Como se comportar no trabalho: evite os erros que contaminam

As pessoas costumam dizer que, nas empresas, as paredes têm ouvidos. Sim, elas não apenas “ouvem”, como “levam” tudo direto para o seu chefe. Aquelas lamentações na sala do café, as críticas contra a empresa no banheiro, as conversinhas de corredor… Tudo isso vai vazar.
Então, se você quer saber como se comportar no trabalho e preservar o seu emprego, comece evitando as “panelinhas”. Elas fazem você desperdiçar um bom tempo com fofocas e mancham a sua imagem profissional.
Integrar uma “panelinhas” não é a mesma coisa que participar de um grupo na empresa. A diferença entre as duas coisas é enorme.
As panelinhas são extremamente negativas e tóxicas. Não somam em nada para o empregado e nem para a empresa. Já os grupos entre colegas com a mesma afinidade ou objetivo são naturais e importantes. Contribuem para o crescimento e desempenho da equipe e até impactam positivamente na produtividade.

Um mal comportamento no trabalho pode ofuscar um talento

Se você sabe bem o que faz, ou seja, tem um alto conhecimento técnico sobre o seu trabalho, ótimo. Isso é necessário e é exatamente o que a empresa espera de cada funcionário. No entanto, não garante o seu sucesso profissional. Você deve saber como se comportar no trabalho também.
As empresas estão de olho nas suas competências comportamentais. Elas podem ser o seu ponto forte e a sua credencial para subir degraus na carreira. São vistas como um grande potencial que diferencia você na multidão.
Por outro lado, os problemas de comportamento podem ofuscar o seu talento. Chegam a ser motivos de demissão, inclusive.
Como o próprio nome diz, as competências comportamentais estão relacionadas ao seu comportamento, à forma como você se relaciona com os colegas e as lideranças, como você enfrenta desafios, críticas e sugestões.
As empresas querem saber como você se comporta no ambiente de trabalho diariamente, como reage em situação de crise e nos imprevistos. Se você tem iniciativa, comprometimento com as metas da equipe e com os resultados da empresa.
Você tem uma postura profissional ética, flexibilidade e habilidade para negociar internamente? Sabe ouvir e se expressar de forma profissional? Se a resposta é sim, você está alguns passos à frente da grande maioria. Isso é ser competitivo.

Como se comportar no trabalho: erros que minam a sua carreira

Fazer fofocas

Logo no primeiro dia de trabalho, um grupinho na sala do café começa a criticar o chefe. Não entre nessa roda.
Fugir das fofocas é uma regra de ouro da etiqueta profissional. Não transforme a sua vida em um livro aberto e não fale da vida dos outros. Mantenha a sua atenção no que realmente importa.
As “panelinhas” são ruins porque contaminam o clima organizacional, criam rancores, inimizades e dúvidas, desmotivam as equipes, etc. E, ainda, comprometem a produtividade.
Nossos pais nos ensinaram que “se não podemos falar uma coisa boa ou positiva sobre alguém, devemos ficar calados”. Isso continua valendo nos dias atuais e é uma preciosidade para quem quer saber como se comportar no trabalho.

Ser sempre negativo

Ser o advogado do diabo o tempo todo não é uma boa opção também. Pessoas negativas sugam a energia da equipe, bloqueiam a criatividade e as possibilidades de avançar além dos limites preestabelecidos.
De uma forma geral, o funcionário negativo é mais estressado e tende a desistir em situações difíceis. É visto como uma pessoa acomodada e desinteressada. E, ainda, é o chato da equipe.

Mentir para os colegas e a empresa

A mentira tem pernas curtas. Mas cedo ou mais tarde, a verdade virá à tona e o mentiroso ficará numa situação delicada.
Mas o pior mesmo é que a mentira mina a credibilidade e prejudica o resultado da equipe e até da empresa, uma vez que informações incorretas podem induzir a erros e prejuízos.
Mentir sobre números e outras informações sobre projetos, clientes, empresas, etc é uma atitude abominável. E mentir sobre as pessoas também.

Criticar em excesso

Criticar o chefe, o colega, o cliente, o clima, o vizinho, o Papa… Tem gente que passa o dia reclamando de alguma coisa e apontando defeitos nos outros.
Ufa! Chega a cansar, só de pensar nisso. É preciso lembrar que todo mundo tem qualidades e defeitos. Afinal, somos seres humanos. Quando focamos apenas nos pontos fracos do outro, perdemos a oportunidade de evoluir e aprender um pouco mais.
E se você passar o dia reclamando do clima, da comida, do trânsito etc., ficará estressado e exausto no final do expediente. Terá sua energia comprometida e a produtividade também.
Críticas construtivas são sempre bem-vindas.

Não dividir os méritos da conquista

A equipe inteira trabalhou duro no projeto. Cada um fez o seu “dever de casa” corretamente, no prazo estabelecido e com qualidade.
O resultado foi um sucesso. No entanto, na hora de receber os méritos pelo excelente desempenho, você se apresenta sozinho. Não valoriza o empenho individual e nem de equipe.
Você vai ganhar os elogios do seu chefe, mas, certamente, criará um grande problema junto aos seus colegas. Comprometerá a confiança, interferirá na motivação do grupo e, provavelmente, você perderá aliados para os projetos futuros.

Ser inflexível

Tudo bem que você foi contratado para uma determinada função, com atividades bem específicas. Mas o mundo se transforma a todo momento e exige de cada um de nós habilidade de adaptação frequente.
Ser inflexível e sempre resistir ao que é novo é um grande erro. Muitas empresas enxergam inflexibilidade como preguiça ou medo de arriscar.
Erro também é recusar alguma atividade com o argumento de que ela está fora do seu escopo de trabalho. Se você não concorda com a demanda, encontre um jeito profissional de se expressar. Caso contrário, você ganhará muitos pontos negativos no “caderninho do chefe”.

Ser agressivo com as pessoas

Agressividade na forma de lidar com as pessoas gera medo, insegurança, raiva e distanciamentos. Afeta o relacionamento interpessoal na equipe e, consequentemente, o desempenho do grupo.
Esse é um péssimo exemplo de como se comportar no ambiente de trabalho.

Prometer e não cumprir

Se o tempo é curto demais, se você não tem habilidade para desenvolver a atividade ou se existe qualquer outro empecilho que compromete o cumprimento dos prazos, assuma isso. Porque se prometer, tem que cumprir.
Promessas não cumpridas geram uma imagem de falta de competência em solucionar problemas. Consequentemente, resultam em perda de credibilidade e, em alguns casos, em prejuízos financeiros.

Usar o celular e as redes sociais sem controle

É claro que você pode atender o celular. O que é inaceitável é ficar o tempo todo ligando e recebendo chamada, deixando o trabalho em segundo plano. Não tem como ser produtivo assim.
O mesmo vale para as redes sociais no trabalho. No horário de expediente, use-as apenas se for para algum assunto relacionado ao trabalho.

Não prestar atenção na linguagem corporal

A forma como você senta na cadeira, como se comporta em uma reunião, o tom da voz e até os movimentos das mãos e da cabeça refletem o que você pensa sobre uma pessoa ou a situação na qual está envolvido.
A linguagem do corpo pode arruinar a sua imagem profissional e também contaminar o ambiente de trabalho. Alguns gestos são interpretados como desinteresse, insegurança, medo, desrespeito e um monte de outras sensações ruins… É necessário saber bem como se comportar no trabalho.

Seja profissional

Enfim, funcionários tóxicos que não sabem como se comportar no trabalho existem em todas as empresas. Nem sempre os recrutadores conseguem identificá-los no processo seletivo.
Se você quer preservar o seu trabalho e a sua imagem profissional, evite esses erros relacionados acima. Não queira ser a “maçã podre” da sua equipe, contaminando a todos com comportamentos inadequados e antiprofissionais.
Procure conhecer os valores da empresa e trabalhe em harmonia com eles. Esse é o melhor caminho de como se comportar no ambiente de trabalho.   
A leitura também pode ser o seu grande aliado. Vejam algumas sugestões que selecionamos para você:
10x a diferença entre o sucesso e o fracasso 12 minutos como se comportar no trabalho
10x: A diferença entre o sucesso e o fracasso
atitude mental positiva 12 minutos como se comportar no trabalho
Atitude Mental Positiva
os desafios a força de vontade 12 minutos como se comportar no trabalho
Os Desafios à Força de Vontade
Aprendeu como se comportar no trabalho? O 12Minutos tem muito mais para você. São inúmeras opções para ajudá-lo a melhorar a imagem profissional e alavancar a sua carreira.
Agora, que tal aprender melhor como fazer amigos e influenciar pessoas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *