo. Quando a imagem for salva, haverá um flash. Para vê-la, conecte seu Kindle ao seu computador.

Bônus: hacks do Kindle

Quadrinhos e mangás

Uma das vantagens do Kindle é poder visualizar arquivos de imagens, como mangás e quadrinhos. Quem é fã já deve saber que o Kindle é quase do mesmo tamanho das edições físicas e sua cor também favorece o trabalho artístico da obra.

Ainda é possível otimizar mais a experiência com um programa chamado Mangle. Ele formata os arquivos de mangá e quadrinhos, em que você tenha que nomear cada imagem para organizar no Kindle.

Descanso de tela personalizado

Para personalizar seu descanso de tela, você terá que desbloquear seu Kindle. Alguns sites oferecem instruções para isso, como o EbookBR. Depois de fazer isso, você pode selecionar o descanso de tela que quiser. Se quiser escolher um, sugerimos o blog Kindle Wallpaper.

Easter eggs do Kindle

Acha que já descobriu tudo sobre Kindle? Essa dica poucos sabem.

Se você está lendo um livro muito denso e precisa relaxar um pouco, o Kindle tem alguns jogos escondidos. Na tela principal, pressione ALT+SHIFT+M e depois de aberto o primeiro jogo aperte G para carregar o outro.

Ler artigos da internet no Kindle

O Calibre oferece essa opção, como já falamos antes, mas o próprio Kindle também tem uma função de leitura de artigos da internet.

Vá até o Menu -> Experimental -> Web browser e coloque o link para o artigo que deseja fazer upload.

A leitura provavelmente será melhor do que se você fosse ler no celular, com as imagens atrapalhando o carregamento da página.

Tudo sobre Kindle

E aí, o que achou de conhecer tudo sobre Kindle? Já sabe se comprar um Kindle vale a pena? Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário!
E agora, que tal conferir um guia de como encontrar bons livros para ler?

Ou então, comece aprendendo um pouco com o livro Leitura Dinâmica, que você encontra no 12min:

Leitura Dinâmica




Speed Reading: O Guia Definitivo de Leitura Dinâmica

Se você conseguisse ler 1000 palavras por minuto, quantos livros leria por ano? Reservando meia hora de leitura por dia, a resposta é 137. Sim, 137 livros em um ano, lendo durante trinta minutos por dia. Quem pratica speed reading (ou leitura dinâmica) alcança esse índice, ou até mais.

Uma pessoa comum lê entre 200 a 400 palavras por minuto. Acima desse número, você já pode ser considerado um leitor ágil, mas existem casos de 3000 palavras por minuto. E é possível chegar lá.

Nos últimos tempos, o conceito de leitura dinâmica entrou em alta. Apesar de existir desde os anos 50, aplicativos como o Spritz, Spreed, Outread, Syllable e muitos outros trouxeram uma atualização das técnicas, que não são poucas.

Juntamos neste post tudo o que você precisa saber sobre leitura dinâmica, quais são as técnicas de leitura dinâmicas mais utilizadas, o que fazer para aumentar sua velocidade de leitura e muito mais.

Entenda como é a sua leitura

fast reading

Para você entender rapidamente como funciona a leitura, pense como o seu olho enxerga uma imagem. Ele precisa parar por um tempo para conseguir absorvê-la, certo? É a mesma coisa com as palavras.

Repare em como você está passando os olhos por esse texto agora. Você quase não percebe, mas lê em blocos de palavras e não de forma contínua. Cada vez que você precisa dar essa parada é chamada de fixação.

Para então formar uma linha de raciocínio, os olhos passam de uma fixação para a outra, em um movimento que chamamos de sacadas. Esse é o processo que os praticantes de speed reading querem simplificar e tornar mais rápido.

Leitura dinâmica vs leitura tradicional

Alguns estudiosos, como o pesquisador Keith Reyner, acreditam que não é possível alcançar uma velocidade maior do que 500 palavras por minuto.

Imagine, se você mexer os olhos de um lado para o outro muito rápido, tudo vira um borrão. Por isso, a conclusão é de que a anatomia da retina impede a leitura muito rápida.

Já os especialistas em speed reading, como o Tim Ferriss (mais sobre o método dele abaixo), acreditam que o segredo é o treinamento. Basta que você tenha em mente alguns objetivos, como aumentar o número de palavras absorvidas em cada fixação, diminuir o tempo de duração das sacadas e evitar ao máximo a releitura.

Tudo depende um pouco do que você quer ler. Para documentos que precisam ser analisados ou uma grande quantidade de notícias, leitura dinâmica pode ser a melhor escolha.

Mas, para o caso de livros complexos e artigos, nem sempre speed reading é o ideal. Isso porque você pode querer parar de vez em quando e refletir sobre o conteúdo.

De qualquer forma, pouca coisa na vida funciona sem metas. Então reflita. Qual tipo de texto você pretende consumir? Qual a velocidade que quer alcançar? Vamos entender melhor como descobrir isso a seguir.

Como medir sua velocidade de leitura

Antes de definir suas metas, você precisa descobrir qual é a sua velocidade de leitura atual. Existem alguns testes disponíveis na internet, mas todos em inglês.

Um dos mais interessantes é o da Staples. Nele, você lê um texto cronometrando o tempo e depois de finalizado, responde a algumas perguntas sobre o que acabou de ler.

Além de dizer quantas palavras você lê por minuto, o teste ainda compara o seu resultado com a média geral e diz quanto tempo demoraria para ler O Senhor dos Anéis, o Apanhador no Campo de Centeio e outros.

Mas como sua leitura em inglês deve ser um pouco mais lenta do que na língua nativa, pode ser interessante realizar o teste manual.

É simples: abra um documento (no Google Drive ou Word) e cole um texto que ainda não tenha lido. Não precisa ser grande, no máximo 500 palavras. Usando o celular, inicie o cronômetro e comece a ler.

Evite fazer uma leitura só global, pulando algumas palavras. Quando acabar, finalize o cronômetro. Agora é só aplicar uma regra de três simples e descobrir quantas palavras você normalmente lê por minuto.

Com essa informação, você já pode traçar metas para o seu speed reading. Pense que um livro comum, como o Inteligência Emocional, de Daniel Goleman, por exemplo, tem cerca de 80 mil palavras, ou 400 páginas. Quantos livros desse você consegue ler na velocidade atual? Quantos deseja ler?

Leia sem vocalizar o conteúdo

A maioria das pessoas fala mentalmente o que está sendo lido. Se esse é o seu caso, é hora de abandonar esse hábito, que funciona como um obstáculo para uma leitura rápida. Isso porque, ao “pronunciar” em sua mente as palavras, antes de compreender os significados delas, você desacelera.

Quebre essa barreira, lendo mais rápido e sem pronunciar mentalmente as palavras. Assim, esse novo hábito será reescrito em seu cérebro. É o que garante a autora  do livro 10 Days to Faster Reading.

Para ajudar no alcance da sua meta, selecionamos os métodos mais usados para você treinar em casa. Escolha o que funcionar melhor para você!

Métodos para alcançar o speed reading

Skimming

O skimming é o que conhecemos também por leitura global. Consiste em passar os olhos pelo texto em busca dos conceitos centrais, sem reparar muito nos detalhes. É o que fazemos muito na internet, sem perceber.

Com a quantidade de dados que chegam ao nosso feed todos os dias, o skimming pode ser uma boa para absorver de tudo um pouco.
Alguns estudos ainda ensinam a fazer o skimming e depois ler o texto completo, com detalhes. Nesse caso, você garante maior entendimento do assunto, sem ter que reler cada sentença.

Meta guiding

Esse método de speed reading é bem antigo e você mesmo já deve ter usado quando ainda estava na escola.

Use uma caneta ou outro tipo de objeto com ponta e siga cada palavra enquanto lê. Assim, você guia as palavras uma por uma, quase eliminando a possibilidade de distrações.

Praticando o meta guiding, você consegue aumentar sua capacidade de foco para quando precisa analisar cada palavra de um texto.
Ler um artigo complexo, por exemplo, pode ser mais rápido utilizando esse método.

Rapid Serial Visual Representation (RSVP)

O RSVP foi o que trouxe o speed reading para o mundo digital. Funciona assim: o aplicativo mostra uma palavra por vez do texto. Dessa forma, não é preciso movimentar os olhos para alcançar as palavras. Mas sua atenção precisa ser esforçada.

Esse método de speed reading parte do princípio de que seus olhos focam em um ponto central da palavra para poder compreedê-la. Por isso, além de colocar uma atrás da outra, o aplicativo alinha as palavras, para que esse centro fique sempre na mesma posição.

leitura dinâmica e memorização

Aos poucos, você aumenta a velocidade e quando menos espera, está lendo mais de 1000 palavras por minuto.

As técnicas de speed reading foram desenvolvidas com base nesses métodos e procuram combiná-los para criar treinos específicos e bem direcionados. Vamos ver algumas:

Técnica da Terceira Palavra

Essa técnica é uma espécie de evolução do skimming. Ela parte do princípio que nossa visão periférica dá conta de compreender o que está fora do “centro” do seu olhar. Por isso, você pode pular as duas primeiras e as duas últimas palavras de cada frase, sem afetar sua compreensão do texto.

Ou seja, ao invés de simplesmente escanear o texto, você define um limite de palavras que pode desconsiderar de cada frase. Claro que, se você precisa compreender cada detalhe de um texto, speed reading não é uma boa. Mas é suficiente para pegar a ideia geral de maneira mais rápida.

Uma dica é formatar o texto em colunas bem estreitas. Com elas, você consegue navegar de uma sentença a outra bem rapidamente.

Técnica de leitura dinâmica de Tim Ferris (Projeto PX)

A técnica é um conjunto de princípios que o escritor americano, empresário e investidor anjo, Tim Ferriss ensinou a estudantes de graduação da Universidade de Princeton, em um seminário, o Project X (Projeto X).

Utilizando alguns métodos de speed reading combinados, ele chegou em um modelo que pode aumentar em 386% a sua velocidade de leitura.
Testada em vários idiomas, a técnica de speed reading de Ferris já ajudou leitores a pular de 400 para 3000 palavras por minuto. Para isso, ele define o tempo e o modo como você deve treinar todo dia para conseguir absorver mais texto em cada fixação e diminuir o tempo das sacadas.

Outro objetivo do Projeto X é eliminar de vez a releitura. Por isso, o foco é muito importante. Absorver o que cada parte do texto diz é essencial para não ter que voltar nele mais tarde.

Depois que você já definiu a sua meta e qual é a sua velocidade atual, Ferris propõe duas técnicas de speed reading.

A primeira, chamada de “Trackers and Pacers”, é quase um skimming. Funciona assim: você lê o texto bem rapidamente, levando menos de um segundo por linha e vai subindo a velocidade a cada página.

Continue então se condicionando a ler rápido, sem se preocupar com a compreensão, até atingir meio segundo por linha. Fazendo isso, você cria um ritmo acelerado para a leitura, que será aproveitado mais tarde, quando seu objetivo for compreender o texto.

A segunda técnica de speed reading apresentada por Ferris, “Perceptual Expansion”, foca a otimização das fixações. É como a regra da Terceira Palavra. A diferença é que você começa pulando duas palavras no início e no fim e, quando estiver condicionado, pula três.

Repetição, condicionamento, velocidade

improve reading speed

Resumindo, para saber como fazer leitura dinâmica, siga o protocolo:

  • Aprenda as duas técnicas de speed reading;
  • Aprenda a implantar a técnica com rapidez por condicionamento (repetições);
  • Leia novamente compreendendo o texto;
  • Teste-se para saber quando chegou ao objetivo.

Nos primeiros treinos, em que você não precisa se preocupar tanto com a compreensão do texto, Ferris sugere treinar até atingir uma velocidade três vezes maior do que a sua meta.

Mais tarde, quando você se dedicar a realmente compreender o texto, o ritmo pode cair automaticamente, mas para um nível mais alto do que o que você se encontrava.

Aplicativos de Speed Reading

Os aplicativos de speed reading quase sempre utilizam o método RSVP. Além dos citados acima, selecionamos alguns outros:

Leitura Dinâmica – feito em português, é compatível com aplicativos de leitura, como Pocket,  Zite, Feedly, Google Keep e ColorNote.

Spreeder – é pago, mas bem mais completo, com versão para desktop e iOS, criação de contas múltiplas e mini cursos de speed reading.

ReadQuick – não utiliza o RSVP. A ferramenta “quebra” artigos salvos para que você capte a ideia sem precisar ler tudo.

ReadMe! – usa mesma tecnologia do Spritz e integra seus livros em uma biblioteca com layout excelente.  

Reedy – extensão do Chrome para quem prefere ler no computador, transforma em RSVP qualquer texto que você selecionar no browser.
Se além de ler rapidamente, você ainda quer ler mais livros (quem sabe finalizar a lista até o fim do ano?) confira o app 12min.

Aprendizado contínuo

Disponibilizamos um acervo incrível das melhores obras sobre empreendedorismo, negócios e desenvolvimento pessoal – todos resumidos para leitura em 12 minutos. Aproveitando, já segue uma excelente sugestão de leitura, que você pode ouvir por aqui mesmo:

A Arte de Fazer Acontecer

E nós selecionamos outra obra que pode ajudar você nesse desafio de acelerar a sua leitura. Ela fala sobre a força transformadora dos hábitos. Veja:

O Poder do Hábito – Charles Duhigg

Esse best-seller aborda o impacto dos seus hábitos em quem você é nas suas conquistas pessoais ou profissionais.

Segundo o autor, o nosso cérebro funciona como uma máquina. A todo instante ele busca maneiras de reduzir os esforços e automatizar as rotinas. Tudo isso para economizar energia.

O funcionamento de um hábito segue um fluxo de três etapas, que são:

  • Gatilho: alguma coisa que acontece e o cérebro entende como um chamado para entrar no modo automático e escolher qual a rotina usar;
  • Rotina: é uma ação física, emocional ou mental, que é automaticamente acionada pelo gatilho;
  • Recompensa: um estímulo positivo que ocorre e diz ao seu cérebro que aquela rotina funciona e por isso deve ser armazenada.

É imprescindível entender como os gatilhos dos hábitos são acionados e como funcionam as recompensas. Ao desenvolver essa habilidade, você estará apto a alterar, adaptar e criar novas rotinas.

Boa leitura e ótimos aprendizados! E lembre-se de compartilhar esse post com os seus amigos!




Bulletproof Coffee: Tudo que você precisa saber

Quanto tempo você demora a realmente acordar depois que sai da cama? O café que é sensação no Silicon Valley promete te levantar em 15 minutos. Conheça o Bulletproof Coffee!

Café, manteiga e óleo. O Bulletproof Coffee, ou café à prova de balas, nada mais é que uma mistura dos três elementos. Parece ruim? Na verdade, nem um pouco!

Quem já tomou diz que além de ser delicioso, o Bulletproof Coffee serve para clarear a mente, aumentar a produtividade e de quebra te ajudar a perder alguns quilos.

A ideia é do empreendedor e “biohacker” David Asprey. Ele fez uma viagem ao Nepal, em que a intenção era aprender a meditar. Porém, o que mais chamou sua atenção foi o chá com manteiga que os habitantes das vilas tomam há séculos.

david-asprey

Asprey criou então uma dieta baseada na bebida e colocou suas teorias no livro Bulletproof: a dieta à prova de bala. Ele também começou uma startup que vende o café próprio para fazer a receita, além de manteigas e vários tipos de óleo.

Mas o que está por trás do café mágico? Reunimos aqui tudo sobre o Bulletproof Coffee – a ciência, as vantagens e os mitos.


Bulletproof: A Dieta À Prova de Bala

A ciência do Bulletproof Coffee

Bulletproof Coffee o que é? Uma das principais chaves para entender o funcionamento do Bulletproof Coffee é a diferença entre os óleos ruim e o bom.

Um óleo comum, como o de girassol que usamos para fritar muita coisa em casa, é composto por triglicerídeos de cadeia longa. Para que o organismo absorva essa gordura, ele precisa passar por muitos processos, o que oferece pouca energia restante no final.

Já óleos como os recomendados por Asprey, como o de coco e de palmeira, possuem triglicerídeos de cadeia média. Isso significa que em pouco tempo seu corpo os transforma em energia, pronta para te guiar durante o dia.  

Esse processo ainda supre a necessidade de carboidratos do organismo. Assim, você para de desejar tantos doces e outras comidas pobres em nutrientes.

Já a função da manteiga é ser alimento. O Bulletproof Coffee foi feito para substituir o café da manhã por completo. Ela, então, evita que você passe muita fome até chegar a hora do almoço.

Ou seja, você faz praticamente um jejum na parte da manhã. Essa prática favorece um processo chamado de autofagia. Ele consiste, basicamente, na renovação das células. Se a autofagia não acontece com frequência, você fica mais suscetível a doenças como artrose e diabetes.

A descoberta do mecanismo da autofagia, inclusive, é bem recente. O responsável é o japonês Yoshinori Ohsumi. Sua pesquisa começou nos anos 90 e culminou na vitória do prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 2016.

O processo descoberto por ele é uma reciclagem, no qual as células digerem partes de si mesmas. Segundo ele, isso acontece quando estamos de jejum e pode nos dar mais anos de vida.

O café vendido pela companhia de David Asprey é meticulosamente produzido para oferecer a quantidade certa de energia e manter sua mente ativa. Ele ainda afirma que seu produto é livre de substâncias tóxicas, que estão presentes em outras marcas de café.

Essas substâncias são chamadas de micotoxinas e originam-se do mofo e fungos que aparecem na produção do café. Entretanto, muita gente afirma que, nesse sentido, David pode estar um pouco errado.

O problema das micotoxinas

Realmente, grãos de café são ricos em micotoxinas. A substância pode sim causar câncer, enfraquecer o metabolismo e gerar inflamações.

Presentes em grãos ainda verdes, essas toxinas são extraídas por meio de lavagem com água corrente em quase todas as indústrias. Ou seja, essa não é uma especialidade do Bulletproof Coffee.

Asprey ainda afirma que o gosto amargo do café comum é devido às micotoxinas. Mas isso não é exatamente verdade. O que causa a amargura no café é o processo de torrefação dos grãos e não as toxinas.

Por isso, se você garantir que o seu café está livre delas, escolhendo um pouco melhor a marca quando for ao supermercado, pode fazer a receita em casa.

Bulletproof Coffee receita: faça o seu em casa!

bulletproof coffee receita

Para preparar a receita Bulletproof Coffee, o passo-a-passo é o seguinte:

  • Separe 250 ml de café de alta qualidade, de preferência filtrado ou na prensa francesa, fresco e moído na hora (aproximadamente 2 ½ colheres de sopa).
  • Adicione 2 colheres de sopa de manteiga ghee ou sem sal.
  • Adicione 1 ou 2 colheres de sopa de TCM ou óleo de coco extra virgem (comece com 1, pois é forte).
  • Bata tudo no liquidificador por 20-30 segundos.
  • Voilà, estamos prontos!

Com essa receita, você está pronto para começar e aos poucos você vai querer customizá-la para deixar seu café com a sua cara! Algumas pessoas gostam de adicionar outras coisas ao seu Bulletproof Coffe, e aí depende de cada um. Você pode colocar o que quiser, mas sempre lembrando de preparar o seu café com todos os macronutrientes necessários para ele ser um café à prova de balas. Algumas opções são:

  • Bulletproof Coffee com Whey Protein;
  • Bulletproof Coffee com Canela;
  • Bulletproof Coffee com Manteiga Normal (use apenas quando não tiver a Ghee. Dê preferência à manteiga clarificada).

O Bulletproof Coffee funciona e transforma a rotina de muita gente

É fato que muitos consumidores do Bulletproof Coffee relatam que a atividade mental durante o dia ganha um boost. É quase como se o café fosse uma bateria poderosa.

Além disso, é gostoso. Para quem gosta de cafés fortes, é uma bebida excepcional. Adicionar manteiga pode parecer estranho no início, mas é um derivado do leite, assim como o creme, por exemplo.

Na mídia, a presença da marca é crescente. Jimmy Fallon já falou em seu programa, o cantor Ed Sheeran também já disse em uma entrevista que faz uso e Shailene Woodley foi uma das precursoras.

Mas a verdade é que nenhuma dieta é perfeita para todos. Algumas pessoas podem experimentar efeitos quase contrários ao prometido.

Na mídia, a presença da marca é crescente. Jimmy Fallon já falou em seu programa, o cantor Ed Sheeran também já disse em uma entrevista que faz uso e Shailene Woodley foi uma das precursoras.

Mas a verdade é que nenhuma dieta é perfeita para todos. Algumas pessoas podem experimentar efeitos quase contrários ao prometido.

A Dieta Bulletproof

receita Bulletproof Coffee

O jornalista Chris Gayomale, do Fast Company, fez o experimento por duas semanas. Em alguns dias, sua produtividade aumentou, mas sentiu muita fome na parte da manhã, por exemplo.

Por isso mesmo, o blog do Bulletproof Coffee recomenda outros alimentos combinados ao café. A dieta que David Asprey criou, um tanto inspirada na dieta paleo, divide os alimentos em três grupos:

  • Verde: alimentos à prova de balas. Coma muito desses!
  • Amarelo: suspeitos. Seja cuidadoso e perceba como eles fazem você se sentir.
  • Vermelho: alimentos kriptonita. Evite!

Se for seguir esses preceitos, você pode adicionar um ovo ao seu café para evitar a fome, por exemplo. Outros indicam a ingestão de abacate, que é um dos alimentos mais inofensivos, pois possui uma boa quantidade de gorduras positivas.

O que é preciso evitar são os carboidratos e em alguns casos as proteínas. Eles podem atrapalhar a autofagia.

Se quiser saber como é o resto da dieta, acompanhe o Guia para Iniciantes do Bulletproof.

Os cuidados necessários

Que a Dieta Bulletproof vem fazendo o maior sucesso, isso é fato. O livro de David Asprey também, é claro. Mas, quando se trata de dietas, todo cuidado é pouco. O mais sensato mesmo é procurar orientação do seu médico ou nutricionista.

Existem alguns especialistas que ainda estão com um pé atrás em relação à Dieta Bulletproof, sob o argumento de que é necessário mais tempo e mais pesquisas para se comprovar cientificamente a sua eficácia.

Por exemplo, para os endocrinologistas, é preciso moderação. Tem muita gente exagerando no consumo de óleo de coco, o que pode ser prejudicial para a saúde. Além disso, os especialistas afirmam que alguns dos ingrediente da dieta de Asprey são ricos em gordura saturada, oferecendo riscos de se desenvolver doenças cardiovasculares e coronarianas no futuro.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia orienta que o consumo máximo diário de gorduras saturadas não deve ultrapassar os 7% do total ingerido.

Então, o melhor então é ler e entender corretamente como funciona a Dieta Bulletproof e conversar com o seu médico para saber se ela realmente beneficiará a sua saúde. Pessoas com diabetes devem sempre redobrar a atenção com os alimentos ingeridos e com qualquer tipo de dieta para emagrecimento.

A companhia de Asprey

A companhia de Asprey já conta com 20 funcionários. Segundo ele, cresceu cerca de 700% de 2011 até este ano. Ou seja, alguma coisa de especial pode ser encontrada no café-todo-poderoso.

Além de vender a receita quase pronta para o bulletproof coffee, a empresa também oferece suplementos, bebidas, comidas e um roadmap completa para a dieta bulletproof para você seguir.

Tudo isso foi pesquisado pelo próprio David em vários lugares do mundo, como as montanhas do Tibet e os monastérios. É uma mistura entre os conhecimentos antigos e as novas tecnologias.

O biohacking

David Asprey, além de precursor do bulletproof coffee é considerado um “biohacker”. Os praticantes de biohacking acreditam que podemos hackear nosso corpo para que possamos executar várias atividades com potencial alto, da mesma forma que fazemos com nossos dispositivos tecnológicos.

Quem se propõe a ser um biohacker une a biologia e a ética hacker, usando conceitos da cultura “faça você mesmo” e a capacidade de aprender conceitos científicos sozinho, sem a ajuda de professores.

Os praticantes acreditam que não precisamos nos contentar com o cérebro e o corpo que nos foi dado quando nascemos. É possível alterar o meio em que vivemos e controlar a nossa biologia, encontrando os hacks que mais funcionam para você.

Podemos, por exemplo, desacelerar o processo de envelhecimento, fortalecendo processos como o citado acima. Mas existem outras formas e outros objetivos que podem utilizar essa ideia de biohacking. Indicamos duas leituras, caso você queira saber mais:

Hackeando tudo – Raiam dos Santos


Hackeando Tudo

Raiam se formou na maior faculdade de economia do mundo, foi jogador de futebol americano pela seleção brasileiro e atuou no mercado financeiro de NY. Nesta obra, sua primeira, ele compartilha sua pesquisa na busca por criar hábitos melhores a fim de chegar ao sucesso que alcançou. Está a fim de ter inspiração para aumentar seu potencial? Não deixe de ler.

4 Horas Para o Corpo – Tim Ferriss


4 Horas Para o Corpo

O Tim Ferriss também tem uma tendência ao biohacking. Ele escreveu esse livro na mesma pegada do Trabalhe 4 Horas Por Semana, mas dessa vez se concentrou em escrever sobre como você pode emagrecer, ter uma vida sexual satisfatória e aumentar muito o potencial do seu corpo. São soluções fáceis e eficientes para essas e outras diversas questões que afetam a maioria das pessoas. Mas nada sem embasamento: o livro contém uma coleção de resultados de diversas pesquisas e experimentos pessoais com atletas profissionais, médicos e com o próprio autor.

Para saber mais, leia o resumo do livro de David Asprey no 12min. Você verá que o Bulletproof Coffee funciona! Quem sabe não muda sua rotina também?

E agora, que tal aprender como a meditação também ajuda a crescer sua produtividade drasticamente?